Política Nacional

VIANA DO ALENTEJO QUER REQUALIFICAÇÃO DO QUARTEL

Com o objetivo garantir melhores condições de segurança para os militares da GNR, o Município de Viana do Alentejo solicitou a requalificação do Quartel da GNR de Viana do Alentejo, ao Ministério da Administração Interna.

ALENTEJO RUMO AO DESENVOLVIMENTO

O Alentejo parece navegar a velocidade de cruzeiro, rumo à Competitividade, Inovação e Conhecimento, procurando ao mesmo tempo aumentar a valorização do espaço regional. Como? É simples, através dos projetos submetidos e aprovados no programa INALENTEJO - Programa Operacional Regional do Alentejo 2017-2013, que absorveu 100% dos fundos europeus que constituíam a sua dotação.

JERÓNIMO DE SOUSA QUER MAIS CÂMARAS ALENTEJANAS PARA O PCP

Jerónimo de Sousa vai participar em Avis, no Sábado, dia 7 de Maio, no 15º Encontro Regional de Quadros do Alentejo do PCP. O encontro tem como tema "Por um Alentejo Desenvolvido - Reforçar o Partido e junta o PCP de Beja, Évora, Litoral Alentejano e Portalegre. A pouco mais de um ano das eleições autárquicas o PCP prepara-se para definir as grandes linhas políticas para reforçar a posição do Partido que detém 19 câmaras municipais alentejanas (40%), num total de 47.

Resta saber como vão lidar o PCP e o PS na disputa autárquica, já que são aliados no Governo.

ALENTEJO COM PAISAGEM EM RISCO

O Alentejo tem uma paisagem que o distingue do resto do planeta e essa paisagem é relevante não só como elemento distintivo mas também por motivos económicos, sociais e ambientais. O Montado de Sobro e Azinho são a imagem de marca do Alentejo e fonte de riqueza económica, bem como responsáveis pela absorção de mais de 3 milhões de toneladas de CO2 por ano.

11,4 MILHÕES DE FUNDOS COMUNITÁRIOS PARA A INVESTIGAÇÃO NO ALENTEJO

Serão 24 os projetos que o programa regional Alentejo 2020 vai apoiar na área da investigação científica e tecnológica, num investimento total que ultrapassa os 13,7 milhões de euros, com um cofinanciamento de 11,4 milhões de euros.

Na sua maioria, a entidade promotora destes projetos é a Universidade de Évora, mas também o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária, o Centro de Biotecnologia Agrícola e Agroalimentar do Alentejo e o Laboratório Nacional de Energia e Geologia.

MÃE! QUE MÃE ÉS HOJE?

Quando fui mãe vivi os dias mais felizes da minha vida! Pensei para mim mesma, como poderia um ser tão pequeno tão dependente, tão perfeito tão lindo produzir aquele sentimento maravilhoso em mim?

DESEMPREGO EM ÉVORA É MAIOR DO QUE DIZ O IEFP

A acusação foi feita pela União dos Sindicatos do Distrito de Évora (USDE), afecta à CGTP, pela voz de Valter Lóios, em declarações à agência Lusa, na apresentação ontem um estudo social sobre a região.

Segundo os dados apresentados são neste momento entre 18 000 e 20 000 os desempregados no Distrito de Évora, quase o dobro dos avançados nas listas do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), publicadas em Fevereiro (10 700 desempregados).

PRAGA DO ESCARAVELHO-VERMELHO AMEAÇA PALMEIRAS NO ALENTEJO

Leva já uma década o combate à praga com origem na Ásia e que está a dizimar milhares de palmeiras por todo o país, muitas delas centenárias, com custos enormes em tratamentos que muitas vezes são tardios ou ineficazes e no consequente abate e incineração. Falamos do escaravelho-vermelho (Rhynchophorus ferrugineus) cuja expansão para o ocidente se fez a partir dos anos oitenta do século passado vindos do Médio Oriente, afetando o Norte de África, Orla Mediterrânica e, pelo Algarve, o resto do País.

O GRITO DA REVOLTA

Há 42 anos, Portugal via terminar a mais longa ditadura europeia: 48 anos.

No dia de hoje, em 1974, o Movimento das Forças Armadas (MFA) – composto na sua maioria por capitães com participação na Guerra Colonial, com o apoio de muitos outros soldados milicianos – dá, finalmente início aos anseios do povo e põe em curso a revolução que preparava há uns anos.

MARCELO BRINDA AO EMPREENDEDORISMO NO ALENTEJO

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, terminou ontem o seu périplo pelo Alentejo, o “Portugal próximo”, e passou por Reguengos de Monsaraz (Évora) onde brindou ao empreendedorismo com o um gin fabricado nesta localidade, o Sharish Gin.

Páginas