Está aqui

Ervideira

Ervideira fechou o ano com faturação a subir 25%

A adega da Ervideira fechou o ano com faturação a subir 25% e com resultados líquidos de 10%.

Situada em Vendinha, entre Reguengos de Monsaraz e Évora, a adega alentejana enfrentou em 2021 um ano desafiante, em que o mercado esteve fechado cerca de três meses e meio, mas os resultados agora conhecidos mostram uma evolução positiva dos resultados obtidos após a quebra de faturação de cerca de 35% registada em 2020.

Produtores alentejanos convidam visitantes a participar nas vindimas

No Alentejo as vindimas começam na primeira quinzena de agosto para recolher as uvas para os espumantes que se pretendem com menor grau de álcool e maior acidez. Mas é na segunda quinzena deste mês que as atividades têm início em algumas casas produtoras, adianta o portal Sapo Lifestyle.

Ervideira recupera faturação e reforça investimento nos vinhos

Depois do choque que a grande generalidade das economias e empresas nacionais sofreram em 2020, fruto da pandemia e dos seus efeitos, 2021 tem representado para a adega da Ervideira um ano de recuperação.

O ano passado significou para a produtora alentejana uma redução de 32% na faturação, conseguindo ainda assim ter apresentado um saldo positivo superior a 100.000€. Os resultados do primeiro semestre  mostrar um crescimento de 11% -alicerçado num crescimento do mercado - na faturação total face a 2020, ainda assim, 26% abaixo de 2019.

Regressa o vinho... Invisível

Esta será a 12ª Edição do vinho “Invisível” uma marca com a qualidade da adega alentejana Ervideira.

Foi o primeiro “blanc de noir” a nascer em Portugal, e que, segundo o CEO da Ervideira, Duarte Leal da Costa, “é, sem dúvida, dos grandes sucessos da Ervideira”.

“Quando em 2009 lançamos a primeira edição, sabíamos que tínhamos em mãos um produto de enorme qualidade, de elevado requinte, e que os consumidores iriam querer comprar e recomendar a todos os seus contactos.”

Ervideira fecha 2020 com lucro de 130 mil euros e aposta em novos projetos

A Adega Ervideira, em Vendinha, no concelho de Évora, anunciou que fechou o ano de 2020 com 130 mil euros de lucro, apesar do ano “em que tudo parou e vimos projetos ficarem em ‘standby’”.

Em comunicado, citado pela agência Lusa, a empresa refere que o “sucesso de 2020” se deveu ao “grande exercício de gestão e contenção de custos levado a cabo pela empresa”, que viu “uma queda de 32% das vendas” devido à pandemia, uma vez que a sua grande parte do negócio depende do canal Horeca (hotéis, restauração e cafés) e das lojas próprias, na adega e abertas em Monsaraz, Évora e Lisboa.

Ervideira lança o seu primeiro azeite a partir do olival tradicional de Portel

A Adega Ervideira vai lançar o seu primeiro azeite, após ter comprado, este ano, parte da produção da Cooperativa Agrícola de Portel, feita a partir de olival tradicional, revelou o responsável da empresa.

Álcool gel de adegas alentejanas afastado por produtos “sem controlo”

As empresas vitivinícolas do Alentejo não têm capacidade de competir no mercado de álcool gel devido à proliferação de produtos baratos, mas “sem controlo” das autoridades, avança a Lusa.

A informação foi avançada pelos responsáveis da Ervideira e da Adega Cooperativa da Vidigueira, Cuba e Alvito, que foram das primeiras adegas a apoiar a linha da frente do combate à pandemia de covid-19, numa altura de enorme escassez de álcool gel. Contudo, um ano depois de pandemia, estão praticamente “fora do mercado”.

Ervideira lança vinhos premium alentejanos no mercado nacional

A Ervideira, criada por dois irmãos da família Leal da Costa, anunciou que a nova marca “premium” de vinhos alentejanos, denominados Flor de Sal, vão estar à venda, de forma gradual, nos próximos anos. A informação foi avançada pelo portal Trendy.

Alentejo vence nova medalha de ouro com Conde D’Ervideira Reserva Branco

A tradição mantém-se e o Conde D’Ervideira Reserva Branco volta a trazer uma medalha de ouro para o Alentejo, do Mundus Vini, na Alemanha. No total, este vinho já arrecadou mais de 20 medalhas de ouro, tendo uma delas sido a de melhor vinho branco do Mundo, também neste concurso, em 2017.

Centenária Ervideira abre lojas em Castelo de Vide, Lisboa e Fátima

A centenária Ervideira dá os primeiros passos fora da sua zona de conforto. A produtora vitivinícola sai do Alentejo e expande agora o seu negócio de Enoturismo a outras cidades do país com a abertura de lojas de vinhos.

Páginas