Está aqui

Airbus

Grupo de aeronáutica francês investe 5 milhões em nova fábrica em Ponte de Sor

O grupo francês Rexiaa, fabricante de componentes aeronáuticos em materiais compósitos, e que produz para a Airbus ou a Dassault Aviation, prepara-se para investir "mais de cinco milhões de euros" em Ponte de Sor. A empresa adquiriu a fábrica da extinta Dynaero e vai implementar linhas de produção fabris que, espera, estarão a laborar no segundo semestre de 2019. 

Maior avião do mundo aterra hoje em Beja

Trata-se do maior avião comercial do mundo e vai aterrar hoje, 23 de julho, no aeroporto de Beja, por este ser o único capaz de receber aquele colosso dos ares. O A380 Airbus da HiFly aterra hoje no aeroporto de Beja, sendo esta a primeira vez que um avião com aquele porte aterra em território português.

O A380 aterra por volta das 17:00 em Beja, o único aeroporto do país com capacidade para receber uma aeronave deste tamanho. A aeronave tem capacidade para 471 passageiros mas pode mesmo chegar aos 853 passageiros quando configurado para classe económica.

GRÂNDOLA ASSINA CONTRATO COM A AERONÁUTICA LAUAK PARA CONSTRUÇÃO DE FÁBRICA DE 22 MILHÕES

A Câmara Municipal de Grândola e a Lauak assinaram hoje, 23 de Agosto, um contrato-promessa de compra e venda de terrenos situados na Zona Industrial de Grândola, para a construção de uma fábrica de produção de componentes de avião num investimento de 22 milhões de euros.

A fábrica vai criar 100 postos de trabalho numa primeira fase e a Lauak prevê, a médio prazo, a construção em Grândola de uma segunda fábrica da marca.

ÉVORA: MECACHROME AERONÁUTICA VAI COMEÇAR A PRODUZIR

A Fábrica de componentes para a aeronáutica da Mecachrome em Évora prevê iniciar produção no 1.º trimestre de 2017, estando neste momento em fase de afinação da maquinaria de precisão. 

Pouco mais de três anos depois das primeiras conversações para se instalar na cidade, um investimento de cerca de 30 milhões de euros e concluída a primeira fase da fábrica de 13 500 metros quadrados, a Mecachrome prevê começar a produzir no primeiro trimestre de 2017, sobretudo para a Airbus.