Está aqui

Educação

“Patas de Cavalo” tornam-se esculturas em Alcácer do Sal

Em Alcácer do Sal, as “patas de cavalo” - um dispositivo metálico que impede o estacionamento de automóveis, deram origem a 3 obras de arte urbana pela mão de alunas da Escola Secundária de Alcácer do Sal.

A ideia surgiu com a vontade de reciclar ditas “patas de cavalo” que haviam sido retiradas pela autarquia e as jovens artistas Maria do Carmo Carraça e Joana Cachopo, reutilizaram-nas e realizaram as obras na disciplina de Oficina das Artes, sob coordenação do professor Nélson Latas.

 

Escolas rurais de Beja vão receber novos equipamentos de ar condicionado

Ao todo são noves as escolas básicas de Beja que vão receber novos equiamentos de ar condicionado, numa empreitada de cerca de 40 mil euros, suportado por aquele Município alentejano.

As escolas de Baleizão, Beringel, Cabeça Gorda, N.ª Sr.ª das Neves, Penedo Gordo, Santa Clara de Louredo, Santa Vitória, São Matias e Trigaches vão receber 42 novos equipamentos de ar condicionado, que serão instalados logo após o fim da época escolar.

 

Comida + design + sustentabilidade ambiental: um debate improvável em Portalegre

É para celebrar o Dia do Design 2019 que os estudantes de Design de Comunicação do Politécnico de Portalegre voltam a organizar mais uma edição do evento D’day.

De 7 a 9 de maio, no Campus Politécnico, serão abordadas temáticas relacionadas com eco design, food design e produtos endógenos.

Quando as mulheres eram esquecidas

De 22 a 24 de abril, em Évora, decorrerá o Congresso Internacional | "Um Reino de Mulheres: Expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas", o congresso que recorda a multidão de mulheres importantes que fizeram História e que foram vítimas do esquecimento.

Foram muitas as mulheres que, nas expressões literárias, culturais e artísticas nas instituições monástico-conventuais femininas fizeram história e foram esquecidas; serão recordados pela Universidade de Évora a 22, 23 e 24 de abril de 2019.

Arraiolos entregou 60 mil euros em apoios a estudantes da terra

O Município de Arraiolos juntou cerca de meia centena de alunos e pais para a entrega de apoios aos estudantes no valor total de 60 mil euros correspondentes ao atual ano letivo. Os apoios servem para encarregados de educação comprarem livros e material escolar no ensino básico e finaciam também os estudos de estudantes do ensino superior com carência económica.

Escolas de Évora preparam-se para menus vegetarianos

O Município de Évora está a formar as cozinheiras das escolas da região em alimentação vegetariana e na preparação de novas ementas escolares para alunos vegetarianos ou com restrições alimentares.

A área, que é "completamente desconhecida para a maioria das cozinheiras", está a despertar interesse naquelas profissionais, que pretendem novas ações de formação, no âmbito do Plano de Ementas Escolares - Ementa Escolar Sazonal Mediterrânica e do Plano de Ementas Vegetarianas (segundo a Lei nº 11/2017 de 17 de abril).

O Festival “Política” chega a Évora

A política já tem um festival e vai chegar ao Alentejo. Se há coisa que os portugueses gostam é de discutir política. Se a política se discute na rua, no café, na fila dos correios, porque não num festival?

O objetivo deste festival é o de aproximar as pessoas da política e, após a discussão de temas como a abstenção e os direitos humanos, este ano, marcado pelas eleições europeias, o tema desta terceira edição do Festival Política será a Europa.

Crato declara guerra ao insucesso escolar com recurso às novas tecnologias

É com um investimento de cerca de 260 mil euros - comparticipado por fundos comunitários do programa Portugal 2020 – que a Câmara Municipal do Crato e o Agrupamento de Escolas do Crato lançaram a plataforma E-du.Crato.

Esta plataforma pretende ser um espaço online que quer combater o insucesso escolar e promover a utilização de tecnologias de informação e comunicação por parte dos jovens do concelho.

Jogos de tabuleiro: vamos esclarecer umas ideias?

Os jogos de tabuleiro modernos têm, actualmente, mais visibilidade fora da “comunidade gamer”, ganhando aceitação e adeptos fora dos nichos tradicionalmente “geek”. Apesar do aumento do número de famílias que os incorporaram nos seus momentos de convívio e da crescente adesão do seu uso como passatempo, ainda subsistem sobre si, no entanto, algumas ideias pré-concebidas que não correspondem exactamente à realidade:

 

1. Os jogos de tabuleiro são apenas para crianças

Secretária de Estado da Educação visita hoje Escola Profissional de Alter

A Secretária de Estado Adjunta e da Educação, Alexandra Leitão, visita hoje a Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Alter do Chão, pelas 10:30h. Segundo o Município, Alexandra Leitão visita aquela escola para se inteirar "do funcionamento deste estabelecimento de ensino, as dificuldades sentidas e os pontos fortes da instituição que leciona para aproximadamente 150 alunos.

Páginas