Está aqui

Ministério do Ambiente

Governo vai melhorar eficiência hídrica da rega do Mira

O Ministério do Ambiente adiantou que foi feito o rebaixamento da cota de captação na albufeira de Santa Clara, em Odemira, na bacia hidrográfica do rio Mira, num total de seis milhões de euros.

Em comunicado, citado pela agência Lusa, o Governo referiu que, “para aumentar a eficiência hídrica do perímetro de rega do Mira, em cerca de 35%, será aberto um aviso PDR2020, até final de junho, no valor de quinze milhões de euros”.

 

Fotografia de radiosines.sapo.pt

Associação de Beneficiários do Mira nomeada a prémio pelas suas más práticas

A Associação de Beneficiários do Mira está nomeada para o prémio Guarda-Rios de Luto (más práticas), uma iniciativa promovida pelo Grupo de Estudos de Ordenamento do Território e Ambiente (GEOTA) que pretende alertar para aquelas que têm sido as práticas positivas e negativas nos rios portugueses.

Parque Natural do Vale do Guadiana passa a ter comissão de cogestão

O Ministério do Ambiente e da Ação Climática anunciou a constituição de mais duas novas comissões de cogestão de áreas protegidas de âmbito nacional, referentes ao Parque Natural do Douro Internacional e ao Parque Natural do Vale do Guadiana (nos municípios de Mértola e de Serpa).

Hidrogénio verde em Sines espera acordo sobre financiamento até agosto

O projeto-piloto que tem como objetivo a produção de hidrogénio verde em Sines recebeu uma primeira autorização de Bruxelas para avançar. Agora, é esperar que o consórcio H2 Sines chegue a acordo com a Comissão Europeia em relação ao financiamento para este projeto, adianta o Jornal Económico.

Falha em sistema da Extra Oils provoca mau cheiro em Vendas Novas

Em resposta a uma questão do PSD sobre o mau cheiro sentido na zona de Vendas Novas, o ministro do Ambiente justificou a situação com a ineficiência do sistema de pré-tratamento da unidade industrial da Extra Oils, avança a Lusa.

Governo proíbe apanha mecânica noturna no olival superintensivo

O Estudo sobre os impactos das culturas intensivas e superintensivas de olival em áreas de regadio desenvolvido pelo Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), confirma que a prática de colheita mecânica noturna de azeitonas nos olivais superintensivos conduz à perturbação e mortalidade de aves.

Lagoa de Santo André na Costa Alentejana só pode ser aberta ao mar em junho

A abertura ao mar da Lagoa de Santo André é feita uma vez por ano, no mês de março, para melhorar a qualidade da água e permitir a entrada de alevins de diversas espécies marinhas, como o robalo, e também de enguia (meixão), assim como a saída de enguias prateadas que se deslocam para o Mar dos Sargaços para se reproduzirem.

Este ano, devido a constrangimentos conhecidos, designadamente decorrentes da pandemia de COVID 19, a abertura anual prevista da lagoa não reuniu condições para se realizar na data estabelecida para aquele evento.