Está aqui

Educação

Semeando ventos e querendo PIB

As mais recentes previsões de outono da Comissão Europeia para 2024, no que concerne ao desenvolvimento económico da União Europeia, não são animadoras para Portugal. Não digo que sejam chocantes. São alarmantes, graves, não são boas. Não são, de todo, uma boa notícia, mas estavam ou estão à espera de milagres?

Alentejo é a região de Portugal continental com menos diplomados

O Alentejo apresenta a menor percentagem de trabalhadores com o ensino superior (15%) em Portugal continental. Entre os trabalhadores da região, 53% frequentaram apenas o ensino básico, 32% o ensino secundário, 13% possuem uma licenciatura e 1% um mestrado. A saúde, as ciências empresariais, a engenharia e técnicas afins estão entre as áreas de formação superior mais comuns. Verificou-se uma diminuição do desemprego nos recém-diplomados de quase 5%, entre 2014 (10,1%) e 2021 (5,2%).

Ourique elabora nova Carta Educativa Municipal

O município de Ourique anunciou que, dentro de algum tempo, o concelho vai ter uma nova Carta Educativa Municipal, na qual estarão estabelecidos os objetivos estratégicos de intervenção para a Educação na próxima década.

Professores, Independência e República

Na data de hoje celebram-se 3 marcos de suma importância: o Dia Mundial do Professor, a assinatura do Tratado de Zamora e que deu, formalmente a independência a Portugal e o Dia da Implantação da República Portuguesa.

O Dia Mundial do Professor celebra-se anualmente no dia 5 de outubro. Ser professor ou professora é, segundo os conceitos de Edgar Morin, “uma profissão complexa” onde a “incerteza, a ambiguidade das funções são o seu melhor traço definidor”, de tal modo que Freud ter-se-á referido à profisão como sendo impossível.

Reguengos de Monsaraz avança com apoio a famílias

A Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz vai implementar diversas medidas de apoio às famílias do concelho, nas áreas da educação e da ação social.

Em comunicado, a autarquia explica que uma das primeiras medidas é tornar a Componente de Apoio à Família, “criada para ajudar os pais dos alunos que tenham uma ocupação profissional com horários incompatíveis ao escolar”, gratuita no ano letivo 2022-2023 para todos os beneficiários, “independentemente do escalão de rendimentos”.

IPBeja: candidaturas abertas para Reingresso e Mudança de Par Instituição/Curso

O Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) já está a aceitar candidaturas aos Concursos de Reingresso e de Mudança de Par Instituição/Curso.

De acordo com a Rádio Pax, a mudança de par Instituição/Curso pode ser pedida pelos estudantes que tenham feito (em ano letivo anterior àquele a que se refere o requerimento) matrícula e inscrição noutro par Instituição/Curso de licenciatura e que não o tenham terminado. Este concurso tem ainda outras condições que devem ser satisfeitas e que podem ser encontradas no seu regulamento.

Centro Educativo Alice Nabeiro celebra 15 anos

O Centro Educativo Alice Nabeiro vai comemorar 15 anos de existência com a realização da primeira conferência Manuel Ferreira Patrício, no próximo dia 30 de maio.

Com a presença e intervenção do Ministro da Educação, João Costa, a conferência terá lugar no Centro de Ciência do Café, em Campo Maior, pelas 9h30, e será subordinada ao tema “O Futuro da Educação”.

Portalegre lança Pós-Graduação em Enoturismo

O Instituto Politécnico de Portalegre em colaboração com a Escola de Hotelaria e Turismo de Portalegre, a Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo e com a Comissão Vitivinícola da Região Alentejana desenvolveram a Pós-Graduação em Enoturismo, que conta com o apoio da Agência Regional de Promoção Externa do Alentejo e da Comissão de Coordenação da Região Alentejo. 

Castro Verde tem “em curso mais de 7M€ de investimento”

O presidente da Câmara Municipal de Castro Verde, António José Brito, em declarações ao Correio Alentejo, afirmou que a autarquia tem “em curso mais de sete milhões de euros de investimento, um valor muitíssimo revelante e sem par em Castro Verde nos últimos 20 anos”.

Entre os investimentos, contam-se as obras da nova Zona Empresarial, as obras da escola secundária, a construção de uma nova creche e jardim-de-infância, a obra de requalificação da EM 515 e as empreitadas de requalificação urbana e das redes de água.

Seis municípios de Beja ainda não aceitaram competências da educação

No âmbito da lei-quadro da transferência de competências do Estado para as autarquias locais e entidades intermunicipais, os autarcas do Baixo Alentejo “consideram que a transferência na área da educação acarreta grandes responsabilidades para os municípios e que todas as matérias devem estar previstas nos valores a transferir pelo Estado”, avança o Diário do Alentejo.

Páginas