Está aqui

finanças

IMI FAMILIAR EM MUNICÍPIOS ALENTEJANOS

Com a introdução da figura do “IMI familiar” no Orçamento do Estado de 2015, esta semana, três municípios do distrito de Beja anunciaram a adoção deste conceito: Ferreira do Alentejo, Mértola e Ourique, que se juntaram assim a mais 142 os municípios de todo o país que já tinham adotado a esta medida.

BORBA PEDE EMPRÉSTIMO PARA LIQUIDAR PAEL

A Câmara Municipal de Borba (Évora) pretende pedir um empréstimo bancário antecipar a liquidação da dívida do município contraída ao abrigo do Programa de Apoio à Economia Local (PAEL).

A EDUCAÇÃO FINANCEIRA E AS ELEIÇÕES

Se é leitor assíduo das minhas crónicas (gosto de acreditar que os há!) então já se apercebeu que de vez em quando surgem pontos prévios. Basicamente o objetivo é deixar claras algumas situações, para evitar polémicas. Pois bem, hoje o ponto prévio… são três pontos: não pertenço a nenhum partido político; não faço campanha eleitoral por nenhum partido; não venho aqui discutir propostas. Isto para evitar equívocos. Agora passo a contar três histórias cuja semelhança com realidades próximas de nós se calhar não são pura coincidência.

LITERACIA FINANCEIRA – O DINHEIRO MULTIPLICA-SE MESMO!

Fecha-se hoje um ciclo de 7 crónicas sobre literacia financeira. Espero que durante estas 7 semanas o leitor tenha gostado do que tem aqui sido escrito. Mas o trabalho não está acabado: ainda falta a crónica de hoje.

Esta crónica mete bancos: esses malvados que só nos cobram comissões, que podem fazer com que eu perca tudo o que tenho e que não dão nada em troca. Três afirmações erradas: 1. é possível ter contas que não pagam comissões; 2. se tiver o dinheiro aplicado em depósitos à ordem ou a prazo tem o seu dinheiro garantido sem risco (a menos que tenha mais de 100.000€ no banco; e mesmo assim pode dividir o dinheiro por vários bancos); 3. o seu dinheiro multiplica-se. Mesmo!

PORTUGAL COM METADE DA EVASÃO FISCAL DE ESPANHA

Portugal é um dos países da União Europeia com menor nível de evasão fiscal. Estes dados são revelados num relatório elaborado por iniciativa da Comissão Europeia.

LITERACIA FINANCEIRA – CRÉDITO (INCLUI CARTÃO!)

Em 2012 uma instituição financeira garantia créditos com “oferta diversificada de pra­zos, com mensalidades que se adaptam ao seu orçamen­to e com taxas fixas desde o início ao fim do contrato”, com taxas de juro a partir de 13,25%. Em 2015 a mesma instituição financeira garante créditos com “oferta diversificada de pra­zos, com mensalidades que se adaptam ao seu orçamen­to e com taxas fixas desde o início ao fim do contrato”, com taxas de juro a partir de 15,2%. Além dos quase 2 pontos percentuais, quais as diferenças? Nenhuma…

CRASH NA BOLSA DE PEQUIM?

O Diário Económico on-line defende na sua edição de hoje que Pequim está incapaz de travar o colapso da sua Bolsa de Valores.

Empresas no valor de 1,27 biliões de euros já suspenderam a negociação dos seus títulos, numa altura em que a praça chinesa caiu 38,5% e em que alguns especialistas apontam para quedas de mais 35%, como é o caso da Oxford Economics, em declarações à CNN.

SOMOS TODOS POLÍCIAS! – Parte II

A semana passada a crónica Economicamente Falando abordou a problemática de se ser polícia fiscal. Continuamos na saga dessa excelente profissão esta semana!

No dia em que nasce a ideia para escrever esta crónica, acabo de ler uma notícia de um jornal a dizer, e cito, “Justiça protege os devedores de IVA”. A minha primeira reação é de indignação, até porque acho que a justiça não deve pactuar com devedores. Se calhar é mesmo preciso polícia fiscal… Ou então…

Dinheiro: a historieta de Um, Outro e Mais-Alguém

Parece ser o sangue da economia, na medida em que leva energia a todas as células da sociedade. É, até, estudado como se tal efetivamente fosse (transportador de energia), através do uso de funções termodinâmicas – é a econofísica. Mas, o que é o dinheiro, à luz da opinião de um comum mortal? Papel, metal, impulsos elétricos, mera linguagem de significados prometidos? Segue uma dessas opiniões…

Páginas