Está aqui

GNR

Governo vai pagar retroativos de suplementos à GNR e PSP

O Ministério da Administração Interna vai proceder ao pagamento, já a partir do próximo mês de agosto, dos retroativos referentes a suplementos não pagos em período de férias, entre 2010 e 2018, aos militares da GNR e agentes da PSP.

Autarca de Borba reúne com governo para discutir novo posto da GNR

O Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, reúne-se amanhã, 27 de maio, às 15h30, com o Presidente da Câmara Municipal de Borba, António Anselmo.

A reunião tem como objetivo a discussão do contrato interadministrativo para reabilitação de um edifício, uma antiga escola primária, cedido pela autarquia para a instalação do novo Posto Territorial da GNR, num processo que se arrasta pelo menos desde 2016.

Governo ativa 77 Postos de Vigia contra incêndios

Foram ontem ativados os primeiros 77 Postos de Vigia da Rede Nacional de Postos de Vigia, coordenada pela Guarda Nacional Republicana e integrada no Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais de 2020, no âmbito da Vigilância e Deteção.

Estes 77 postos constituem a Rede Primária, que estará ativa até ao dia 6 de novembro e para a qual foram contratados mais de 300 operadores de vigilância, que asseguram o seu funcionamento 24 horas por dia, segundo comunicado da do Ministério da Administração Interna.

GNR vai ligar idosos isolados às famílias por videochamadas

A GNR vai receber tablets e acesso gratuito à net para poderem ligar idosos a viver isolados às suas famílias através de videochamadas. A ideia é suportada pela Altice e pela Huawei Portugal, que financiam os equipamentos e os dados, que serão gratuito para os utilizadores.

PSP e GNR já detiveram 225 pessoas e encerraram 2019 estabelecimentos

Desde que o Estado de Emergência foi renovado no dia 3 de abril, a Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública detiveram 117 pessoas por crime de desobediência, das quais 28 por desobediência à obrigação de confinamento obrigatório, 55 por desobediência ao dever geral de recolhimento domiciliário, 4 por desobediência de interdição de circulação fora do concelho no período da Páscoa, 11 por desobediência ao encerramento de estabelecimentos, 6 por resistência e 13 por violação da cerca sanitária de Ovar.

Governo distribui 162 mil máscaras pelas Forças de Segurança

O Ministério da Administração Interna está a distribuir um total de 122.000 máscaras aos elementos das Forças e Serviços de Segurança, da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e de outras entidades na sua tutela.

No âmbito do combate à pandemia COVID-19, na quarta-feira foram entregues 52.000 máscaras à GNR e outras 52.000 à PSP, enquanto o SEF recebeu 7.000 e a ANEPC 10.000. As restantes 1.000 máscaras foram para outras entidades do Ministério.

Autoridades já detiveram 90 pessoas e encerraram 1633 estabelecimentos

Desde a declaração do Estado de Emergência, em vigor desde as 00h00 do dia 22 de março, a Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública têm estado mobilizadas para a sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população. Até às 18h00 de ontem, 1 de abril, foram detidas 90 pessoas por crime de desobediência, designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e por outras situações de desobediência ou resistência.

No mesmo período, foram encerrados 1.633 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

 

GNR e PSP detiveram 81 pessoas e encerraram 1565 estabelecimentos

Dando cumprimento às determinações do Decreto que regulamenta o Estado de Emergência, em vigor desde as 00h00 do dia 22 de março, a Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública têm vindo a desenvolver uma intensa atividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população.

Polícia e GNR podem mandar parar e ordenar que voltem para casa

Face à situação gerada ontem na Ponte 25 de Abril em Lisboa, com centenas de carros a serem barrados pela polícia e depois da capa do jornal "Público" de hoje, 29 de março, que diz “Polícias pedem justificação de viagem sem base legal", o Ministério da Administração Interna (MAI) viu-se forçado a esclarecer que facto de não ser obrigatória a apresentação de um documento que justifique a circulação rodoviária em período de Estado de Emergência - onde vigora o dever geral de recolhimento - tal não afasta a plena competência de fiscalização rodoviária das Forças de Segurança.

SEF e GNR impedem 853 pessoas de entrar em território nacional

Com a determinação da reposição temporária do controlo de fronteiras internas com Espanha, estabelecida pela Resolução do Conselho de Ministros n.º 10-B/2020, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), iniciou às 23h00 do dia 16 de março o controlo dos passageiros nos nove Pontos de Passagem Autorizados (PPA), de Viana do Castelo, Chaves, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Elvas, Beja e Faro.

Nestes primeiros 10 dias, até ao final do dia desta quinta-feira, o SEF controlou - com a colaboração da Guarda Nacional Republicana – um total de 87.823 cidadãos.

Páginas