Está aqui

Natureza

Lagoa de Santo André já foi aberta ao mar

Realizou-se hoje abertura anual da Lagoa de Santo André ao mar.

Pelo segundo ano consecutivo, a abertura que costuma juntar centenas de populares e curiosos, aconteceu sem público, devido às restrições impostas devido à COVID-19.

Estiveram presentes o Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha além de outras entiddes locais, e de responsáveis do Instituto de Conservação da Natureza e da Floresta (ICNF), e da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

O projeto glamping que promete mudar Gavião

Está quase a abrir o “Gavião Nature Village”, um projeto de glamping de quatro estrelas, em Cadafaz, Gavião.

É um dos maiores empreendimentos turísticos do concelho, o primeiro glamping, e este empreendimento turístico de quatro estrelas tinha prevista a sua abertura em maio do ano passado, mas a pandemia atrasou o objetivo e tudo indica que a abertura seja ainda neste mês de março.

Vamos inventariar o arvoredo de Évora?

As árvores constituem um património importante nas cidades: pela sombra, pela qualidade do ar, pelo acréscimo de beleza que conferem às nossas ruas, pela vida que proporcionam a todos os seres, pelo bem que nos fazem só de as vermos! Todos concordamos com isso. Ou quase. Parece ser mais pacífico vermos as árvores nas ruas dos outros do que nas nossas. Se há umas folhas que caem no nosso pátio ou se se vislumbra o risco de um ramo cair no nosso carro o melhor é pedir o corte da árvore que nos transtorna.

Obras de arte no Lago Alqueva? Sim, será uma realidade

Integrado no projeto Erasmus +, da Comissão Europeia, a iniciativa ARCHI’Nature tornará possível o surgimento de obras de arte no Lago Alqueva, por iniciativa do Município de Reguengos de Monsaraz.

Durante dois anos, e já a partir do próximo mês, serão criadas obras de arte sobre o Lago Alqueva, numa iniciativa que promoverá uma dinâmica cultural envolvendo a comunidade escolar e os cidadãos.

 O objetivo da iniciativa é desenvolver um conjunto de trabalhos artísticos e instalações temporárias que considerem a valorização da riqueza ambiental.

Há uma árvore alentejana candidata a Árvore Europeia do Ano de 2021. Já votou?

São 14 as árvores candidatas a “Árvore Europeia do Ano de 2021” e há um representante alentejano: o Plátano do Rossio de Portalegre.

As votações para escolher a “Tree of the year 2021” decorrem desde dia 1 e estão abertas até 28 de fevereiro.

A concurso estão agora as vencedoras do concurso nacional de cada país, numa organização da UNAC – União da Floresta Mediterrânica.

Os vencedores serão anunciados na cerimónia on-line, a 17 de março, durante a conferência “Plantando para o Futuro: 3 mil milhões de árvores na Europa“.

Portel cria Centro Interativo do Montado

Em Portel, um antigo posto da GNR, será transformado num Centro Interativo do Montado -Turismo Natural.

As obras de remodelação e adaptação do antigo Posto da GNR – cerca de 615m2, divididos em dois pisos - já tiveram início e em breve nascerá Centro Interativo do Montado - Turismo Natural.

Na Costa Vicentina começou o meu amor por Portugal

A Costa Vicentina são 60 quilómetros que se estendem desde o Cabo de S. Vicente até uma ponta do sul, no porto da cidade de Sines.

A costa é selvagem e pouco conhecida dos turistas, com longos quilómetros de praias com extensos areais, dunas enormes e falésias rochosas. A Costa Vicentina deliciará todos aqueles que amam o contacto com a natureza.

Grande parte da costa está na área protegida do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

Norte-americanos dizem que há um segredo no Alentejo

Os norte-americanos da "Condé Nast Traveller" dizem que há um segredo muito bem guardado no Alentejo.

A reconhecida revista de viagens escolheu uma lista de 21 destinos para onde viajar em 2021 e revelam haver um local “secreto” no Alentejo.

Alentejo cria sinergia para ter jardins mais sustentáveis

O projeto liderado pela Universidade de Évora (UÉ), pretende criar jardins urbanos mais sustentáveis.

A tática baseia-se em muito no uso de plantas autóctones nos espaços verdes de localidades do Alentejo Central, num projeto poderá vir a replicar em todo o território nacional.

Tem o nome de “Plantas Nativas na Cidade – Repensar os espaços verdes urbanos” e o objetivo é o de melhorar o conhecimento e o estado de conservação do património natural e da biodiversidade da região.

Parque da Serra de S. Mamede é o primeiro a ter comissão de co-gestão

O Parque Natural da Serra de São Mamede, localizado nos municípios de Arronches, Castelo de Vide, Portalegre e Marvão, é a primeira área protegida do país com uma comissão de co-gestão constituída.

De acordo com nota de imprensa do Governo, o objetivo é “promover a participação na gestão deste parque natural por parte das diversas entidades relevantes na região”, sendo que a comissão de co-gestão engloba:

Páginas