Está aqui

PIB

Semeando ventos e querendo PIB

As mais recentes previsões de outono da Comissão Europeia para 2024, no que concerne ao desenvolvimento económico da União Europeia, não são animadoras para Portugal. Não digo que sejam chocantes. São alarmantes, graves, não são boas. Não são, de todo, uma boa notícia, mas estavam ou estão à espera de milagres?

Alentejo regista crescimento do PIB motivado pela atividade de Sines

A região do Alentejo registou um crescimento de 0,6% do Produto Interno Bruto (PIB) durante 2019, enquanto as restantes regiões do país registaram igualmente crescimentos, com a média nacional a fixar-se nos 2,2%, destacando-se o contributo da atividade turística, adianta a agência Lusa.

Alentejo Litoral com o PIB mais alto do país

De acordo com os dados divulgados, esta semana, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), a região Alentejo Litoral é que apresenta os maiores índices do PIB per capita e da produtividade.

O estudo aponta a localização, na zona de Sines – marcada pelo porto de águas profundas - de atividades económicas com elevado rácio capital/trabalho.

A nível nacional, foi a Norte que, em 2018, o PIB mais aumentou, cerca de 2,9%.

A Área Metropolitana de Lisboa apresentou um aumento acima da média nacional, 2,6%, enquanto o Algarve representa a média 2,4%.

O Alentejo cresceu

A seguir a tendência nacional, segundo estimativas reveladas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) relativamente a 2017, o Alentejo cresceu acima da média nacional no que ao PIB- Produto Interno Bruto.

Com uma subida de 3,2%, o INE revela que, no Alentejo, este crescimento “foi influenciado pelo desempenho da indústria e energia, em especial pelo ramo da indústria de fabricação de coque e de produtos petrolíferos, atividade com especial importância nesta região”.

A INDÚSTRIA DA CORRUPÇÃO

A prática da corrupção conduz a sociedades mais desiguais, perverte a distribuição de riqueza e de oportunidades, aprofunda injustiças sociais e coloca em risco a dignidade humana.

E OS MAIS PRODUTIVOS EM PORTUGAL SÃO…. OS ALENTEJANOS

São décadas em que se criou todo um imaginário e reportório anedótico sobre os alentejanos e a sua baixa produtividade, ou melhor, alegada preguiça.

No entanto, estudo recente do INE - Instituto Nacional de Estatística, revela agora que os alentejanos são os mais produtivos em Portugal.

O grande impulsionador deste facto é o Alentejo Litoral – a região portuguesa com maior produtividade – e para muito contribui o desenvolvimento do complexo portuário de Sines e, em especial, da refinaria.

A LIÇÃO DO BUTÃO

O clima social na União Europeia (UE) está mais tenso, as pessoas estão com medo e deixaram-se apoderar por sentimentos defensivos e de desconfiança, prova disso é que após 43 anos de vida em comum, o Reino Unido decidiu abandonar a UE.

ECONOMIA CRESCEU 1,6% NO 1º TRIMESTRE

A Economia nacional terá crescido 1,6% no segundo trimestre e, no segundo, e de acordo com estimativas do INE divulgadas esta semana, o PIB (Produto Interno Bruto) subiu 1,5% no segundo trimestre em relação ao mesmo período de 2014.

CRÓNICAS PARA O LEITOR

Quer saber o que é a Euribor? Quer saber o que é o spread? Gostava de saber o porquê da evolução do PIB per capita em Portugal, ilustrado pela Figura 1 no final da crónica? Quer tirar uma qualquer dúvida sobre Economia ou sobre um assunto económico? As crónicas “Economicamente falando” podem servir para isso.

O correr dos dias | 13 fev "Exemplo de Coragem"

A mítica frase "obviamente demito-o" denuncia-o logo à partida. O General Humberto Delgado foi assassinado faz hoje 50 anos, na localidade fronteiriça espanhola de Villanueva del Fresno.