Está aqui

Arquitetura

Arquiteto alentejano Carrilho da Graça vence galardão internacional

O júri da edição inaugural do prémio de arquitetura italiano Leon Battista Alberti decidiu galardoar – e por unanimidade - o arquiteto alentejano Carrilho da Graça, autor de vários projetos ligados à requalificação do património.

O anunciado foi realizado na passada sexta-feira e refere-se a Carrilho da Graça como "um arquiteto de renome internacional cuja obra seja testemunho do papel da arquitetura contemporânea na valorização e requalificação do património histórico".

Souto Moura vence prémio internacional com projeto no Alentejo

Trata-se do reconhecidíssimo prémio de Arquitetura Leão de Ouro, da Bienal de Arquitetura de Veneza, em Itália, e que foi entegue ao arquiteto português Souto Moura por um projeto na herdade de São Lourenço do Barrocal, em Reguengos de Monsaraz.

O arquiteto – natural do Porto – realizou o projeto de recuperação desta herdade alentejana, adaptando-a a hotel.

Quer o ministro da Cultura, Castro Mendes, quer o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, já felicitaram e elogiaram o arquiteto português.

Obra de Luís Ferro revela alguns segredos da Cartuxa

Terá o nome de a “O Eremitério da Cartuxa de Évora. Arquitectura e Vida Monástica” e promete revelar tudo o que ainda não sabe sobre o Mosteiro da Cartuxa de Évora.

De finais do século XVI e casa única, em Portugal, dos monges cartuxos, o também conhecido por Mosteiro de Santa Maria Scala Coeli, vai ver revelados alguns segredos e especificidades da sua arquitetura.

HÁ CANDIDATOS ALENTEJANOS AOS PRÉMIOS CONSTRUIR

Há três candidatos alentejanos aos “óscares” da arquitetura e construção portugueses. Os Prémios Construir 2017 dividem-se em quatro áreas: Arquitetura, Engenharia, Construção e Imobiliário sendo que a Adega Herdade do Freixo, projeto de Frederico Valsassina, e o Centro de Convívio de Grândola, projeto de Aires Mateus, competem na mesma categoria pelo Melhor Projecto Privado.

Na categoria Prémio Fiscalização e Coordenação, a Requalificação da Igreja S. Francisco, em Évora é também candidata ao prémio.

ARQUITETO ALENTEJANO NUNO PORTAS HOMENAGEADO PELA ORDEM

O arquiteto alentejano Nuno Portas, natural de Vila Viçosa, vai ser homenageado pela Ordem dos Arquitetos, próxima segunda-feira, Dia Nacional do Arquiteto, em Lisboa.

De 83 anos, o trabalho de Nuno Portas é um marco muito relevante na arquitetura e urbanismo nacional e internacional e vê assim este trabalho reconhecido pela Ordem, numa cerimónia onde estará também presente o ministro da Cultura, Luís Filipe de Castro Mendes.

RESTAURO DO CONVENTO E IGREJA DE S. FRANCISCO DISTINGUIDO

No antigo Museu dos Coches, em Lisboa, decorreu no dia 30 de março a 5ª edição do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2017.

Entre os distinguidos há um “alentejano” o Convento e Igreja de S. Francisco e novo Núcleo Museológico, em Évora, e que recebeu uma menção honrosa na categoria Melhor Intervenção de Restauro.

HERDADE DO FREIXO: UM NOVO ÍCONE NO ALENTEJO

Quando se pensa numa adega no Alentejo, o imaginário não nos leva diretamente aos vários exemplos de adegas com arquitetura moderna que surgiram nos últimos anos pelo Alentejo.

No entanto, e se pensa que o projeto da Herdade do Freixo é mais um destes exemplares que junta uma arquitetura fantástica com a produção de bom vinhos e azeites está enganado, vai mais além.

Num investimento de cerca de 10 milhões de euros - com recurso a fundos europeus e privados - numa encruzilhada entre Évora, Redondo e Evoramonte, renasce a Herdade do Freixo.

ALUNOS DA UNIVERSIDADE DE OXFORD PROJETAM ÉVORA

Foram cerca de 30 os alunos de arquitetura da Oxford School of Architecture Brooks University, do Reino Unido, que estiveram em Évora, ao longo desta semana. O objetivo: desenvolver trabalho no âmbito do programa de mestrado em Regeneração Arquitetónica e Desenvolvimento Internacional, focando-se essencialmente num projeto de regeneração para o Páteo do Salema – no ano anterior o foco incidiu sobre o Convento de São Bento de Cástris.

ALUNOS DA UNIVERSIDADE DE OXFORD PROJETAM ÉVORA

Foram cerca de 30 os alunos de arquitetura da Oxford School of Architecture Brooks University, do Reino Unido, que estiveram em Évora, ao longo desta semana. O objetivo: desenvolver trabalho no âmbito do programa de mestrado em Regeneração Arquitetónica e Desenvolvimento Internacional, focando-se essencialmente num projeto de regeneração para o Páteo do Salema – no ano anterior o foco incidiu sobre o Convento de São Bento de Cástris.

ALUNOS DA UNIVERSIDADE DE OXFORD PROJETAM ÉVORA

Foram cerca de 30 os alunos de arquitetura da Oxford School of Architecture Brooks University, do Reino Unido, que estiveram em Évora, ao longo desta semana. O objetivo: desenvolver trabalho no âmbito do programa de mestrado em Regeneração Arquitetónica e Desenvolvimento Internacional, focando-se essencialmente num projeto de regeneração para o Páteo do Salema – no ano anterior o foco incidiu sobre o Convento de São Bento de Cástris.

Páginas