Está aqui

Barragem de Alqueva

REGADIO DE 10 MIL HECTARES PARA MOURA JÁ TEM FINANCIAMENTO GARANTIDO

Moura, no Baixo Alentejo, é o concelho com maior área banhada pelo Alqueva mas está até ao momento excluído do sistema de regadio da grande barragem, situação que parece ter os dias contados. É que com a conclusão do projeto de alargamento da área abrangida pelo sistema de regadio e com a garantia de financiamento que cobrirá 10 mil hectares, prevê-se que as obras arranquem no prazo máximo de um ano.

ESTARÁ O ALENTEJO A REGAR COM EFICIÊNCIA?

A grande barragem e o Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva mudaram não só a paisagem mas também a economia alentejana, particularmente a agricultura. E se é certo que essas mudanças aumentaram a produtividade e diversificaram a produção agrícola na região, estará a água a ser gerida com a parcimónia que merece, particularmente em anos de seca como os que estamos a viver? Serão adequadas as técnicas de regadio às culturas muito intensivas que ali se produzem?

BEJA: BARRAGEM DO ROXO ABAIXO DOS 19% DA SUA CAPACIDADE

Segundo o Sistema Nacional de Informação de Recursos Hídricos, que monitoriza as albufeiras, foram 7 as bacias hidrográficas que registaram uma redução do volume de água armazenado, e 9 delas registam armazenamento de água inferior a 40% da sua capacidade, quando comparados com os dados do mês anterior, como avança hoje a Rádio Pax.

ALQUEVA GANHA MAIS 47 MIL HECTARES DE REGADIO

A área de regadio de Alqueva vai aumentar em 47 mil hectares. Esta ampliação contará com um empréstimo de 213 milhões de euros do Banco Europeu de Investimento (BEI), no âmbito do Plano Juncker.

O anúncio deste projeto surge na mesma semana em que, segundo a Fenareg, Federação Nacional de Regantes de Portugal, 30 mil hectares cultivados no Alentejo estão em risco devido à seca.

PREÇO DA ÁGUA DO ALQUEVA CAI ENTRE 20% E 33%

O governo vai anunciar hoje a redução do preço da água da barragem de Alqueva, dando assim resposta à reivindicação dos agricultores, que sofrem particularmente neste momento com os efeitos da seca. Os preços sofrerão uma quebra de entre 20 a 33%, dependendo do tipo de fornecimento.

Para os beneficiários diretos o preço do fornecimento em alta pressão será de 0,0590 por metro cúbico, uma redução de 20% em relação ao preço anterior. A água fornecida a baixa pressão, passa a ser de 0,032 por metro cúbico, menos 33% do que estava fixado, 0,0475/m3.

ALENTEJO JÁ EXPORTA ROMÃS

A produção de romãs está a crescer no Alentejo e tem responsáveis. 4 jovens agricultores do Baixo Alentejo, com bom solo, bom tempo e, agora, água em abundância. E estas condições recentes criadas com a Barragem de Alqueva e com a vontade de empreender estão a mudar a face do Alentejo e a própria paisagem, substituindo aos poucos as culturas de sequeiro para as coloridas produções de regadio. Mas as mudanças vão mais longe. Se até há pouco o país era importador de romã, vinda sobretudo da Espanha e da Turquia, agora e a partir do Alentejo, já exporta para Espanha, Alemanha e Holanda.

FEIRA IBÉRICA DEBATE A MAIOR AMEAÇA AO ALQUEVA

Começa amanhã, 21 de abril e decorre até 23 em Plasencia, Cáceres (Espanha) a 2.ª Edição da Iber-Foresta, uma feira florestal ibérica.

ALQUEVA ESTÁ EM RISCO SÉRIO

O Jacinto-de-Água, uma praga mundial que ameaça rios um pouco por toda a parte, originária da bacia do Amazonas, Brasil, está propagada pelo Guadiana e parece capaz de atingir a barragem de Alqueva. É a propria Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas do Alqueva (EDIA) que a declara  "preocupante e uma ameaça, pois trata-se de uma espécie exótica invasora com elevada capacidade de propagação e consequentemente com elevada capacidade de degradação da qualidade da água".

ALQUEVA MINIMIZA BARREIRAS E ARMADILHAS DA FAUNA

A construção de uma infraestrutura como a da barragem de Alqueva tem impactos na natureza que não podem ser ignorados. Muitas delas criam os chamados efeitos barreira e armadilha que ameaçam as espécies da fauna local e podem introduzir muitos desiquílibrios no meio onde se inserem.

Páginas