Está aqui

Barack Obama

DESACORDO CLIMÁTICO

São inúmeros os modos insidiosos de manifestação de arrogância sobre a problemática das alterações climáticas. O mais recente prende-se com a decisão anunciada por Donald Trump que visa a saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris.

Todavia, a retirada dos EUA do Acordo de Paris pode marcar uma nova era na agenda ambiental do planeta, a meu ver bem mais promissora.

INTERFERÊNCIAS NAS ELEIÇÕES AMERICANAS DEVEM SER INVESTIGADAS

Esta foi a semana em que Barack Obama pediu uma investigação às alegadas interferências da Rússia nas eleições americanas, interferências que podem ter beneficiado o candidato vencedor, que apontam para o Kremlin e que Obama quer ver esclarecidas antes de abandonar a Casa Branca no próximo mês.

O BALANÇO DE OBAMA

Numa altura em que Obama começa a fazer as malas para sair da Casa Branca, os seus níveis de popularidade alcançam recordes só vistos durante a sua campanha inicial. É quase certo que Obama será lembrado pelos historiadores como um grande presidente, apenas com o inconveniente de poder ser “ensandwichado” por 2 maus presidentes, um confirmado e outro que provavelmente o poderá ser.

Assim sendo, que ilações podemos tirar dos quase 8 anos do primeiro Presidente negro dos Estados Unidos da América? Podemos avalia-lo em 2 partes: domesticamente e em política externa.

NO SHE CAN'T

Na quarta-feira, o Mundo acordou em choque com a notícia da eleição de Donald Trump como presidente dos Estados Unidos da América.

Todos questionam como será possível tal eleição. Há ofensas a eleitores e ao próprio candidato, juntamente com o receio das medidas que poderão vir a ser tomadas pelo Presidente eleito.

AO RITMO DA SALSA

No passado Domingo, o presidente Barack Obama promoveu mais um acontecimento que marca a história mundial: pisa solo cubano e quebra 88 anos de ausência de líderes americanos neste país.

A visita de Obama a Cuba representa um momento extraordinário, marcando mais um passo no caminho da resolução de problemas antigos, problemas de velha Cortina de Ferro que teimava em cair, problemas de outro tempo que já não têm razão de existir na conjuntura actual.

EUA: ESTABILIDADE OU RADICALISMO?

Barack Obama está prestes a terminar o seu segundo mandato à frente da casa branca e sairá pela “porta grande”, com níveis elevados de popularidade. Sai com uma das suas maiores bandeiras aprovada e em fase de iniciação, o Obamacare. Ao contrário do encerramento da prisão militar de Guatanamo, que dificilmente será apoiado pelos Republicanos e da tentativa falhada de proibir a livre circulação de armas. Mesmo assim Obama terá uma enorme influência na escolha Democrata para as Eleições Presidenciais, que tudo indica apoiar desta vez, Hillary Clinton.