Está aqui

EMBRAER

Venda das fábricas Embraer em Évora concluída “em breve”

O processo de venda das duas fábricas de Évora da construtora aeronáutica Embraer à espanhola Aernnova está a ser ultimado e deve estar concluído “em breve”, avança a agência Lusa.

De acordo com a empresa brasileira, a “parceria estratégica” entre as duas empresas foi anunciada em 12 de janeiro deste ano e contempla a venda à Aernnova de “todas as ações referentes às unidades industriais Embraer Metálicas e Embraer Compósitos”, em Évora.

Embraer abre 100 vagas de emprego em Évora

 A Embraer abriu 100 vagas para atuação nas unidades industriais Embraer Metálicas e Embraer Compósitos, localizadas no Parque Industrial Aeronáutico de Évora, em Portugal. O salário base inicial é de 900 euros para trabalhadores qualificados. Também há oportunidades para profissionais não qualificados no setor, com um valor base inicial de 830 euros, que passarão por formação interna. Os candidatos podem enviar a candidatura para candidaturas.embraer@embraer.net.br.

Pinto de Sá espera “ampliação da produção” nas fábricas da Embraer

A venda das fábricas da Embraer em Évora à espanhola Aernnova, fornecedora da empresa brasileira e de outros construtores aeronáuticos, “pode permitir ampliar a oferta produtiva” destas unidades, disse o autarca do concelho alentejano.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara de Évora, Carlos Pinto de Sá, frisou que, pelo menos, “é essa a expetativa” que tem, de que esta venda permita “o alargamento do funcionamento e da produção das atuais fábricas” situadas naquela cidade.

Fábricas da Embraer em Évora vendidas por 151 milhões de euros

As unidades industriais Embraer Metálicas e Embraer Compósitos, subsidiárias da Embraer e localizadas no Parque Industrial Aeronáutico de Évora, foram vendidas à espanhola Aernnova por 172 milhões de dólares (151,5 milhões de euros).

De acordo com o jornal ECO, este valor ainda está sujeito a ajustes até à conclusão do negócio, que se prevê para o primeiro trimestre deste ano.

Évora: Chineses podem entrar na Embraer

A história da fusão da maior construtora de aviões brasileira e a terceira maior do mundo parece estar ainda muito longe de encontrar uma solução, agora que a Boeing desistiu unilateralmente da entrada no capital da Embraer com a aquisição da divisão de aviação comercial brasileira e os chineses da COMAC parecem estar interessados no lugar deixado vago.

Boeing vs Embraer: o que vai acontecer às fábricas de Évora?

A norte-americana Boeing e a empresa brasileira Embraer – que detém várias fábricas em Portugal - tinham estabelecido um acordo de parceria antes da crise pandémica.

Embraer entrega fábricas de Évora à Boeing em abril

As duas fábricas da Embraer em Évora vão passar para as mãos da norte-america Boeing a parti do próximo mês de abril, mês em que estarão concluídos todos os procedimentos do processo que resultou na parceria entre a Boeing e a Embraer, anunciada há cerca de um ano, onde a Boeing passará a gerir as duas unidades industriais antes controladas pelo grupo brasileiro em Évora, ficando a Embraer com 20% do capital da dupla aeronáutica.

Évora: Embraer KC-390 completou com sucesso testes de lançamentos de cargas em voo

O Embraer KC-390, agora denominado C-390 Millennium, finalizou os testes de lançamento de cargas em voo com sucesso. Com uma série de componentes construídas nas fábricas da Embraer em Évora, a aeronave de transporte multi-missão de nova geração KC-390 Millennium concluiu com sucesso a campanha de testes de lançamento de cargas por gravidade e de cargas pesadas por extracção com emprego dos métodos CDS (Container Delivery System) e LVAD (Low Velocity Air Drop).

Embraer está a recrutar 20 estagiários para Évora

A Embraer abriu as inscrições para a segunda fase do Programa de Estágios Profissionais nas fábricas de Évora. Em comunicado, a multinacional aeronáutica publicita 20 vagas disponíveis em 15 áreas com Analista de contratos e suprimentos, engenheiro de desenvolvimento de produto, engenheiro informático, mecânico montador de estruturas, operador de logística, operador de processos especiais, técnico de manutenção e técnico de qualidade.

Embraer já investiu mais de 400 milhões de euros no Alentejo

A aventura da brasileira Embraer no Alentejo começou quatro anos antes da inauguração de duas fábricas no então recém criado Parque Aeronáutico em Évora - uma aposta do governo e da autarquia - em setembro de 2012 e que representaram um investimento inicial de 180 milhões de euros.

Páginas