Está aqui

Falta de professores

Sindicato afirma que falta de professores no Alentejo “é pior do que se imagina”

Um comunicado enviado pelo Sindicato dos Professores da Zona Sul (SPZS) alerta para a falta de professores no Alentejo e Algarve, afirmando mesmo que a situação “é pior do que se imagina”, avança A Planície.

De acordo com o documento, após cinco semanas desde o início do ano letivo “há necessidade de, pelo menos, 35 docentes na área sindical do SPZS”.

O sindicato acrescenta que os números sobre a falta de professores nas escolas das regiões alentejana e algarvia foram apurados na sequência de um questionário sobre os horários em falta pelo SPZS junto dos agrupamentos.