Está aqui

Fluviário de Mora

Rota “Família Natureza” dá a conhecer desde avestruzes a lontras no Alentejo

O Évora Hotel criou uma rota denominada “Família Natureza”, um guia que propõe conhecer espaços como o Monte Selvagem e o Fluviário de Mora.

De acordo com a unidade hoteleira, citada pelo portal Sapo Lifestyle, esta nova rota partilha informação dos locais, curiosidades, atividades, tempo do percurso e distância entre cada local, sugerindo até a paragem em alguns restaurantes para complementar esta experiência na região do Alentejo. “Este guia é partilhado com os hóspedes do Évora Hotel, a pedido, na receção do hotel”, informa a unidade.

Fluviário de Mora recebe em 13 anos o visitante número 900 mil

O Fluviário de Mora recebeu, na passada terça-feira, em 13 anos de existência, o visitante número 900 mil, anunciou a Câmara Municipal de Mora em comunicado.

De acordo com a autarquia, o visitante 900 mil foi recebido pelo presidente do município, Luis Simão, tendo sido oferecido um pack com dormida e refeições, resultado da colaboração com as unidades de alojamento e restauração locais.

Esta oferta da autarquia contemplou ainda a visita a pontos de interesse do concelho, nomeadamente ao Fluviário de Mora e ao Museu Interativo do Megalitismo.

Equipamentos municipais de Mora reabrem a partir de hoje

A partir de hoje, dia 15 de junho, vários equipamentos municipais irão abrir no concelho de Mora. O presidente da Câmara Municipal definiu a abertura de diversos espaços, uma ação inserida nas medidas de desconfinamento do concelho. O Centro Cultural de Cabeção e a Casa da Cultura de Mora são os primeiros a reabrir as suas portas e a reiniciar as suas atividades.

Mora: Fluviário e Museu do Megalitismo reabrem para a semana

O Fluviário de Mora, o Museu Interativo do Megalitismo e a Casa Museu Manuel Ribeiro em Pavia, vão abrir já na próxima semana, indicou a autarquia local.

Dia 22 de junho, estes três polos de atração turística do concelho alentejano vão reabrir ao público no cumprimento das medidas impostas pela pandemia da Covid-19.

800 mil visitantes no Fluviário de Mora

Já se contam 11 anos desde a sua inauguração; este fim se semana, o Fluviário de Mora deverá receber o visitante número 800 mil, uma ocasião única que a Câmara de Mora pretende assinalar.

O visitante 800 mil terá direito a um prémio surpresa e à oferta de um pack com dormida e refeições, além da visita ao Fluviário de Mora e ao Museu Interativo do Megalitismo.

FLUVIÁRIO DE MORA RECEBE O "TEMÍVEL" SILURO

O Fluviário de Mora acabou de receber uma nova espécie exótica, o temível Siluro ou Peixe Gato Europeu. Este exemplar foi capturado no rio Tejo e junta-se assim à família do daquele fluviário. O Siluro é uma das maiores espécies de peixes de água doce, chegando a atingir cerca de 2,8 metros de comprimento. É um predador nocturno e, por ser de fácil propagação, é considerada uma espécie invasora.

BOLO E CHAMPANHE PARA TODOS NO FLUVIÁRIO DE MORA

O maior e mais completo fluviário do país, reconhecido por toda a Europa, está em Mora, no Alentejo Central, e faz amanhã 10 anos de existência. 10 anos depois e mais de 800 mil visitantes, o Fluviário de Mora marca hoje a vida de um concelho com menos de 5 mil habitantes e o impacto na economia local tem beneficiado restauração e serviços locais em geral.

Para celebrar a data o Fluviário de Mora vai oferecer bolo de aniversário e champanhe para todos os visitantes no próximo sábado, dia 25 de março.

MORA: ABERTAS CANDIDATURAS AO PRÉMIO JOVEM CIENTISTA DO ANO

O período de candidaturas ao Prémio Fluviário de Mora 2016 – Jovem Cientista do Ano decorre até ao dia 31 de Dezembro e distingue alunos de doutoramento, mestrado ou licenciatura que tenha publicado, como primeiro autor, um artigo (revista SCI), no ano a que se refere o concurso, na temática conservação e biodiversidade de recursos aquáticos continentais (Estuários e Rios).

Este prémio já distinguiu 11 jovens investigadores, promovendo o desenvolvimento do conhecimento nas áreas da Conservação e Biodiversidade dos Recursos Aquáticos Continentais (Rios e Estuários).

MORA: FLUVIÁRIO E DELTA CAFÉS LANÇAM CAMPANHA PROMOCIONAL

São cinquenta mil (50 000) pacotes de açúcar com uma colecção de imagens do Fluviário de Mora e que vão chegar às mesas de cafés e restaurantes da Grande Lisboa e do centro do País. Num acção conjunta com a Delta Cafés, a colecção de imagens do Fluviário de Mora em pacotes de açúcar revela, entre outros segredos, que as lontras são capazes de assobiar, guinchar e chiar, que os cágados são mais antigos que os dinossauros, que os peixes nunca dormem e que há rãs venenosas no Alentejo.

COMO UMA VILA ALENTEJANA ENGANOU O DESAPARECIMENTO

Com menos de 5 000 habitantes o concelho de Mora, distrito de Évora, teve que se reiventar para escapar ao inexorável despovoamento de que padece o interior do país, particularmente o Alentejo. Primeiro foi o Fluviário, um aquário público dedicado aos ecossistemas de água doce inaugurado a 21 de Março de 2007 e que colocou a vila no mapa dos locais nacionais a visitar. 

Páginas