Política Nacional

ACORDO ENTRE TITÃS DA AERONÁUTICA PODE AFETAR O ALENTEJO

O anúncio recente de um acordo entre os gigantes da aeronáutica Airbus e a canadiana Bombardier pode afetar o Alentejo e Portugal, onde a concorrente brasileira Embraer tem feito um forte investimento, sobretudo no cluster aeronáutico de Évora.

O receio tornou-se evidente no decorrer dos AED Days, um evento anual sobre a aeronáutica, espaço e defesa nacionais.

O acordo entre a Airbus e a Bombardier visa essencialmente o programa de construção de aviões CSeries da Bombardier, sendo esta aeronave uma das principais concorrentes da E-2 da Embraer, líder de mercado.

HOSPITAL DO LITORAL ALENTEJANO MANTÉM UNIDADE DE CONVALESCENÇA

A garantia foi dada pela Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS), a Unidade de Convalescença do Alentejo Litoral mantém-se, mas com menos camas, numa situação que é transitória.

"Não houve qualquer encerramento da Unidade de Cuidados Paliativos como não houve nenhum encerramento da Unidade de Convalescença", garantiu ontem José Robalo, responsável pela ARS do Alentejo.

PREÇO DO AZEITE VAI SUBIR. GOVERNO PROMETE APOIO AOS AGRICULTORES

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) garantiu ao ECO que o preço do azeite vai subir na sequência dos incêndios de outubro, já que segundo João Dinis, dirigente da CNA, mais de metade dos olivais tradicionais arderam, a acrescentar à seca que estava a definhar a azeitona, num prejuízo que calcula ser superior a 5 mil milhões de euros.

MINISTRO PEDRO MARQUES EM ÉVORA PARA FAZER BALANÇO DO FUNDO JESSICA

A cidade de Évora recebe o Ministro do Planeamento e Infraestruturas Pedro Marque para o evento anual do Fundo Jessica. A iniciativa decorre no próximo dia 23 de outubro, no auditório da Fundação Eugénio de Almeida e servirá para fazer balanço da aplicação integral da primeira fase dos recursos e projetados os objetivos até 2021, anunciando-se as oportunidades e instrumentos de financiamento disponíveis para apoiar os promotores e as cidades nos próximos anos.

AGRICULTORES DENUNCIAM QUE MEDIDAS DO GOVERNO PARA COMBATER A SECA NO ALENTEJO "VIERAM MUITO TARDE"

A crítica vem do presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) que denúncia que as medidas tomadas pelo Governo para minimizar os efeitos da seca, particularemente no Alentejo, "vieram muito tarde".

ENFERMEIROS E UTENTES EM PROTESTO CONTRA AS CONDIÇÕES DO HOSPITAL DO LITORAL ALENTEJANO

O risco de funcionamento do serviço de paliativos e o encerramento do serviço de convalescença do Hospital do Litoral Alentejano levaram a semana passada a totalidade dos autarcas do Litoral Alentejano, a pedir "com caráter de urgência", uma reunião com o Ministério da Saúde.

GOVERNO ASSEGURA QUE HOSPITAL DE ÉVORA AVANÇA EM 2018

São mais 239 milhões de euros que a Saúde vai ter em 2018 – comparativamente a 2017 - no Orçamento de Estado de 2018 e que servirão, essencialmente, para a construção de novos centros de saúde e lançar o concurso público do novo hospital de Lisboa e o novo hospital de Sintra, e iniciar os projetos dos Hospitais de Évora e também do Seixal.

A previsão é a de um crescimento de cerca 16,1% do investimento, que passa também pela contratação de mais médicos para os cuidados de saúdes primários e reabilitação e reequipamento das unidades de saúde.

ALENTEJO DESTACA-SE NOS GRANDES INVESTIMENTOS

O ministro da Economia, Caldeira Cabral, esteve no Alentejo, em Évora onde inaugurou a fábrica da Mecachrome, um investimento de 30 milhões de euros.

RECORDES DO PORTO DE SINES COLOCAM-NO NO TOP 15 EUROPEU

O Porto de Sines já representa mais de metade dos movimentos de transbordo a nível nacional e é um dos 15 portos europeus que regista maior volume de mercadorias.

Ao nível da carga em contentores o Porto de Sines cresceu este ano 14% e representa uma quota de 36% do total de carga em contentores movimentada no país. Na Europa e a crescer mais que Sines apenas está o porto de Barcelona.

Na imagem de capa Maersk Classe Triple E

 

MECACHROME AERONÁUTICA INAUGURADA EM ÉVORA

30 milhões de euros investidos numa unidade de produção de peças metálicas para a aeronáutica em Évora, com 13 500 metros quadrados já concluídos, num total de 22 mil metros quadrados, a Mecachrome Aeronáutica, do grupo francês Mecachrome, que emprega já 65 dos 250 postos de trabalhos previstos, inaugura hoje, 13 de outubro, as suas instalações no Parque de Indústria Aeronáutica de Évora.

Apesar de ter começado a operar em março deste ano, a nova fábrica tem estado a receber maquinaria, processo que já estará completo.

Imagem de capa de manatour.fr

Páginas