Está aqui

Dormidas

Alojamento turístico no Alentejo aumenta 18% em maio

O alojamento turístico registou 3,1 milhões de hóspedes e 7,7 milhões de dormidas em maio, o equivalente a subidas homólogas de 9,4% e 7,5%, destacando-se o Alentejo, que registou um aumento de 18% de dormidas.

Os dados são avançados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) que, citado pela agência Lusa, refere que, em maio, tanto o número de hóspedes como o de dormidas recuperaram das quebras respetivas de 3,7% e de 4,3% em abril.

Hóspedes e dormidas superam pela 1.ª vez em 2023 níveis pré-pandemia

O setor do alojamento turístico registou 30 milhões de hóspedes e 77,2 milhões de dormidas em 2023, mais 13,3% e 10,7% face a 2022, superando pela primeira vez os níveis pré-pandemia.

De acordo com os dados preliminares divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), citados pela Lusa, os 30,0 milhões de hóspedes e 77,2 milhões de dormidas contabilizados em 2023 ficam 10,7% e 10,0% acima, respetivamente, dos níveis de 2019.

Alentejo Litoral com procura turística acima da média nacional

Os cinco concelhos do Alentejo Litoral continuam a ter uma procura turística crescente acima da média nacional, revelam as estatísticas oficiais relativas a 2023.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Alcácer do Sal refere que os dados, que ainda não incluem dezembro, “revelam um crescimento de 67 639 hóspedes (15,5%) que recorreram à infraestrutura hoteleira do Alentejo Litoral, relativamente ao mesmo período de 2022”.

Turismo do Alentejo regista “crescimento assinalável”

O secretário de Estado do Turismo, Nuno Fazenda, destacou a “trajetória de crescimento muito assinalável” do Alentejo em camas, dormidas, receitas e taxas de ocupação turística, afirmando que a região ainda tem “enorme potencial” por aproveitar.

Segundo a agência Lusa, o governante discursava na sessão pública de discussão e reflexão “+ Interior - Roteiro de uma Agenda para o Turismo no Interior”, que decorreu ontem em Évora.

Alentejo: 2022 poderá ser o melhor ano turístico de sempre

A Entidade Regional de Turismo do Alentejo e Ribatejo prevê que 2022 encerre como o melhor ano turístico de sempre, avança a Rádio Pax.

Segundo a mesma fonte, os últimos dados oficiais, que se reportam a outubro, deixam antever que, em matéria de dormidas, irá existir um crescimento face a 2019, ano anterior à pandemia, que havia sido apontado como o melhor de sempre no plano turístico para a região.

Continua a subir o número de dormidas no Alentejo

No passado mês de agosto, o número de dormidas na região do Alentejo registou um aumento de 11,6% em relação ao período homólogo, tendo havido cerca de 515.000 dormidas, de acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE) e citados pela Rádio Pax.

Embora as dormidas de residentes tenham recuado 0,7% no mês de agosto, foi registada nas dormidas de não residentes uma variação homóloga de 68,5%.

Houve, contudo, uma descida de 2,4% na estadia média na região alentejana.

Dormidas no Alentejo aumentaram 18,2%

O número de dormidas nos alojamentos turísticos do Alentejo cresceu 18,2% em junho passado, comparativamente com o período homólogo, avança o Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com a Rádio Pax, estes dados mostram que as dormidas de residentes na região caíram 2,5% face a junho do ano passado, enquanto as dormidas de não residentes cresceram em junho 125,5%, face a igual mês de 2021.

O INE adianta ainda que a estada média na região foi de 1,9 noites.

Dormidas no Alentejo aumentam 175%

O setor do alojamento turístico contabilizou, em março passado, no Alentejo, cerca de 170 mil dormidas, um aumento de 175,8% comparativamente a março de 2021.

De acordo com a Rádio Pax, os dados são do Instituto Nacional de Estatística (INE), que referem que, na região, em março passado, as dormidas de residentes aumentaram 119,5% e as de não residentes 467,2%, face a período homólogo.

No quadro geral, o país registou 4 milhões de dormidas, o que representa um crescimento homólogo de 543,2%.

Dormidas no concelho de Santiago do Cacém aumentam 34,8%

O concelho de Santiago do Cacém chegou às 119 545 dormidas no passado ano de 2021, o que representa um aumento de 34,8% em relação a 2020, que registou 91 659 dormidas.

A informação é avançada pela Câmara Municipal de Santiago do Cacém que, em comunicado, refere que “este aumento é superior em Santiago do Cacém comparativamente com o Alentejo Litoral, que atinge um aumento de 23,8%, de acordo com a informação divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE)”.

Alcácer do Sal regista aumento de dormidas no concelho

O número de dormidas no concelho de Alcácer do Sal aumentou quase 5% entre 2020 e 2021, avança o município, “perspetivando-se que os valores continuem a subir no corrente ano de 2022”.

Em comunicado, a Câmara Municipal de Alcácer do Sal indica que, de acordo com o Instituto Nacional de Estatística, o território de Alcácer do Sal registou 45 193 dormidas em 2020, um número que aumentou para 47 428 dormidas em 2021.

Páginas