Está aqui

EFMA

Baixo Alentejo: investimentos em Alqueva vão chegar aos 2,7 mil milhões de euros

BEI e BCE vão financiar os 236 milhões que serão necessários para concluir a segunda fase da expansão da área de regadio do Alqueva, que passará dos atuais 120 mil hectares para 170 mil hectares. Esta obra, prevê-se, estará concluída em 2023.

Se somarmos a este valor os investimentos que já foram feitos no EFMA – Empreendimento de Fins Múltiplos do Alqueva, chegamos a um valor próximo dos 2 mil e 700 milhões de euros de investimento no Baixo Alentejo naquela empreendimento, 2 mil milhões dos quais executados entre o início da obra e 2012