Está aqui

EMBRAER

Embraer oferece 20 vagas para estágios profissionais em Évora

A fabricante de aviões Embraer em Évora abriu vagas para um programa de estágio profissional em Évora nas áreas da engenharia, operações e tecnologia. Ao todo são 20 vagas, e o período de candidaturas termina no dia 11 de maio.

Évora ganha com a compra dos aviões militares KC-390 à Embraer

Foi a ideia que a Boeing pretendeu passar ao governo esta semana numa reunião entre João Gomes Cravinho e a gigante americana, parceira e dona de parte da Embraer, que tem duas fábricas em Évora. O setor da construção aeronáutica em Évora vai sair reforçado com a compra dos cinco novos aviões de transporte tático KC-390 por parte do Estado à parceira brasileira Embraer.

Accionistas da Embraer aprovaram hoje fusão com a americana Boeing

Os acionistas da Embraer aprovaram hoje, terça-feira, 26 de fevereiro, o acordo entre a empresa brasileira e a Boeing, durante uma assembleia geral extraordinária. A aprovação da fusão da Embraer com a Boeing mereceu 96,8% dos votos dos accionistas, o que estabelece uma joint venture – empreendimento conjunto – composta pelas operações de aeronaves comerciais da Embraer.

Estado português trava compra de aviões à Embraer

O Estado português admite abandonar o projeto de aquisição de aviões KC-390 caso a Embraer não baixe os valores pedidos. A declaração foi feita hoje no parlamento pelo chefe do Estado-Maior da Força Aérea (CEMFA), general Manuel Rolo, que refere uma negociação "férrea" entre o estado português e a construtora brasileira, com duas fábricas em Évora.

a Embraer pediu primeiro 120 milhões de euros, mas depois desceu para 97 milhões de euros, o que está ainda muito acima do valor que o estado português considera aceitável.

Fusão entre Embraer e Boeing volta aos tribunais

O desenvolvimento do processo negocial de aquisição da Embraer pela Boeing afeta diretamente as fábricas nacionais – OGMA e Évora - que são ainda da multinacional brasileira.

Agora foi o PDT - Partido Democrático Trabalhista brasileiro que revelou que levará à Justiça o acordo entre a Embraer e a Boeing, pondo em causa a decisão do conselho de administração da empresa brasileira que, no passado dezembro, aprovou a parceria com a Boeing e onde se prevê criar ganhos de operação equivalentes a 150 milhões de dólares.

Governo brasileiro não se opõe à fusão da Embraer com a Boeing

O Governo Brasileiro não pensa em interromper a fusão entre as construtoras de aviões Embraer e Boeing, segundo declarações do ministro do Gabinete de Segurança Institucional do Brasil (GSI), general Augusto Heleno, após dúvidas levantadas a este propósito pelo presidente Jair Bolsonaro.

Fusão da Embraer com a Boeing levanta dúvidas a Bolsonaro

O jornal espanhol “El Confidencial” avançou em maio de 2018 que a gigante norte-americana Boeing poderia estar prestes a dar o “abraço do urso” à gigante brasileira Embraer e ficar com as duas fábricas de Évora – além da OGMA, em Lisboa, e do polo aeronáutico da companhia brasileira em Casablanca, Marrocos.

Boeing sem barreiras para entrar em Évora

O jornal espanhol “El Confidencial” avançava em maio deste ano que a gigante norte-americana Boeing poderia estar prestes a dar o “abraço do urso” à gigante brasileira Embraer e ficar com as duas fábricas de Évora – além da OGMA, em Lisboa, e do polo aeronáutico da companhia brasileira em Casablanca, Marrocos.

Embraer investiga avaria de avião que aterrou de emergência em Beja

A construtora de aviões Embraer, com fábricas em Évora, já fez deslocar uma equipa para Beja, para apoiar a investigação da avaria que forçou um avião (Embraer 190) a aterrar ontem de emergência na Base Aérea de Beja. O avião, da companhia aérea Air Astana, do Cazaquistão, tinha acabado de sair da OGMA (onde a EMBRAER tem participação), após a conclusão dos trabalhos de manutenção.

Embraer vende 15 jatos por 620 milhões. E175 é produzido parcialmente em Évora

A Embraer acaba de vender por 620 milhões de euros 15 jatos à American Airlines. O modelo, o E175, de 76 lugares, é composto de asas e caudas produzidas nas fábricas do gigante brasileiro em Évora, e prevê-se que comece a ser entregue em 2020. 

Ao todo a American Airlines já comprou à Embraer 104 aviões deste modelo, sendo que a Embraer já vendeu, desde 2002, um total de 1400 aviões deste modelo, muito popular em voos domésticos e regionais.

Páginas