Política Nacional

Riscos de falhas do SIRESP no distrito de Évora

Há uma matéria que tem sido muito pouco falada na nossa região, mas que nos deve deixar preocupados. Tem a ver com o risco de falhas do SIRESP no distrito de Évora.

Recentemente, através de declarações à imprensa regional, o presidente da Federação de Bombeiros do Distrito de Évora, informou que em 2017 o SIRESP não funcionava no distrito de Évora, tendo uma cobertura de apenas 40% do território.

Alentejo: ARS convocou cerca de 32 mil pessoas para rastreio do Cancro do Cólon e Reto

A partir de julho e até ao início de 2019 a Administração Regional de Saúde do Alentejo (ARS) vai efetuar uma grande campanha de Rastreio do Cancro do Cólon e Reto nos Centros de Saúde de Vila Viçosa, Redondo e Alandroal.

A população alvo terá idades compreendidas entre os 50 e os 74 anos e já está a ser contactada pelos serviços via correio. Segundo dados apresentados pela ARS terão já sido contactadas cerca de 32 mil pessoas para fazerem o rastreio.

Em caso de cancro, a deteção precoce pode ser decisiva para a sobrevivência e esse é o grande objetivo deste rastreio.

"É inaceitável a exclusão da linha ferroviária Beja-Casa Branca do Programa Nacional de Investimentos"

Pedro do Carmo, deputado eleito por Beja pelo PS considera inaceitável a "exclusão inicial da modernização ferroviária do troço Beja-Casa Branca do universo de projetos do Programa Nacional de Investimentos (PNI2030)".

Zorrinho com solução para impasse no Programa Digital Europeu

Na sua intervenção feita dia 18 de Junho na Comissão de Indústria, Investigação e Energia, no âmbito do diálogo estruturado com a Comissária para a sociedade digital, Mariya Gabriel, Carlos Zorrinho considerou que o Programa Digital Europeu 2021-2027 com um investimento previsto de 9,2 mil milhões de euros, é uma enorme oportunidade para que a UE não seja relegada para um lugar secundário na revolução em curso, a qual vai transformar a forma como nos organizamos, criamos valor e vivemos em sociedade.

Alentejo fora dos investimentos para 2030

O governo apresentou hoje a metodologia do debate técnico e político do Programa Nacional de Investimentos 2030 e que pretende definir as prioridades dos investimentos infra-estruturais estratégicos de médio e longo prazo nos sectores da Mobilidade e Transportes, Ambiente e Energia.

De uma lista de cerca de 40 projetos, metade são ferroviários e o Alentejo pode ficar de fora.

David Justino em Évora para debater Educação

A organização é dos Trabalhadores Social Democratas (TSD) que vai organizar, amanhã, a partir das 19h, no pátio do Museu de Arte Sacra da Sé de Évora, o debate “Educar… políticas públicas e comunidade escolar”.

David Justino, vice-presidente do PSD, professor universitário e ex-Ministro da Educação será um dos oradores num painel a que se juntam o secretário-geral dos TSD e deputado social-democrata Pedro Roque e a diretora do Agrupamento de Escolas n.º4 de Évora, Maria de Lurdes Brito.

 

Imagem de thumbs.web.sapo.io

 

A Extremadura espanhola quer passageiros na linha Sines/Caia

À margem do III Plenário da eurorregião EUROACE, esta semana, em Évora, o presidente da Junta da Extremadura espanhola, Guillermo Fernández Vara, revelou que, na sua opinião, não tem qualquer dúvida que – apesar do objetivo principal desta linha ser a ligação dos Portos portugueses de Sines e setúbal a Madrid e à europa central - a linha ferroviária Sines/Caia servirá também de transporte para passageiros.

Cimeira Internacional de Negócios em Beja

Beja junta, esta sexta e sábado, a União de Exportadores (UE) da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) numa cimeira que tem por objetivo captar novos investimentos para a região e promover as exportações dos empresários do Baixo Alentejo.

A decorrer nas instalações do NERBE, estarão presentes delegações dos nove países da CPLP - Portugal, Angola, Brasil, Cabo verde, Guiné Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste – e membros dos governos.

Ferreira do Alentejo: fábrica de bagaço de azeitona obrigada a suspender atividade

A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Alentejo tinha pedido a suspensão da atividade da fábrica de bagaço de azeitona de Fortes, no concelho de Ferreira do Alentejo, ao IAPMEI - Instituto de Apoio às Pequenas e Médias Empresas e Inovação, que tem competências na matéria e essa suspensão efetivou-se, na passada semana.

Extremadura espanhola já tem 20 mil pessoas a aprender português

Segundo Guillermo Fernández Vara, presidente da Junta da Extremadura espanhola, são já cerca de 20 mil os espanhóis a estudar português naquela região. A revelação foi feita em Évora, no âmbito do III Plenário da euroregião EUROACE, que integra precisamente a Extremadura espanhola, o Alentejo e o Centro de Portugal e o que justifica esta escolha dos espanhóis tem que ver com as ofertas de trabalho em Portugal que, segundo o mesmo governante, são mais abundantes que em Espanha.

Páginas