Está aqui

Central Fotovoltaica

Moura vai acolher central fotovoltaica da Iberdrola

A Iberdrola acaba de avançar, junto da Agência Portuguesa do Ambiente (APA), com o processo de licenciamento ambiental de um novo empreendimento fotovoltaico de larga escala, a instalar em Moura, e que terá uma capacidade de 474 megawatts (MW), com 730 mil módulos solares, numa área de 895 hectares.

De acordo com o jornal Expresso, o licenciamento do projeto Cristóvão Colombo arrancou com uma proposta de definição de âmbito, uma etapa preliminar e voluntária por parte do promotor, que antecede a avaliação de impacto ambiental propriamente dita.

Cleanwatts cria uma Comunidade de Energia com Santa Casa da Misericórdia de Portalegre

A Cleanwatts assinou contrato para a criação de uma Comunidade de Energia Renovável (CER) com a Santa Casa da Misericórdia de Portalegre (SCMP). A CER terá uma central fotovoltaica de 181.9 kW e permitirá a esta IPSS apoiar mais de uma centena de famílias, com uma tarifa social comunitária de 14 cêntimos por kWh, cerca de 30% inferior às atuais tarifas de mercado. Para além disso, este projeto, com forte impacto ambiental, aumentará a neutralidade carbónica da instituição em 91%, assegurando uma independência energética de cerca de 40%.

Nova central fotovoltaica em Sines abastecerá 42 mil famílias

A empresa alemã RWE arrancou com a construção de uma central solar em Morgavel, Sines, que ocupará 100 hectares e deverá ficar pronta no próximo ano.

De acordo com o jornal Expresso, a construção está a cargo da Omexom Portugal e do grupo francês Vinci Energies, enquanto os trabalhos de instalação da subestação e da ligação à rede elétrica estão a cargo da empresa portuguesa CME.

O projeto, que terá uma capacidade instalada de 44 megawatts (MW), deverá começar a produzir energia em 2023 e irá gerar eletricidade suficiente para cobrir o consumo médio de 42 mil famílias.

Ourique vai acolher nova central solar de 98,7 milhões de euros

A ISDC acaba de iniciar o processo de licenciamento ambiental de uma nova central solar de larga escala em Ourique, no Baixo Alentejo, num investimento de 98,7 milhões de euros.

A informação é adiantada pelo jornal Expresso, que refere que a ISDC é uma empresa de desenvolvimento de projetos fotovoltaicos comprada em 2020 pela Galp Energia.

Central de Cercal do Alentejo está em “contraciclo” com alterações climáticas

A porta-voz do PAN, Inês Sousa Real, criticou a “luz verde” dada à Central Fotovoltaica de Cercal do Alentejo, em Santiago do Cacém, que está “em contraciclo” com o combate às alterações climáticas.

“Juntos pelo Cercal do Alentejo” contesta nova central fotovoltaica

O movimento cívico “Juntos pelo Cercal do Alentejo”, composto por cidadãos ligados à região, opõe-se à construção da central fotovoltaica da Central Power e tenciona utilizar todos os meios possíveis para impedir a concretização do projeto aprovado no passado dia 29 de julho.

De acordo com o Observador, o movimento lançou ainda uma campanha de crowdfunding para recolha de fundos para as despesas desta causa, que já captou mais de 5 000 euros.

Cercal do Alentejo preocupado com impacto de centrais fotovoltaicas

As comunidades rurais das freguesias de S. Domingos e Cercal do Alentejo, no concelho de Santiago do Cacém, temem as consequências do impacto que possa vir a ser causado na paisagem, na agricultura e no turismo com a instalação de seis centrais fotovoltaicas, avança o jornal Público.

Santiago do Cacém com mil milhões de investimento e um parque de baterias da Tesla

São mil milhões de euros de investimento. Chama-se “projeto de 1 GW”,  terá lugar em Santiago do Cacém, e é o maior e mais ambicioso projeto solar fotovoltaico em Portugal.

Quase entrar na fase de licenciamento, este projeto, segundo avança artigo do Jornal “Expresso” prevê que seja criado um parque de baterias da Tesla, algo inédito em Portugal.

Central Fotovoltaica de 20 milhões arranca em Évora

Uma nova Central Fotovoltaica em Évora, que vai ocupar uma área de 55 hectares e cujo investimento ronda os 20 milhões de euros, arrancou a sua construção ontem. A central, propriedade da Hyperion Renewables vai ter uma capacidade total instalada de 28,8 megawatts (MW), com uma produção anual de energia superior a 52 gigawatts-hora (GWh/ano), o equivalente ao consumo médio anual de cerca de 10 mil habitações.

Trata-se de uma Central Fotovoltaica sem qualquer subsídio público.

Páginas