Está aqui

ambiente

Alandroal a produzir hidrogénio verde num projeto superior a 300 milhões

O Alandroal para vir a produzir hidrogénio verde para exportação, num projeto de investimento entre os 300 e 400 milhões de euros.

Essencialmente com o objetivo de exportar - via Espanha ou porto de Sines - mas também de fornecer o consumo nacional, o “Jornal Económico” avança que a empresa portuguesa Hyperion pretende produzir hidrogénio no Alentejo e Setúbal com recurso a fontes renováveis.

Galp expande rede de carregadores elétricos no Alentejo

A Galp irá duplicar a sua rede de carregadores para carros elétricos e híbridos plug-in até final de 2021 e há 3 concelhos alentejanos contemplados: Elvas, Montemor-o-Novo e Sines.

No total nacional, a GalpElectric, quer ter, no final do ano, mais de mil tomadas para carregamento destes veículos, adianta a Dinheiro Vivo.

Além de um forte reforço nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto, onde se situa a maioria dos clientes destes serviços, também Funchal, Guarda, Castelo Branco e Celorico da Beira serão contemplados com este novo investimento.

Santiago do Cacém já tem posto de carregamento de veículos elétricos

Santiago do Cacém é mais uma localidade alentejana a ter posto de carregamento de veículos elétricos.

O protocolo entre a Câmara Municipal de Santiago do Cacém e a empresa pública MOBI.E tornou uma realidade a instalação de um posto de carregamento normal para veículos elétricos, na Avenida D. Nuno Álvares Pereira, em Santiago do Cacém.

Santiago do Cacém com mil milhões de investimento e um parque de baterias da Tesla

São mil milhões de euros de investimento. Chama-se “projeto de 1 GW”,  terá lugar em Santiago do Cacém, e é o maior e mais ambicioso projeto solar fotovoltaico em Portugal.

Quase entrar na fase de licenciamento, este projeto, segundo avança artigo do Jornal “Expresso” prevê que seja criado um parque de baterias da Tesla, algo inédito em Portugal.

Comporta: nova central solar a funcionar já em março

No final de março, já estará em funcionamento a nova Central Solar do Sado, na Comporta, concelho de Alcácer do Sal.

São 28512 painéis operacionais e 525w e três inversores de potência unitária 4360kVA que vão criar uma central de 15MWp em cerca de 38 hectares, resultado do investimento da empresa PROCME.

A produção estimada é de 29,5GWh, suficiente para satisfazer os consumos de eletricidade de mais de 13 mil habitações.

 

Fonte: Câmara Municipal de Alcácer do Sal

 

Há uma árvore alentejana candidata a Árvore Europeia do Ano de 2021. Já votou?

São 14 as árvores candidatas a “Árvore Europeia do Ano de 2021” e há um representante alentejano: o Plátano do Rossio de Portalegre.

As votações para escolher a “Tree of the year 2021” decorrem desde dia 1 e estão abertas até 28 de fevereiro.

A concurso estão agora as vencedoras do concurso nacional de cada país, numa organização da UNAC – União da Floresta Mediterrânica.

Os vencedores serão anunciados na cerimónia on-line, a 17 de março, durante a conferência “Plantando para o Futuro: 3 mil milhões de árvores na Europa“.

Água alentejana com garrafa de plástico 100% reciclado

A marca de água alentejana Vitalis lançou primeira garrafa com plástico 100% reciclado, dando uma segunda vida ao plástico.

A nova garrafa de água Vitalis de 1,5l em plástico 100% reciclado é feita com material de mais de 3 garrafas de plástico de 33cl.

Com esta iniciativa da marca de água captada e engarrafada em Castelo de Vide, o detentor da Vitalis, o Super Bock Group, eforça assim o seu compromisso na área da Sustentabilidade, evitando, com esta medida, usar mais de 6,3 toneladas de novo plástico em 2021.

Universidade de Évora quer sequestrar CO2 para combater as alterações climáticas

A Universidade de Évora (UÉ) acabou de dar um passo assinalável no combate às alterações climáticas após a realização de um estudo onde foram identificados potenciais locais para instalações-piloto de armazenamento geológico de CO2, uma tecnologia que evita a libertação para a atmosfera do dióxido de carbono produzido pelas indústrias dos setores electroprodutor, siderúrgico ou cimenteiro.

Alandroal com viatura apropriada para recolha de animais

A Câmara Municipal de Alandroal anunciou que, no seguimento do esforço de renovação de frota e de melhoria das condições de trabalho dos seus profissionais, adquiriu três novas viaturas, sendo uma delas para o Centro de Recolha Oficial de Animais (CROA).

A juntar a esta viatura estão mais duas, uma para recolha de resíduos sólidos urbanos e outra para serviços gerais, num investimento total de cerca de 200 mil euros.

Alentejo cria sinergia para ter jardins mais sustentáveis

O projeto liderado pela Universidade de Évora (UÉ), pretende criar jardins urbanos mais sustentáveis.

A tática baseia-se em muito no uso de plantas autóctones nos espaços verdes de localidades do Alentejo Central, num projeto poderá vir a replicar em todo o território nacional.

Tem o nome de “Plantas Nativas na Cidade – Repensar os espaços verdes urbanos” e o objetivo é o de melhorar o conhecimento e o estado de conservação do património natural e da biodiversidade da região.

Páginas