Está aqui

Migrantes

Alentejo: mediadores interculturais vão integrar ciganos e migrantes

Os municípios alentejanos de Moura, Serpa e Beja vão passar a contar com uma nova profissão nos seus concelhos, a de mediador intercultural.

A intenção é a de apoiar os processos de integração das comunidades mais vulneráveis dos seus concelhos e realizar uma “intervenção sólida junto das comunidades e dos serviços”, integrando a comunidade cigana e a mais recente vaga de migrantes.

Alcácer e Grândola promovem acolhimento de migrantes

Um projeto da Associação de Desenvolvimento do Torrão (ADT), em parceria com a Câmara Municipal de Alcácer do Sal e a Câmara Municipal de Grândola, previa a criação de um Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM).

Mais inclusão social e emprego em Beja

Em Beja a inclusão social e emprego vão ter mais apoio após a aprovação de um programa orçado em 300 mil euros.

Este investimento surge após a aprovação da candidatura ao POISE- Programa Operacional de Inclusão Social e Emprego, pela Câmara Municipal de Beja.

Inserido no projeto de Mediadores Municipais e Interculturais, estará envolvida a autarquia e uma IPSS, e, durante três anos, promoverá, entre outras coisas, a contratação de mediadores de comunidade e de migrantes.

 

Imagem de educare.pt

Odemira com novo plano para os migrantes

A Câmara de Odemira anunciou na passada semana que conta com um novo plano para a integração de migrantes, que representam já cerca de 19% da população do concelho alentejano e continua a aumentar.