Está aqui

Alentejo 2020

Moura vê aprovada candidatura de 700 mil euros para novo terminal rodoviário

A Câmara Municipal de Moura, no Baixo Alentejo, conseguiu ver aprovada a candidatura ao Alentejo 2020, de um projeto que prevê a adaptação do edifício de passageiros da antiga Estação de Caminhos de Ferro de Moura a terminal rodoviário, de modo a constituir uma plataforma adaptada para o Transporte Coletivo Rodoviário.

O Município, para além da valorização do edifício, que está a degradar-se pretende "criar condições de incentivo a uma maior utilização de meios de transporte coletivo e promover a intermodalidade entre diferentes meios de transporte", como adianta em comunicado.

Interior capta 38% do Portugal 2020. Alentejo destaca-se

A meio do caminho da execução do quadro comunitário de apoio, Portugal 2020, ficamos a saber que o interior do país está a captar 2 em cada 5 euros que são alavancados pelos incentivos à inovação do Portugal 2020, investidos em unidades de produção, hotéis e fábricas.

Tal decorrerá porque o programa está a majorar apoios e a abrir concursos exclusivos a quem aposte no interior. A 31 de dezembro de 2018 €744 milhões (38%) dos €1980 milhões investidos em projetos de raiz (greenfield) foram feitos no interior.

Antigo matadouro de Moura com mais 589 mil euros para requalificação

O Município de Moura viu aprovada a candidatura para a 2.ª fase de requalificação do edifício do antigo Matadouro, num investimento elegível de 589.307,00 euros, com uma taxa de cofinanciamento de 85% ao abrigo do Alentejo 2020.

A operação, segundo aquele Município alentejano está incluída no Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Moura e serve para concluir parte das infraestruturas do edifício para funcionamento de um centro cultural que integre a componente do Museu Municipal.

Património: Campo Maior é o maior investimento do Alentejo 2020

A requalificação da fortificação abaluartada é a maior obra de recuperação do património no âmbito do Alentejo 2020, como referiu o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, em visita ao local, e que se fez também acompanhar do secretário de Estado do Desenvolvimento e Coesão, Nelson de Souza.

A recuperação das muralhas campomaiorenses representa um investimento de 5 milhões de euros, o maior de entre um total de 60 milhões de euros do Alentejo 2020 na área do Património.

Sines vai investir 2,8 milhões em observatório do mar

Alentejo 2020 aprovou a operação ‘Observatório do Mar’, que prevê a recuperação dos edifícios dos antigos armazéns da Ribeira, que serviam de apoio à pesca artesanal e configuraram parte das estruturas defensivas do antigo porto de pesca em Sines. O investimento é de 2,8 milhões de euros, cofinanciado à taxa de 85% por fundos da União Europeia, através do Alentejo 2020.

Aljustrel investe 5ME para apoiar empresas

São quase cinco milhões de euros aqueles que a Câmara de Aljustrel vai investir em quatro projetos de áreas de acolhimento de empresas no concelho.

Entre os investimentos encontram-se a expansão da Área de Acolhimento Empresarial e a criação do Centro de Negócios da vila de Aljustrel, orçados em 2,2 milhões de euros e de 1,1 milhões de euros, respetivamente.

A estes, juntam-se a criação da Área de Acolhimento Empresarial da vila de Ervidel, de 996 mil euros, e a requalificação da Área de Acolhimento Empresarial da aldeia de S. João de Negrilhos - 576 mil euros.

Portalegre com nova incubadora para indústrias criativas

Há uma Incubadora de Empresas para Indústrias Criativas vai nascer em Portalegre, num investimento global de 560 mil euros, financiados pelo programa operacional Alentejo 2020, e que vai recuperar um edifício degradado na cidade, para receber micro e pequenas empresas da área das indústrias culturais e criativas. O investimento será suportado em parte pelo município de Portalegre.

Aljustrel, Castro Verde e Castelo de Vide com fortes apostas no setor empresarial

É o maior investimento de sempre no concelho apoiado por fundos comunitários; são cerca de 5 milhões de euros que Aljustrel viu aprovados quatro projetos para áreas de acolhimento empresarial e incubadoras não tecnológicas.

Após o sinal positivo da Comissão Diretiva do Alentejo, estes projetos seguem a estratégia da autarquia de Nelson Brito para a inovação e promoção da atividade empresarial no concelho através da promoção e apoio ao empreendedorismo com base na criação de um ecossistema favorável ao desenvolvimento da atividade empresarial.

Breves: Ferreira do Alentejo com investimento de 2 milhões em Parque de Empresas

A Câmara de Ferreira do Alentejo conseguiu ver aprovado financiamento comunitário para o projecto de expansão do Parque das Empresas daquela vila alentejana, num total de 2 milhões de euros.

O projecto, que aumentará o parque em mais de 7 hectares e 38 novos lotes, vai ser comparticipado pelo FEDER em 85%.

 

Beja com 1,8 milhões para expansão da área de acolhimento empresarial

O Alentejo 2020 aprovou a candidatura do Município de Beja, no valor de 1.870.594,16 euros, para a expansão da Área de Acolhimento Empresarial de Beja. O projeto é financiada em 85% pelos fundos comunitários e inclui a infraestruturação de uma área de 60.051,91 m2, que permitirá a criação de 22 lotes adicionais, para instalação de atividades industriais e empresariais.

A expansão da área é feita para norte e vai abranger acessibilidades, condições de circulação e de segurança rodoviária.

 

Páginas