Está aqui

Língua

Universidade de Évora aproxima português e chinês

Está a ser desenvolvido pela Universidade de Évora (UÉ) e pela cidade de Macau um novo sistema de tradução automático chinês-português e que se prevê esteja terminado no próximo ano, num investimento a rondar o milhão de euros.

A infraestrutura tecnológica do projeto ficará em Évora, e é Paulo Quaresma, professor do Departamento de Informática da Escola de Ciências e Tecnologia da UÉ, o investigador responsável do projeto e que revelou que este programa será um salto qualitativo em relação aos existentes.

 

Imagem de cdn.jornaldenegocios.pt

 

Falar com sotaque

Numa das suas visitas a Universidade de Évora, José Saramago, o galardoado escritor português, relatou uma curiosa estória, ocorrida durante uma recente deslocação a uma universidade brasileira. Segundo Saramago, estava ele a meio de uma intervenção quando foi abordado por um membro da plateia que lhe pediu que falasse mais devagar pois muitos dos que ali estavam não conseguiam perceber o seu sotaque. Surpreendido, o escritor retorquiu incisivamente que quem tinha sotaque ali eram os ouvintes e não ele.