Está aqui

Museu de Évora

Évora inaugura exposição do pintor e humanista do século XVI Francisco de Holanda

Francisco de Holanda, pintor e humanista, nascido em Lisboa por volta de 1517, filho do ilustre iluminador “ganto-brugense” António de Holanda, foi um dos mais relevantes expoentes da reflexão estética no renascimento português.

Iniciado nos domínios da arte da iluminura e do retrato na oficina de seu pai, Holanda viveu primeiro em casa do infante D. Fernando, em Lisboa e Abrantes e depois junto do cardeal-infante D. Afonso, em Évora, de quem foi moço de câmara.

MUSEU DE ÉVORA FORA DA GESTÃO AUTÁRQUICA

O Museu de Évora não vai ser gerido pela autarquia mas sim classificado como Museu Nacional. A garantia é dada pelo Ministério da Cultura ao jornal Público, na sua edição de ontem.

A autarquia recebeu com agrado esta notícia já que discordava da possibilidade de vir a gerir o museu, ao abrigo da nova proposta de lei que vai transferir mais competências para as autarquias e que é hoje debatida no Conselho de Ministros.

FORAIS MANUELINOS EXPOSTOS EM ÉVORA

Está patente - até dia 29 de fevereiro - no Museu de Évora, uma exposição comemorativa dos 500 anos dos forais manuelinos das localidades centro-alentejanas de Juromenha, Alandroal e Terena, todas do concelho de Alandroal.

A mostra é organizada conjuntamente pela Direção Regional de Cultura do Alentejo - Museu de Évora e Câmara de Alandroal.

"O MUSEU QUE HÁ"

Foi inaugurada, na passada 5ª feira, no Museu Municipal de Évora, a intervenção "O Museu que Há", da autoria dos artistas Helena Calvet e Pedro Fazenda.