Está aqui

Hotelaria

Estremoz: interior do castelo reabilitado por unidade hoteleira

O Tribuna Alentejo avançou a notícia em agosto de 2018: a antiga Casa da Câmara ou Casa do Alcaide-Mor, em Estremoz, tinha sido vendida em hasta pública à Sociedade Agrícola Monte das Barrocas, por 180 mil euros. Após uma primeira venda a uma empresa norte-americana e que acabou anulada, a Câmara Municipal de Estremoz decidiu levá-la a novo leilão sendo vendida à empresa sediada no concelho..

Avançava-se, à data, que o edifício de estilo manuelino, classificado como monumento nacional desde 1924, em ruínas há várias décadas, viria a ser um hotel de charme.

Alentejo destaca-se em ano de abrandamento nacional da hotelaria

2018 foi ano de abrandamento relativo do crescimento na operação hoteleira mas com destaque para o Alentejo, com uma fatia de 58% de dormidas nacionais e com os espanhóis a dominarem na lista dos clientes internacionais, seguidos dos brasileiros (7% e 6% respetivamente. Os americanos já representam 5% dos visitantes estrangeiros ao Alentejo, à frente dos franceses, que representam apenas 3% do mercado internacional do turismo na região.

Um bar alentejano concorre para ser o melhor do país

Há um bar alentejano que procura ser o melhor do país no que toca à sua equipa de bar, o Avista bar, do Vitória Stone Hotel, em Évora.

A primeira fase para apuramento de nomeados foi realizada através de votação online, direcionada exclusivamente para profissionais, e foi assim que o Avista Bar chegou à seleção final.

Vila Galé Alter Real: obras começam com 3 ministros a assistir

Foram três os ministros, - da Economia, Pedro Siza Vieira, da Agricultura, Luís Capoulas Santos, e da Cultura, Graça Fonseca – além de vários secretários de Estado os que estiveram, esta semana, na Coudelaria de Alter do Chão para o lançamento da primeira pedra do Hotel Vila Galé Alter Real.

Hotel cinco estrelas de 2,2 milhões de euros vai nascer em Marvão

A Vila de Marvão ganha o seu primeiro hotel de cinco estrelas, num investimento estimado de 2,2 milhões de euros e cuja conclusão se prevê para 2021. Segundo o Município de Marvão, o futuro hotel de cinco estrelas vai nascer na Casa da Janela Manuelina, dentro do Centro Histórico da Vila, que será adaptado em hotel de charme, tendo já projeto aprovado pelo Turismo de Portugal.

O investimento é espanhol e vai ser o primeiro do género feito no Alto Alentejo.

 

Évora, Marvão e Ourique: mais 15 estrelas para o Alentejo

Novos investimentos em hotelaria podem vir a representar mais 15 estrelas para o Alentejo.

Um deles é o Paço de Valverde, em Évora, e que vir a ser recuperado e ser uma unidade hoteleira de 5 estrelas.

Associação de Hotelaria lança cursos de última geração no Alentejo

A Associação da Hotelaria de Portugal (AHP) vai promover novos cursos no Alentejo, em áreas como Língua e Cultura Chinesa, Revenue Management e Marketing Digital.

A Comporta, em Sines, Évora, Odemira, Beja, Elvas e Portalegre são as cidades onde vão decorrer as formações e incluem Língua e Cultura Chinesa, Banquetes e Catering – Cozinha, Revenue Management, Organização e Funcionamento do Serviço de Andares, Marketing Digital, Sistema HACCP e Serviço de Bar.

Mais informação aqui.

Taxa de ocupação na hotelaria do Alentejo recua 2%

De acordo com o AHP Tourism Monitors, ferramenta exclusiva de recolha de dados da Hotelaria nacional trabalhados mensalmente pela AHP - Associação da Hotelaria de Portugal, no mês de outubro de 2018 a taxa de ocupação desceu 1,1 p.p., enquanto o ARR e RevPAR registaram crescimentos de 2% e 1%, respetivamente.

2019 traz novo hotel a Évora

O ano de 2019 vai trazer uma nova unidade hoteleira à cidade de Évora.

Em março, pela mão da Discovery Hotel Management (DHM), marca própria de gestão hoteleira do Discovery Portugal Real Estate Fund, a cerca de 15 quilómetros de Évora, na Herdade do Perdiganito, vai surgir um hotel – com assinatura de Balonas & Menano – o Hotel Évora Machede com 57 quartos e com uma área de 11 hectares, direcionado ao segmento de famílias.

Portalegre: hotel D. João III com segunda vida

O conhecido hotel D. João III, em Portalegre, e que há mais de uma década se encontra encerrado, vai agora conhecer uma nova vida.

O imóvel pertencia ao banco BCP e foi vendido ao grupo Ohayou que o vai transformar numa unidade turística num projeto ainda a ser elaborado.

O grupo de empresários portugueses que agora adquiriu o hotel é já detentor de uma unidade 5 estrelas em Castelo de Vide.

 

 

Imagem de linhasdeelvas.pt

 

Páginas