Está aqui

Laboratório Hercules

ÉVORA VAI PARTILHAR TECNOLOGIA DE PONTA ATRAVÉS DO ERIHS.PT

A plataforma ERIHS.pt é lançada amanhã em Évora, congrega 3 dos mais avançados laboratórios do país na área do património e irá permitir o acesso gratuito à tecnologia de ponta e conhecimento na área da conservação e reabilitação do património a investigadores, instituições e empresas.

O lançamento desta nova ferramenta conta com a participação dos ministros da Cultura, Luís Castro Mendes e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

ÉVORA LANÇA PLATAFORMA INOVADORA PARA A REABILITAÇÃO DO PATRIMÓNIO

Dá pelo acrónimo ERIHS.PT e vai ser lançada em Évora no próximo dia 10 de janeiro. Falamos da Plataforma Portuguesa da Infraestrutura Europeia para as Ciências do Património, a única infraestrutura do Roteiro Nacional de Infraestruturas de Interesse Estratégico (RNIIE) na área da conservação e reabilitação de património cultural.
 

TEMPLO ROMANO DE ÉVORA "DEVOLVIDO" À CIDADE

É icónico e identifica a cidade de Évora em todo o planeta.

O templo romano de Évora, datado do século I DC, foi provavelmente fortificação, chegou a ser açougue, tendo sido libertado da alvenaria em 1871, com uma grande intervenção onde colaboraram Alexandre Herculano e Cinatti, o cenógrafo e que pretendeu devolver o original ainda existente ao templo romano. Nos anos 80 do século XX deu-se outra grande intervenção, com uma investigação que pôs a descoberto os espelhos de água que o rodeavam.

UNIVERSIDADE DE ÉVORA À DESCOBERTA DE ALMADA NEGREIROS

O Laboratório HERCULES da Universidade de Évora está a estudar as pinturas murais de Almada Negreiros no edifício Diário de Notícias - Imóvel de Interesse Público - em Lisboa.

Já decorreu a primeira fase de uma campanha de estudo científico das pinturas murais de Almada Negreiros e o objetivo foi elaborar um levantamento e caracterização da técnica pictórica dos materiais empregues pelo artista numa das obras icónicas da arte moderna da primeira metade do século XX.

LABORATÓRIO HERCULES IDENTIFICA MICROINVASORES DO PATRIMÓNIO

As bactérias, algas, fungos e outros microrganismos deterioraram monumentos e obras de arte e muitas vezes não são identificados e/ou detetados por conservadores e restauradores. No entanto, surge agora pela mão do Laboratório HERCULES uma forma rápida, simples e económica, uma nova ferramenta – ainda a ser a desenvolvida – e que permitirá não-especialistas em microbiologia identifiquem os microrganismos que podem estar a deteriorar o património.

ÉVORA CELEBRA HOJE 31 ANOS COMO PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE

Évora celebra hoje, 25 de novembro, o 31.º aniversário da classificação do seu Centro Histórico como Património Mundial pela UNESCO, como uma sessão evocativa às 16h00, nos Paços do Concelho.

Nesta sessão intervirão o presidente da Câmara, Carlos Pinto de Sá, e António Candeias, o investigador e diretor do Laboratório HERCULES da Universidade de Évora, que desde 2009 se dedica ao estudo e valorização do património cultural através das tecnologias mais avançadas que existem no mundo, sendo mesmo considerado o laboratório mais avançado da europa.

 

ÉVORA: FACHADA DE SANTO ANTÃO RECUPERADA COM CORES ORIGINAIS

A Igreja de Santo Antão, na emblemática Praça do Giraldo em Évora, está a sofrer obras de restauro, particularmente na sua fachada e com a descoberta dos "stucco", que são altos-relevos e decoração feita com massa, com cores originais como o cinza, o vermelho e o azul, talvez não vá ficar como a conhecemos.

LABORATÓRIO HERCULES EXPLORA MURAIS DE ALMADA NEGREIROS

O Laboratório HERCULES, da Universidade de Évora, encerrou este mês a primeira fase de "uma campanha analítica que visa caracterizar a técnica pictórica e os materiais empregues por Almada Negreiros nos murais pintados entre 1939 e 1940 na antiga sala de receção e atrium de entrada do edifício Diário de Noticias em Lisboa e prepara-se agora para realizar análises mais aprofundadas em laboratório, de camadas cromáticas que foram recolhidas no local.

LABORATÓRIO HERCULES AJUDA A DEVOLVER CORES ORIGINAIS À SALA "DO BEIJA-MÃO" DE MAFRA

Quando passam 300 anos do início da construção do Real Edifício de Mafra, a Sala do Trono oferece a partir da próxima sexta-feira aos cerca de mil visitantes diários as suas magníficas cores originais, numa intervenção que durou 7 meses e que envolveu o Laboratório HERCULES da Universidade de Évora, o mais avançado do seu género na Europa.

ÉVORA: LABORATÓRIO HERCULES VENCE PRÉMIO SANTANDER

Os investigadores do Laboratório HERCULES, em Évora, venceram o Prémio Santander de Internacionalização da Produção Científica da Universidade de Évora de 2017. 

Páginas