Está aqui

António Costa da Silva

Acredito em Luís Montenegro como líder

Tenho grandes expectativas na candidatura do Dr. Luís Montenegro para presidente do PSD e consequente futuro Primeiro-ministro de Portugal.

Notícias pouco agradáveis

Por aí:

Sobre o esboço do Orçamento do Estado para 2020

Há poucos dias a Comissão Europeia enviou uma carta a Portugal a exigir ao ministro das Finanças para apresentar um esboço do Orçamento do Estado para 2020 revisto “o mais rápido possível” que cumpra as regras orçamentais europeias.

A Geringonça Fantasma

Vamos ter uma legislatura completamente diferente da anterior: sem Geringonça, sem Geringonça 2.0, mas com uma Geringonça Fantasma. A culpa disto tudo foram os resultados das eleições legislativas do último domingo.

Falta de visão estratégica para o Alentejo

Participei recentemente numa iniciativa organizada pela “Plataforma Alentejo – Estratégia Integrada de Acessibilidade Sustentável do Alentejo nas ligações Nacionais e Internacionais”. Na sessão desenvolvida em Évora foi realizado um importante debate sobre as acessibilidades e transportes que devem ficar inscritos no Programa Nacional da Política de Ordenamento do Território (PNPOT) e considerados no Programa Nacional de Investimentos - PNI 2030. Uma iniciativa notável!

Descentralização aos Solavancos

Esta semana decorreu a primeira reunião da Comissão de Acompanhamento da Descentralização.

A realização da iniciativa foi importante, mas peca claramente por tardia. Devia ter arrancado há um ano e só começou agora. Devia ter arrancado com o início do processo de transferência de competências para as autarquias e não um ano depois. Ainda assim, ainda bem que arrancou.

Muito se lutou para que esta Comissão existisse. Primeiro, que fosse formalmente criada na Lei. Segundo, que fosse criada na prática.

Algumas razões para a necessidade da existência desta Comissão:

Um País Sem Energia 

Os últimos tempos são muito claros, um País a perder energia a olhos vistos. Esta greve dos condutores de transportes de mercadorias perigosas é bem a evidência disso mesmo.

Para quando a resolução do problema da falta de água quente no Hospital Espírito Santo de Évora?

De acordo com o noticiado em órgãos de comunicação social nacionais e de acordo com o depoimento de várias testemunhas, há mais de um mês que o Hospital Espírito Santo de Évora, se encontra com falta de água quente, situação esta que está a provocar várias queixas por parte de utentes e funcionários.

A informação prestada é que o referido corte de água quente se deve ao facto de em maio deste ano ter sido detetado um caso de legionella nas instalações da Unidade Hospitalar.

A grave situação dos Bombeiros de Mourão

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Mourão está numa grave situação financeira.

Em visita recente à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Mourão foi dada a conhecer a situação financeira crítica com que vive esta instituição.

Foi relatado que se encontram perante uma situação dramática, que se vai complicando a cada dia que passa, sem que se vislumbre uma solução para se poder salvar esta corporação de bombeiros.

O Governo mentiu e fez um golpe de teatro de má qualidade

Relativamente ao tempo de serviço dos professores e toda a crise política que se instalou em torno do tema, não passou de uma farsa e de uma enorme mentira promovida pelo Sr. Primeiro-ministro.

É talvez a maior farsa que eu já vivi em termos políticos. Note-se bem, o Governo votou contra a reposição integral do tempo de serviço dos professores, reposição essa que tinha negociado e aprovado nos últimos orçamentos do Estado. Negociada obviamente com os partidos que ao longo destes anos dera suporte ao Governo (PS, BE, PCP e PEV).

Repetem-se as falhas graves nos serviços públicos e no apoio às IPSS no distrito de Évora

1 – Falhas Graves no Hospital do Espírito Santo de Évora

 De acordo com auditorias realizadas pela Inspeção-Geral das Atividades em Saúde (IGAS) foram encontradas falhas em três centros hospitalares e um hospital, em 2018. 

Páginas