Está aqui

Azeite

2020 com menos, mas melhor azeite

Terminada a campanha da azeitona 20202, já é possível tirar conclusões e o saldo resume-se a menos quantidade de azeite produzida, mas mais qualidade.

Estes foram os dados apurados junto de três produtores alentejanos, a Cooperativa do Cano, da herdade privada HMG, em Serpa e da Olivum - Associação de Olivicultores do Sul, com sede em Beja, e que, juntas, representam cerca de 38 mil hectares de olival,

Alentejo vai bater novo recorde na produção de azeite

Na semana em que arrancou a campanha da azeitona, estima-se uma produção de 100 mil toneladas de azeite. Os dados são da Olivum, Associação de Olivicultores do Sul, que prevê ainda um aumento do consumo de azeite 7% acima do valor previsto para a produção, traduzindo-se numa inversão da tendência dos últimos anos.

Portugal ocupa, atualmente, a 8.ª maior posição na produção mundial de azeite, com produções recorde no Alentejo que podem chegar às 18 toneladas de azeitona por hectare. O Olival moderno (Alentejo e Ribatejo) é responsável por 70% da produção nacional de azeite.

Azeite biológico alentejano considerado o “Melhor do Mercado”

É o terceiro ano consecutivo que o Azeite Biológico Olival dos Arrifes, do Esporão, foi considerado o Melhor Azeite do Mercado, no Concurso Nacional de Azeites de Portugal.

A este prémio, a marca alentejana juntou, no mesmo concurso, mais duas medalhas de ouro: a de melhor azeite nas categorias ‘Frutado Verde Médio’ e a de ‘Modo de Produção Biológico’.

Azeite alentejano vence em Los Angeles e Madrid

A nova imagem dos azeites da Cooperativa Agrícola de Moura e Barrancos foi premiada em dois dos mais conceituados concursos internacionais de azeite virgem extra. O júri da Los Angeles International Extra Virgin Olive Oil Competition, a quinta maior competição do mundo, atribuiu uma Medalha de Prata à nova embalagem do Azeite de Moura DOP, na categoria arte/ilustração, que distingue o uso de uma ilustração original como elemento chave do design.

Produtores de azeitona alentejanos querem desmistificar olival intensivo

A Associação de Olivicultores do Sul – Olivum – foi ontem à tarde, terça-feira, ouvida pela Comissão Parlamentar de Agricultura e Mar, na Assembleia da República, sobre o estado do sector da produção de azeite em Portugal. 

Alentejo já representa mais de 75% da produção nacional de azeitona

Os campos do Alentejo produzem hoje cerca de 75% da azeitona nacional, prevendo-se que a campanha de azeitona de 2019 ultrapasse as 900 mil toneladas, segundo o último boletim Previsões Agrícolas do Instituto Nacional de Estatística (INE).

Elvas prepara feira inovadora de Olivoturismo

Há uma ligação muita profunda entre o país e a produção de azeite. Semelhante à ligação que têm os países mediterrânicos e essa bela e milenar árvore que produz azeitonas, que, com sabedoria, o Alentejo transforma no melhor azeite, conhecido e procurado em todo o mundo. Muitos desabafarão que é demasiado caro. Mas é o melhor azeite e a qualidade tem um custo, seja frutado, ligeiramente espesso, com cor de ouro ou amarelo esverdeado, amargo, picante ou mais adocicado, suave ou intenso.

Portugal é o terceiro maior produtor de azeite do mundo e o Alentejo representa 76% da produção

Portugal é responsável por 10% das exportações de azeite europeu para o mundo segundo dados mais recentes do Eurostat que refere uma exportação nacional de 56 mil toneladas.

“Os países membros da União Europeia exportaram mais de 1,6 milhões de toneladas de azeite em 2018, avaliados em 5,7 mil milhões de euros”, afirma o gabinete estatístico europeu.

300 toneladas de Azeite de Serpa rumam aos EUA

São 300 toneladas de azeite alentejano que, nos próximos anos, vão chegar à mesa dos norte-americanos.

A Herdade Maria da Guarda – responsável por cerca de 2% da produção nacional de azeite – realizou um acordo com o produtor norte-americano “California Olive Ranch” para a exportação de azeite alentejano de Serpa, para as terras do “Uncle Sam”, como avança o Jornal Económico.

Portugal é país do mundo onde a percentagem de azeite de qualidade é a mais elevada, sendo que perto de 75% da produção nacional é considerada como azeite de qualidade de topo.

Azeite do Alentejo é cada vez mais desejado pelo mundo fora

O Alentejo produz perto de 76% do azeite nacional. A qualidade já existia e foi melhorada, depois houve um investimento na promoção e foi tudo quanto bastou para o Azeite Alentejano ver as exportações a aumentar e um desejo cada vez maior em comprar azeite alentejano pelo mundo.

O investimento em promoção, por parte do Centro de Estudos e Promoção do Azeite do Alentejo (CEPAAL) foi de 265 mil euros, no últimos três anos, centrado em seis países: Alemanha, Brasil, Canadá, Dinamarca, Estados Unidos da América e Suécia.

Páginas