Está aqui

Opinião

Orçamento do Estado 2021 e os divórcios anunciados

Recentemente foi aprovado na generalidade o Orçamento do Estado (OE) para 2021. Na prática, todos sabíamos que, de uma forma ou de outra, este OE teria a sua aprovação garantida. Com Bloco de Esquerda (BE) ou com Partido Comunista Português (PCP), o OE 2021 seria aprovado. É pelo menos a minha convicção.

Note-se que, no contexto atual, apesar de não concordar com este Orçamento de Estado, é bem melhor ser aprovado do que ser chumbado.

Posto isto, a novidade no meio disto tudo foi o divorcio do BE com a famigerada geringonça que nos governou durante os últimos 5 anos.

Salário Emocional como forma de Reter Talento

Num mundo de trabalho cada vez mais volátil no que diz respeito à empregabilidade, não deixa de ser irónico que um dos maiores desafios colocados às Organizações nesta fase seja a retenção de talento. Por outras palavras, existe uma enorme dificuldade das empresas em garantir a continuidade dos seus melhores colaboradores, normalmente assim designados pela sua capacidade de trabalho e envolvência acima da média com a empresa. São pessoas que deixam uma marca na função e na empresa, e como seria de esperar, são raros e extremamente difíceis de encontrar.

Única

Esta semana fala-se de um ser único. Era tão singular que só tinha uma célula. Era unicelular e, por isso mesmo, muito pouco interessante. Muito pouco não. Nada interessante. Chamava-se Ameba e não se passava nada com ela. Não pensava, não andava, não cantava. Falar, também não falava. Que eu saiba, nunca fez um telefonema aos amigos, nem menos se dignou a mandar prendas a nenhum deles. Também não tinha braços ou pernas para o fazer. Gostava que a ameba, esse ser único pudesse ter muito mais para contar e poder dar-vos maravilhas sobre a sua existência.

75 anos de Nações Unidas

Com a frase “Nós, os povos das Nações Unidas”, há 75 anos, o mundo modificava-se para sempre. A 25 de abril de 1945, representantes de 50 países, reunidos em São Francisco, nos Estados Unidos, realizaram uma conferência que mudaria aquilo que era o mundo até então.

Defender o Porco Alentejano dos impactos da pandemia

A pandemia está a provocar relevantes impactos negativos no escoamento da produção da fileira do Porco Alentejano, em especial, nas vendas para o mercado espanhol tradicionalmente comprometido com a aquisição dos produtos de excelência da produção regional em regime de montanheira.

Covid-19: Desta vez, tocou-nos de perto!

Sabíamos que este dia ia chegar, mais cedo ou mais tarde. Mas quando a desgraça nos toca de perto, dói com mais intensidade. Vila Viçosa vive dias difíceis.

Infelizmente, foram os nossos que acabaram por ficar doentes ou isolados, à espera de respostas. Quando o mal está longe, sofre-se de outro modo.

Estávamos preparados para o que está a acontecer? Provavelmente não… Mas quem estava, desde que tudo começou?! O que importa agora é dar respostas cabais e tentar acudir a todos. É isso que seguramente está a ser feito!

Don Ki

Sozinho. Era um ser que estava sempre sozinho. Numa vida como a sua, a companhia era algo raro e quando acontecia, não era nada de positivo que a acompanhava. Chamava-se Ki e toda a gente o tratava por Don Ki. Talvez por ter nascido e por viver na Coreia, mas era uma forma de respeito. Pelo menos assim pensava.

Don Ki nascera numa província longínqua do pais, muito longe do paralelo 39. Nunca tinha ido a Seoul nem sabia que lá tinham tido lugar jogos olímpicos há muitos anos. Já teria nascido nessa altura mas não tinha televisão.

Stayaway Costa

A iniciativa de obrigatoriedade de instalar a aplicação eletrónica Stayaway Covid nos telefones das pessoas é completamente estapafúrdia. É aberrante e abusiva, isto porque coloca claramente em causa a privacidade e os direitos, liberdades e garantias dos cidadãos.

Para Além do Tejo

PARA ALÉM DO TEJO

Por Ricardo Jorge Claudino

(entre a batalha de Ourique e a chegada a Calecute)

A sul do Tejo

fica a terra que a norte

se via muito para além

do tempo.

.

A jovem nação,

refém entre vales e serras,

Os Recursos Humanos no setor Agrícola

Se a pandemia lançou um desafio ao país no que diz respeito à sua capacidade para gerar e manter postos de trabalho, esse desafio tornou-se particularmente complexo no Alentejo. As principais indústrias da região têm emagrecido os seus quadros, e é com natural apreensão que milhares de trabalhadores de micro, pequenas e médias empresas abordam o futuro imediato. Observa-se, porém, que existe um setor que se tem mantido imune a toda esta incerteza e que pela importância do negócio na sociedade, tem agora a visibilidade e a oportunidade para se profissionalizar: o setor agrícola.

Páginas