Está aqui

Laboratório Hercules

“Villa” romana de Pisões vai ser estudada e valorizada

A União de Freguesias de Santiago Maior e São João Batista, o Museu Regional de Beja e a Universidade de Évora (UÉ), através do seu Laboratório HERCULES, assinaram um protocolo para estudar e valorizar o acervo das escavações realizadas no sítio arqueológico de Pisões, no concelho de Beja, considerada “uma das mais originais ‘villae’ romanas da Península Ibérica”.

Universidade de Évora analisa pinturas murais de Almada Negreiros

O Laboratório HERCULES da Universidade de Évora (UÉ) vai desenvolver trabalhos analíticos nas pinturas murais de Almada Negreiros nas gares marítimas do Porto de Lisboa, em Alcântara, e na Rocha Conde de Óbidos.

Em comunicado, a UÉ explica que o projeto vai ser desenvolvido no âmbito do Fundo Mundial de Monumentos (com a sigla em inglês WMF – World Monuments Fund), que selecionou a candidatura apresentada pela Administração do Porto de Lisboa (APL) para a preservação das pinturas murais de Almada Negreiros.

Universidade de Évora lidera estudo pioneiro sobre obras de António de Holanda

A Universidade de Évora (UÉ) está a conduzir um estudo sobre o “Atlas Miller”, um atlas português de 1519 e uma das obras ilustradas por António de Holanda, naquela que é “a primeira caracterização cronológica sistemática” de um iluminador renascentista.

Em declarações à agência Lusa, a UÉ explicou que o estudo, intitulado ROADMAP – Research On António De Holanda Miniatures Artistic Production, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), está a cargo de um consórcio transnacional de investigação.

Universidade de Évora desvenda murais de Almada Negreiros

A Universidade de Évora (UÉ), através do Laboratório HERCULES, vai levar a cabo um estudo científico das técnicas pictóricas e dos materiais usados nos murais de Almada Negreiros, existentes em Lisboa.

Universidade de Évora quer desvendar mistério das pinturas da Igreja do Espírito Santo

A Universidade de Évora (UÉ), através do Laboratório HERCULES e do Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades (CIDEHUS), vai iniciar um estudo multidisciplinar que visa desvendar o mistério das pinturas recém-descobertas na igreja do Espírito Santo em Évora.

A arte dos Tapetes de Arraiolos estudada

A arte dos Tapetes de Arraiolos é exposição e conferência.  A 14 de setembro, pelas 18 horas, na Galeria da Casa de Burgos, em Évora, será proferida uma conferência sob o tema 'Tapetes de Arraiolos - A cor ou a falta dela'.

Como oradoras estarão Cristina Barrocas Dias e Teresa Ferreira e a Ana Manhita, professoras e investigadoras do Laboratório HERCULES - Universidade de Évora.

Templo não é de Diana, é de Augusto e está preparado para existir por mais 2 mil anos

O templo romano de Évora, popularmente conhecido como templo de Diana, foi construído em homenagem ao imperador Augusto, que passou a ser venerado como um deus durante e após o seu exercício do poder em Roma.

É verdade que esta lenda que atribuiu ao templo o nome de Diana foi desmontada nos anos 90 do século XX, após os trabalhos de investigação dos arqueólogos alemães Theodor Hauschild e Felix Teichner. Mas também é certo que essa atribuição resiste, sobretudo porque repetida pela maioria dos habitantes daquela cidade património da humanidade.

ÉVORA VAI PARTILHAR TECNOLOGIA DE PONTA ATRAVÉS DO ERIHS.PT

A plataforma ERIHS.pt é lançada amanhã em Évora, congrega 3 dos mais avançados laboratórios do país na área do património e irá permitir o acesso gratuito à tecnologia de ponta e conhecimento na área da conservação e reabilitação do património a investigadores, instituições e empresas.

O lançamento desta nova ferramenta conta com a participação dos ministros da Cultura, Luís Castro Mendes e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

ÉVORA LANÇA PLATAFORMA INOVADORA PARA A REABILITAÇÃO DO PATRIMÓNIO

Dá pelo acrónimo ERIHS.PT e vai ser lançada em Évora no próximo dia 10 de janeiro. Falamos da Plataforma Portuguesa da Infraestrutura Europeia para as Ciências do Património, a única infraestrutura do Roteiro Nacional de Infraestruturas de Interesse Estratégico (RNIIE) na área da conservação e reabilitação de património cultural.
 

TEMPLO ROMANO DE ÉVORA "DEVOLVIDO" À CIDADE

É icónico e identifica a cidade de Évora em todo o planeta.

O templo romano de Évora, datado do século I DC, foi provavelmente fortificação, chegou a ser açougue, tendo sido libertado da alvenaria em 1871, com uma grande intervenção onde colaboraram Alexandre Herculano e Cinatti, o cenógrafo e que pretendeu devolver o original ainda existente ao templo romano. Nos anos 80 do século XX deu-se outra grande intervenção, com uma investigação que pôs a descoberto os espelhos de água que o rodeavam.

Páginas