Está aqui

Assembleia da República

Parlamento recomenda valorização do Museu Rainha Dona Leonor em Beja

A recomendação de beneficiação, valorização e dignificação do Museu Regional Rainha Dona Leonor, em Beja, foi publicada na passada segunda-feira em Diário da República.

De acordo com a Rádio Pax, a Assembleia da República recomenda ao Governo que “crie condições para a definição e cumprimento de um programa museológico e respetivo plano de ação” e que “defina o plano de investimentos plurianual para o Museu Regional Rainha Dona Leonor, no qual constem as medidas e intervenções que permitam o cumprimento do programa”.

Parlamento exige reforço de profissionais de saúde em Mourão

A Assembleia da República recomendou ao Governo o reforço de profissionais na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados (UCSP) de Mourão, que “dispõe de apenas um médico e dois enfermeiros”.

Segundo a agência Lusa, a recomendação partiu de um projeto de resolução apresentado pelo Bloco de Esquerda (BE) e aprovado pelos deputados da Comissão de Saúde, com a abstenção da Iniciativa Liberal.

Assembleia recomenda salvaguarda do património em especial no Alentejo

Uma resolução publicada em Diário da República recomenda ao Governo a salvaguarda do património arqueológico em risco, no âmbito de atividades de produção agrícola e florestal e o agravamento do respetivo quadro sancionatório, após denúncias de “um grande número de destruições de património arqueológico”, sobretudo no Alentejo.

Governo reajusta investimento na barragem do Pisão

O Governo reajustou os investimentos para estradas e a barragem do Pisão, tendo sido revistos em baixa em quase 200 milhões de euros, avança o jornal ECO.

De acordo com o Programa de Estabilidade entregue na madrugada na Assembleia da República, o investimento de 171 milhões de euros no aproveitamento hidráulico de fins múltiplos do Crato foi redimensionado e passou a ter alocado um investimento de 120 milhões de euros.

Governo justifica exclusão de aeroporto de Beja com a distância

O porta-voz de PAN, André Silva, questionou, na passada quarta-feira, o primeiro-ministro sobre a exclusão de Beja como opção na avaliação ambiental estratégica sobre a localização do novo aeroporto de Lisboa.

De acordo com a Lusa, António Costa afirmou, na Assembleia da República, que “a grande razão pela qual não se pode colocar Beja é a seguinte: o aeroporto mais longe de um centro urbano que existe está a 66 quilómetros. Lisboa está de Beja à distância de 129 quilómetros, e isto é intransponível”.

Deputados aprovam audições sobre destruição de sítios arqueológicos no Alentejo

Os deputados aprovaram esta quarta-feira um requerimento do Bloco de Esquerda (BE) para ouvir especialistas em Arqueologia, sindicato e associações do setor, sobre “situações de abandono e destruição” de vestígios arqueológicos no Alentejo, avança a Lusa.

“L'État, c'est moi”, pensa o PS

Demorou apenas 92 dias para o Parlamento dizer ao PS que o Estado não é uma coisa que possa ser abocanhada e monopolizada como este insiste em tentar, uma vez atrás da outra.

Ferro Rodrigues e a “vergonha” (alheia)

Assistimos no debate parlamentar da última quinta feira a mais um infeliz momento da fraca figura política que é o Presidente da Assembleia República em funções. Eduardo Ferro Rodrigues adverte o deputado do Chega para o uso excessivo da palavra “vergonha” nas suas intervenções, e para, como tal, isso pode ser um insulto para o parlamento.

Beja Merece + protesta hoje em frente à Assembleia da República

Em dia de feriado municipal, o movimento "Beja Merece +", que exige a conclusão da A26, a eletrificação da linha de caminho de Ferro Casa Branca-Beja-Funcheira, investimentos no aeroporto de Beja e melhores serviços de saúde para a região", estará hoje em protesto em frente à Assembleia da República e conta com pelo menos "10 autocarros" de manifestantes.

Movimento de protesto de Beja vai chegar à Assembleia da República

A Petição do “Beja Merece+” já conseguiu reunir mais de 23 mil assinaturas, segundo a organização, condição que lhe permite vir a ser discutida na Assembleia da República.

Páginas