Está aqui

Companhia de Dança Contemporânea de Évora

Obras coreográficas de Évora presentes no centenário de Saramago

Duas criações da Companhia de Dança Contemporânea de Évora, baseadas na obra de José Saramago, vão fazer parte do Programa Comemorativo do Centenário do nascimento do escritor, que arranca em novembro deste ano e termina em 2022.

De acordo com a Lusa, a Companhia de Dança Contemporânea de Évora (CDCE) revelou ter assinado um memorando de colaboração com a Fundação Saramago, precisamente no âmbito do Programa de Comemorativo do Centenário do nascimento de José Saramago (1922-2022).

'IN-SHELL-SIDE' ESTREIA EM ÉVORA

A Companhia de Dança Contemporânea de Évora vai estrear a produção 'IN-SHELL-SIDE', esta sexta, em Évora.

 A produção - da autoria da coreógrafa Nélia Pinheiro e com Gonçalo Andrade e Fábio Blanco como cocriadores - reflete sobre o conceito de contemporaneidade e que surge como resultado da reunião de criativos de diferentes disciplinas artísticas.

COMPANHIA DE DANÇA DE ÉVORA EM DIGRESSÃO NA ÁFRICA DO SUL

A Companhia de Dança Contemporânea de Évora vai realizar uma digressão internacional e começa já no próximo dia 1 de março, na África do Sul, com a apresentação do espetáculo “Terra Chã”.

Este espetáculo da coreógrafa Nélia Pinheiro, e que explora a linguagem poética do cante alentejano – vai ser apresentado no Centro de Artes da Universidade de Joanesburgo, inserido na programação do festival Dance Umbrella 2016.

Os sonetos de Florbela Espanca e as modas do cante alentejano misturam-se assim com o movimento dos bailarinos da companhia alentejana.