Está aqui

Orçamento do Estado

Orçamento do Estado para 2021 prevê 26 milhões para novo Hospital de Évora

O Governo vai destinar uma verba de quase 26 milhões de euros para os trabalhos de construção do novo Hospital Central do Alentejo, em Évora, segundo a versão preliminar da proposta de Orçamento do Estado (OE) para 2021.

De acordo com a agência Lusa, no documento lê-se que “em 2021, o Governo dá prossecução aos trabalhos de construção do Novo Hospital Central do Alentejo, num valor de 25.868.861,24 euros”.

Afinal sempre há quem queira cobrar IMI no Centro Histórico de Évora

Para quem ainda tinha algumas dúvidas sobre a posição do Partido Socialista (PS) em relação à cobrança de IMI no Centro Histórico de Évora (classificado como Património da Humanidade pela UNESCO), ficou muito clara na discussão e votação do Orçamento de Estado (OE) para 2020. O PS quer mesmo que os eborenses sejam sujeitos à tributação de IMI no Centro Histórico de Évora.

Baixo Alentejo vai receber mais 7,5 milhões deste Orçamento do Estado

Para Pedro do Carmo a proposta de Orçamento de Estado para 2019, apresentada pelo Partido Socialista, "mantém a estratégia consistente de reposição dos rendimentos dos portugueses, com aumentos dos salários dos funcionários públicos e aumentos extraordinários das pensões".

O ESTADO, OS RICOS, OS POBRES E OS IMPOSTOS

No seu habitual espaço de comentário na TVI24 e a propósito das negociações para o Orçamento do Estado para 2018 Manuela Ferreira Leite afirmou “os impostos não podem castigar quem ganha muito”.

Depois de conseguir digerir e assimilar a soberba declaração senti necessidade de inferir sobre o significado da mesma. Assim e tendo como ponto de partida a afirmação proferida por Manuela Ferreira Leite, será legítimo inferir que os impostos podem castigar quem ganha pouco?

EDUCAÇÃO EM CATIVO

Nelson Mandela disse em 2003 uma verdade incontestável. Afirmou que a maior arma pela qual uma sociedade poderia ser dotada seria a educação, pois esta seria a que verdadeiramente teria o poder de mudar o mundo. Em 2003 ou hoje em dia, esta citação nunca deixará de ser uma verdade absoluta. O sistema de educação de uma nação é um dos seus mais importantes pilares estruturantes, sendo que representa uma base para a sustentação de toda a aquisição de conhecimento por parte dos seus cidadãos.

O QUE FAZ UMA BOA DECISÃO?

Um dos dilemas mais conhecidos da economia fala-nos sobre a escassez de recursos. A possibilidade de produção de bens é claramente superior à disponibilidade de recursos.

Na prática tem a ver com a necessidade de nos vermos obrigados a escolher o melhor uso a dar ao (pouco) que temos, que é como quem diz decidir o que fazer com cada euro que temos disponível, sabendo que existem opções que tendem para o infinito.

Perante este dilema, somos forçados a tomar decisões optando por usar esse euro de determinada forma, sempre em detrimento de outra.

UM CAMINHO DIFERENTE

Orçamento do Estado: A afirmação de um caminho diferente    

 

Foi muito interessante assistir aos faits divers sobre o Orçamento do Estado (OE), a sua viabilidade, coerência e presságios de insucesso perante a Europa!

ALENTEJO: ONDE BAIXOU O IMI?

O IMI familiar (Imposto Municipal sobre Imóveis) está previsto no Orçamento de Estado de 2015, e vai ser cobrado em 2016. Na lógica de protecção às famílias o Orçamento de Estado permite às autarquias aprovar reduções do imposto da casa que serve de habitação permanente ao agregado familiar.