Está aqui

Centro de Valorização da Viola Campaniça e do Cante de Improviso

Odemira recebe primeiro Festival de Improviso do Alentejo

O Festival de Improviso “Vozes de Mestre”, o primeiro do género no Alentejo, vai realizar-se nos dias 21, 22 e 23 de outubro em Odemira, avança a autarquia.

Em comunicado, o município explica que o evento, promovido pelo Centro de Valorização da Viola Campaniça e do Cante de Improviso de São Martinho das Amoreiras, contempla vários concertos e conversas sobre os cantares ao desafio.

O programa estende-se por São Teotónio (dia 21), São Martinho das Amoreiras (dia 22) e Amoreiras-Gare (dia 23), sempre com entradas gratuitas.

Odemira com aulas de campaniça gratuitas

É no Centro de Valorização da Viola Campaniça e do Cante de Improviso, com sede em S. Martinho das Amoreiras, no concelho de Odemira, que a arte e a tradição da viola campaniça passam de geração em geração.

Inicia-se um novo ciclo de ensino, regular e gratuito, de aulas para aprendizagem do toque da viola campaniça, de teoria musical e de construção de violas campaniças, em diversas aldeias das freguesias do interior do concelho de Odemira, com o objetivo de divulgar e perpetuar esta tradição.

Odemira está a ensinar Viola Campaniça e Cante de improviso às crianças

O Centro de Valorização da Viola Campaniça e do Cante de Improviso de Odemira, está a promover o ensino da viola campaniça e de cante de improviso (despique e baldão), dinamizando aulas em diversas aldeias e para o público escolar, com o objetivo de divulgar e perpetuar esta tradição.

A iniciativa envolve um total de 180 alunos, sendo cerca de 130 alunos nas aulas nas escolas do 1.º Ciclo dos Agrupamentos de Escolas de Colos e de Sabóia e 50 alunos (crianças e adultos) nas aulas de viola campaniça e de teoria musical em regime pós-laboral.