Está aqui

IPMA

Quase todo o país em alerta laranja devido a chuva e trovoada

O Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) colocou, hoje, segunda-feira, quase todos os distritos de Portugal continental sob alerta laranja devido à chuva e trovoada previstas para esta manhã.

De acordo com a Lusa, o alerta laranja é o segundo mais grave numa escala de três e vigora em 12 dos 18 distritos do continente (as exceções são apenas Bragança, Castelo Branco, Guarda, Portalegre, Vila Real e Viseu) e estará em vigor até às 15:00 desta segunda-feira. Os motivos, de acordo com o IPMA, são as trovoadas “frequentes e concentradas”.

Mês de julho foi “frio e seco” em Portugal relativamente à Europa

O passado mês de julho foi classificado como “frio e seco” em Portugal continental e teve uma temperatura média de 21,54ºC, segundo o boletim climático do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em comunicado, citado pelo jornal i, o instituto avança que “o valor médio da temperatura média do ar, 21.54ºC, foi -0.63ºC inferior ao valor normal 1971-2000, sendo o 5.º valor mais baixo desde 2000 (mais baixo em 2018: 21.15 °C)”.

Beja e Portalegre em risco elevado de exposição à radiação ultravioleta

Os distritos alentejanos de Beja e Portalegre encontram-se hoje, terça 31, em risco muito elevado de exposição à radiação ultravioleta (UV), de acordo com o o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Portugal continental e ilhas estão em risco elevado, exceção feita às ilhas de Santa Cruz das Flores, nos Açores, com níveis moderados de exposição à radiação UV.

É recomendado o uso de protetor solar e óculos de sol, além do evitar exposição ao sol, sobretudo nas horas de maior intensidade.

 

Imagem de tribunaonline. com.br

Portalegre em risco máximo de incêndio e Alentejo sob aviso amarelo

Os distritos de Portalegre e Santarém encontram-se hoje, segunda-feira, em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a Lusa, o IPMA colocou também vários concelhos de todos os distritos do continente (18) em risco muito elevado e elevado de incêndio.

Este risco de incêndio vai manter-se elevado em algumas regiões do continente pelo menos até sexta-feira.

Portalegre sob risco máximo de incêndio

Os concelhos de Gavião, Portalegre, Marvão, Castelo de Vide e Nisa estão hoje, quarta-feira, em risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Além destes, outros cerca de 80 concelhos dos distritos de Castelo Branco, Santarém, Guarda, Coimbra, Leiria, Viseu, Vila Real e Bragança também apresentam risco máximo.

De acordo com o IPMA, Évora e Beja vão igualmente estar sob aviso amarelo até às 18h00 desta quarta-feira, devido ao tempo quente.

Temperaturas atingem os 40ºC no Alentejo até domingo

Os valores da temperatura máxima em Portugal continental vão subir até ao próximo fim de semana, devendo ultrapassar os 40 graus em algumas regiões do interior, nomeadamente do Alentejo, esperando-se também ao longo da semana um agravamento do risco de incêndio.

A partir das 12:00 de hoje, quarta-feira, dia 11, e até às 12:00 de dia 13, sexta-feira, há sete distritos que vão estar sob aviso amarelo devido ao calor: Vila Real, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Évora e Beja.

Mais de metade do país em seca meteorológica e julho frio e seco

Cerca de 58% do território do Continente acabou o mês de julho em situação de seca meteorológica, destacando-se o Baixo Alentejo e o Algarve, que estão na classe de seca moderada. A zona de Alvalade do Sado e o sotavento Algarvio estão na classe de seca severa.

Os dados são avançados pelo Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), cujo boletim climatológico de julho indica que 39,5% do território estava em seca normal, 34,2% em seca fraca, 19,5% em seca moderada, 4,4% em seca severa e 2,4% em situação de chuva fraca.

Santarém e Alentejo sob risco de incêndio e exposição aos raios solares

O distrito de Santarém apresenta esta terça-feira risco máximo de incêndio, enquanto Portalegre, Évora e Beja se encontram em risco muito elevado, adianta o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com a Lusa, o restante território apresenta um risco moderado e reduzido, consoante a região. O risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo. Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Temperaturas sobem e risco de incêndio mantém-se elevado no Alentejo

Esta segunda-feira as temperaturas máximas vão subir, sobretudo no interior, adianta a agência Lusa. Os concelhos de Gavião, Portalegre, Nisa, Castelo de Vide, Marvão, no distrito de Portalegre, e os concelhos de Chamusca, Abrantes, Constança, Vila Nova da Barquinha, Mação, Tomar, Sardoal, Ferreira do Zêzere e Alcanena, no distrito de Santarém, estão sob risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Alentejo em risco muito elevado de incêndio e de exposição aos raios UV

Os distritos de Santarém, Portalegre e Beja estão, esta sexta-feira, em risco muito elevado de incêndio, de acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco elevado o IPMA colocou concelhos também dos distritos de Santarém, Portalegre, Setúbal, Évora e Beja.

Páginas