Está aqui

Europa

Histórias esquecidas: die Vertriebene (“os expulsos”)

Entre os vários acontecimentos que se seguiram ao final da Segunda Guerra Mundial, a história dos Alemães do Leste Europeu, entre 1944 e 1949, impressiona em termos de números e vastidão geográfica.

Desde o final da Idade Média que existem, em muitas áreas da Europa Oriental, da Lituânia à Turquia, comunidades de língua alemã organizadas com diferentes tradições e formas.

As crueldades cometidas na guerra da Ucrânia são imperdoáveis!

À medida que as tropas russas vão deixando o Norte da Ucrânia, vem ao decima uma realidade de horror: corpos de civis pelas ruas, de mãos atadas, queimados ou enterrados em valas comuns, corpos de mulheres nuas abandonados na estrada e animais abatido, e muitas outras atrocidades difíceis de descrever.

É possível dizer que há uma guerra da Ucrânia antes das atrocidades em Bucha e outra após a realização das mesmas.

Numa primeira fase, dois meses após a invasão russa, é possível ver imagens que mostram a dimensão da destruição na Ucrânia.

“Somos feitos de pessoas” Delta Cafés em ajuda aos refugiados

Numa iniciativa conjunta promovida pela Delta Cafés, Câmara Municipal de Lisboa e a consultora GCI surge o movimento solidário “Somos feitos de pessoas”.

Este movimento irá ajudar famílias de refugiados ucranianos a virem para Portugal.

A Delta Cafés irá assegurar toda a logística, desde o transporte e alimentação, e estará disponível para analisar eventuais oportunidades de emprego em colaboração com as entidades oficiais.

Felicito a solidariedade na União Europeia

Chegam às fronteiras da Polónia, Hungria e Eslováquia com a Ucrânia, com cartazes, dando apoio, oferecendo bens e lugares nas suas viaturas para quem quer partir. Oferecem muitas vezes as suas casas para acolher as famílias ucranianas que foge á guerra.

São muitos os voluntários estrangeiros, de múltiplas nacionalidades, que conduziram uma enormidade de horas para apoiar os refugiados ucranianos. É notável!

Estes cidadãos ucranianos tiveram que sair das suas terras, no meio de bombardeamentos, trazendo os seus filhos para a ´´segurança´´ europeia.

O Leste Europeu no centro do Mundo

Em 1919 foi assinado o tratado de Versalhes pelos aliados vencedores da 1ª Guerra Mundial, e pela vencida Alemanha. Este tratado que impunha o pagamento de avultadas despesas à Alemanha como responsável máxima pela guerra na Europa é visto por muitos como o grande responsável pela escalada de Hitler até ao poder e consequentemente da 2ª Guerra Mundial. Esta introdução serve como metáfora ao que considero ter sido uma humilhação praticada pelos EUA e Nato à Rússia desde a queda da União Soviética.

Qual é o animal mais perigoso do mundo?

“You are looking at the most dangerous animal in the world. It alone of all the animals that ever lived can exterminate (and has) entire species of animals. Now it has the power to wipe out all life on earth.” (“Está a olhar para o mais perigoso animal do mundo. É o único de todos os animais que alguma vez viveu capaz de exterminar (e já o fez) espécies completas de outros animais. Tem agora o poder de terminar toda a vida na Terra”) - dizia um espelho no Zoo do Bronx, em Nova York, em 1963.

Porto de Sines “tem capacidade para novo terminal de gás”

O presidente da Administração dos Portos de Sines e do Algarve (APS), José Luís Cacho, assegura que “há capacidade para construir um novo terminal de gás natural liquefeito (GNL)” em Portugal, de forma a “aumentar a capacidade de armazenamento” para a Europa, adianta o Jornal de Negócios.

Segundo a mesma fonte, estas declarações surgem depois de o comentador Luís Marques Mendes ter afirmado que Bruxelas se prepara para “incentivar as interconexões entre a Península Ibérica e França para levar gás até à Europa Central”, procurando uma alternativa à compra de gás à Rússia.

Viagem de volta

por Giuseppe Steffenino

"No caminho de volta a Roma, queria parar primeiro em Bruzgi - entre a Bielorrússia e a Polónia, depois aqui em Lipa - entre a Bósnia e a Croácia. Queria lembrar os nossos muitos irmãos muçulmanos, incluindo crianças, que morreram de frio neste inverno. Eram principalmente afegãos, sírios e iraquianos fugindo da guerra. Eles foram rejeitados, espancados, roubados, humilhados pelos guardiões das fronteiras da União Europeia.

Que Deus os una

Por Giuseppe Steffenino

“Queridos irmãos em Cristo da Rússia e da Ucrânia: encontramo-nos hoje, aqui, em Odessa com Kirill, Epifanij Hilarion e Svyatoslav. O Espírito Santo instigou cada um de nós a fazer esta perigosa jornada para fora de nossos palácios, sem negociações diplomáticas preliminares, e protegeu-nos, trazendo-nos aqui do meio da batalha sãos e salvos.

Na verdade, tivemos que finalmente olhar nos olhos um do outro, conversar um com o outro e falar Consigo a uma só voz. Odessa: 1905, 1941, 2 de maio de 2014.

Projeto europeu testa intervenção inovadora para melhorar a qualidade de vida dos doentes oncológicos mais velhos

Uma intervenção inovadora para doentes oncológicos mais velhos, que conta com um “navegador” para fazer a ponte entre o sistema de saúde, sistema social e outros serviços na comunidade mediante as necessidades do doente e da família, vai ser implementada e testada em seis países europeus, incluindo Portugal, no âmbito de um projeto de investigação que acaba de obter seis milhões de euros de financiamento.

Páginas