Está aqui

Abutre-preto

Abutre-preto de volta aos céus alentejanos

O abutre-preto está de volta aos céus alentejanos e, este ano, já nasceram 3 novas crias.

Esta espécie de abutre é a mais ameaçada de Portugal e a notícia de que a espécie está a consolidar o seu restabelecimento no Alentejo surge quando hoje se celebra o Dia Internacional do Abutre.

O Abutre-preto (Aegypius monachus) é uma de rapina necrófaga e de grandes dimensões e era comum na Península Ibérica, nos países balcânicos, Turquia, Médio Oriente, Sibéria, China, entre outros e sofreu um forte declínio do seu número, na Europa, por volta dos anos 70.

Chaparrito, o abutre-preto de Moura

A votação do nome do abutre-preto nascido na Herdade da Contenda em Moura encerrou ontem e os nomes mais votados foram Tomina (73 votos), Chaparrito (69 votos), St. Aleixo (64 votos), Esteva (56 votos) e Medronho (46 votos).

O retorno do Abutre-Preto à paisagem alentejana retratado em filme

A Wildstep Productions, de Daniel Pinheiro e Luís Pinheiro, produziu para a Herdade da Contenda, EM um filme documental centrado na biodiversidade da Contenda, com recurso a tecnologia 4K.

O vídeo, co-financiado pelo Interreg V A Espanha-Portugal, no âmbito do Projeto Orniturismo, aborda a história, paisagem e biodiversidade da Herdade, com destaque para o Abutre-preto e para o projeto de conservação da espécie.

GNR de Portalegre salva jovem abutre-preto

O Comando Territorial de Portalegre salvou ontem um jovem abutre-preto (aegypius monachus), junto à barragem de Montargil, no Alto Alentejo. A ave aparentava estar debilitada e incapaz de voar, o que levou a GNR a recuperar a ave, entregando-a aos cuidados do Parque Natural da Serra de São Mamede, em Portalegre, para reabilitação e posterior devolução ao habitat natural.