Está aqui

Património

VISITAS GUIADAS AO PATRIMÓNIO NO ALENTEJO PROSSEGUEM EM 2018

A primeira visita integrada no projeto "Visitas Guiadas ao Património no Alentejo", é já no próximo dia 13 de janeiro, com início às 10 horas, será realizada uma visita à Cripta Arqueológica do Castelo de Alcácer do Sal e área envolvente.

A iniciativa decorre com o apoio do município de Alcácer do Sal e é organizado pela Direção Regional de Cultura do Alentejo, que, até julho de 2018, tem previstas um total de 11 visitas, uma por mês, sempre ao sábado, e sempre com o apoio dos Municípios envolvidos.

TERRAS SEM SOMBRA 2018 TRAZ A HUNGRIA PARA O ALENTEJO

O Festival Terras Sem Sombra já escolheu o país convidado para a edição de 2018. Após a Espanha, o país convidado para o Festival alentejano – que prevê 10 concertos -  é a Hungria.

BRASILEIROS DE OLHO EM ELVAS

O site viagens brasileiro embarquenaviagem.com fez um artigo em que deu a conhecer 10 razões para visitar Elvas, cidade Património Mundial Alentejana.

O site começou por referir a localização chave da cidade, “a meio caminho entre Lisboa e Madrid” e que lhe conferiu o estatuto de uma das mais importantes cidades portuguesas, devido à sua importância estratégica militar e económica e que, ao longo dos anos, lhe conferiu um importante legado histórico e cultural e que se juntaram uma paisagem “magnífica”.

TEMPLO ROMANO DE ÉVORA DE “CARA LAVADA”

Foram detetadas, no verão passado, algumas ocorrências que demonstravam a urgência em restaurar um dos monumentos mais conhecidos do sul do país, o Templo Romano de Évora.

UNIVERSIDADE DE ÉVORA À DESCOBERTA DE ALMADA NEGREIROS

O Laboratório HERCULES da Universidade de Évora está a estudar as pinturas murais de Almada Negreiros no edifício Diário de Notícias - Imóvel de Interesse Público - em Lisboa.

Já decorreu a primeira fase de uma campanha de estudo científico das pinturas murais de Almada Negreiros e o objetivo foi elaborar um levantamento e caracterização da técnica pictórica dos materiais empregues pelo artista numa das obras icónicas da arte moderna da primeira metade do século XX.

VILA VIÇOSA TEM CONCERTO DE NATAL NO PAÇO DUCAL

Será na Capela do Paço Ducal de Vila Viçosa - usada por reis e rainhas ao longo dos séculos – que decorrerá mais um concerto de Natal, na próxima sexta, dia 15 de dezembro, pelas 21 horas.

Iniciativa da Fundação da Casa de Bragança, “O Natal na Casa Real - Do Sagrado e do Profano no Séc. XIX” é o tema do concerto que tem entrada livre e que conta com a participação dos músicos Pedro Santos, no acordeão; Marcos Lázaro, no violino; e Fernando Júdice, na viola baixo, e com a voz do barítono Rui de Luna.

 

Juntos interpretarão o seguinte programa:

FORTALEZA DE CAMPO MAIOR REQUALIFICADA

A requalificação da fortaleza de Campo Maior – monumento nacional desde 1911 - já está em curso e aquela fortaleza com mais de 400 anos vai conhecer assim uma nova era.

Demorará cerca de 24 meses e é fruto de um investimento de 4,5 milhões de euros, financiados a 75% por fundos comunitários.

Importante estrutura militar na defesa da fronteira nacional, este baluarte tem a forma um polígono irregular de dez lados, alguns dos quais já inexistentes.

LABORATÓRIO HERCULES IDENTIFICA MICROINVASORES DO PATRIMÓNIO

As bactérias, algas, fungos e outros microrganismos deterioraram monumentos e obras de arte e muitas vezes não são identificados e/ou detetados por conservadores e restauradores. No entanto, surge agora pela mão do Laboratório HERCULES uma forma rápida, simples e económica, uma nova ferramenta – ainda a ser a desenvolvida – e que permitirá não-especialistas em microbiologia identifiquem os microrganismos que podem estar a deteriorar o património.

VALORIZAR O PATRIMÓNIO MEGALÍTICO E ROMANO DO CONCELHO DE ÉVORA

Recentemente apresentámos na Assembleia da República 2 iniciativas para valorização do património Megalítico e Romano do concelho de Évora

1 – Recomenda ao Governo que adote as medidas que possam dar resposta ao estado de abandono e de degradação do Cromeleque dos Almendres, Menir dos Almendres, Anta Grande do Zambujeiro e Cromeleque Vale Maria do Meio.

No distrito de Évora existem centenas de monumentos pré-históricos — antas, menires e cromeleques, vestígios que fazem desta Região, uma das mais importantes do país em termos arqueológicos.

ALANDROAL QUER JUROMENHA NO REVIVE

A Fortaleza de Juromenha, no concelho de Alandroal - um concelho com três castelos - é uma antiga fortaleza raiana, com um papel fulcral nas guerras contra Espanha e é um Imóvel de Interesse Público. Situada nas margens do Guadiana, as suas primeiras muralhas foram construídas por ordem de Júlio César no período da ocupação romana, em 44 a. C.

Páginas