Está aqui

construção

Castelo de Vide confirma construção de centro de saúde em Póvoa e Meadas

O presidente da Câmara Municipal de Castelo de Vide, António Pita, revelou que a construção da nova extensão do centro de saúde em Póvoa e Meadas, que implica um investimento que ascende a 200 mil euros, vai ser uma realidade.

Em declarações à Rádio Portalegre, o presidente afirmou que em 2019 a Câmara de Castelo de Vide e a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) já tinham celebrado um protocolo para a construção da nova extensão do centro de saúde, mas o mesmo não avançou por “situações de burocracia e alguma complexidade”.

Grândola vai medir densidade turística

Dada a crescente e súbita procura de construção de empreendimentos turísticos no concelho de Grândola, a autarquia decidiu que irá medir a densidade turística do concelho para ver se aceita novos projetos imobiliários.

As praias de Grândola chamaram a atenção dos famosos e um pouco de todo o mundo, oque fez com que a procura turística conhecesse um crescimento sem precedentes – hotéis, campos de golfe, casas privadas entre outros – sempre junto à costa, de Comporta a Melides, tendo agora a autarquia decidido que só aceitará novos empreendimento no interior do concelho.

Mértola e Ponte de Sor tentam puxar economia circular na construção

Os municípios de Mértola e Ponte de Sor, juntamente com Vila Nova de Gaia, Mangualde, Oliveira de Frades, Ponta Delgada, Ribeira Brava e Valongo estão inseridos na RC2CS – Rede para a Construção Circular e Sustentável, no âmbito da Iniciativa Nacional Cidades Circulares (InC2).

Baixo Alentejo abraça projeto de economia circular no setor da construção

A Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (CIMBAL) apresentou o projeto “(Des)construir para a Economia Circular”, resultado de uma candidatura no âmbito do Programa “Ambiente, Alterações Climáticas e Economia de Baixo Carbono”, financiado pelo EEA Grants.

Há mais edifícios reabilitados em todo o país, menos no Alentejo

De acordo, com nota estatística divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística, esta sexta-feira, neste 2.º trimestre de 2019, foram concluídas as obras de mais 19,4% de edifícios – entre construções novas, ampliações, alterações e reconstruções - face ao 2.º trimestre de 2018. Face ao primeiro trimestre deste ano, o aumento foi de 23,1%, tendo ficado concluídos cerca de 3,9 mil edifícios, a grande maioria para habitação familiar.

Apesar deste aumento, nota-se já uma tendência para uma queda em breve, dado a diminuição do número de licenciamentos pedidos.

168 milhões de euros e a Barragem do Pisão será realidade em 2027

Depois de prometida e projetada por quatro vezes ao longo de quarenta anos, a Barragem do Pisão será realidade 2027 e após um investimento estimado de 168 milhões de euros.

O despacho conjunto publicado em Diário da República, identifica a barragem do Pisão como financeiramente viável, com uma Taxa Interna de Rentabilidade (TIR) de 4,9% de 20 anos de operação, um Valor Atualizado Líquido (VAL) para uma taxa de atualização de 4% de 14,7 milhões de euros e um tempo de amortização do investimento para uma taxa de atualização de 4% de 22 anos"

Avança construção de nova ponte sobre o Degebe

A Estradas de Portugal S.A. fez saber que o projeto “EN 256 Variante a Albardão” está contemplado no seu Plano de Proximidade 2015-2019 e que tem lançamento previsto no próximo ano.