Está aqui

Opinião

O percurso para o esquecimento

É bastante fácil imaginar um percurso. Aquilo que pensamos, os planos que fazemos, as ideias que concebemos, tudo o que faz parte do interior da nossa cabeça, dos nossos atos, da nossa ação, podem tornar-se, ou não, realidade.

O percurso, fruto do desejo, do anseio, transforma-se e muta-se tantas vezes, fazendo parte de sonhos ou de realidades.

Por isso, o caminho que nesta crónica traçamos pode ser qualquer um…

Qualquer caminho que se trace, na Europa, aqui nos Estados Unidos, ou em qualquer lugar, há sempre um percurso a ser percorrido. Temos um

Procuro o meu rosto no espelho: mudou, por isso parti-o e fui punido

(Busco mi cara en el espejo; es otra.

Por eso lo rompí y me castigaron.)

Procuro o meu rosto no espelho: mudou, por isso parti-o e fui punido.

 

- Olá, eu não te vejo há muito tempo.

- Quanto tempo?

- Eu não sei exatamente. Tu pareces mudado na aparência.

Para

Para de me puxar. Eu quero ficar.

Para de gritar. Não quero chorar.

Desamparada e com as pernas a tremer, o meu corpo é projetado contra o chão frio que cumprimenta todos os meus pelos em pé, por esta altura, arrepiados. Os meus olhos fixam-se na grande e vazia parede branca e dava tudo para voltar a ver aquela estrela cadente.

- Larga-me! - Imploro de novo como se fosse o refrão de uma canção. - Por favor - Suplico e o meu suspiro sai mais alto do que eu estava à espera.

Semelhanças e diferenças

No contexto global e no atual estado de desenvolvimento das sociedades, parece-nos bastante importante perceber as formas de atuação, as ideologias, as premissas, os acontecimentos e as suas consequências. No atual estado daquilo que é global, os blocos regionais tantas vezes se assemelham e se diferenciam em pontos comuns de observação e análise.

Operação Miríade - A pouca vergonha nacional

Na atualidade encontramo-nos a discutir a polémica em torno do alegado caso de tráfico de diamantes, ouro e drogas protagonizado por militares portugueses em missões das Nações Unidas na República Centro-Africana.

Ao certo o que significa este escândalo que surge nas nossas forças armadas?

Faz algum sentido o ministro da Defesa, João Cravinho, não ter informado o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, nem o primeiro-ministro António Costa?

Como é possível num escândalo desta natureza e ninguém ter posto o lugar à disposição?

Casos perdidos

Quantas vezes não usamos a velha, mas sempre atual, expressão do caso perdido. Desconheço a origem da mesma, e não se trata aqui nestas singelas linhas que esta semana escrevo, de dissecar a sua origem, mas sim os diferentes contextos em que a sua utilização se concretiza e, como poderia, desejavelmente, ser concretizada.

A vida, muitas vezes rodeada de sucessos, tem em momentos diferentes, grandes baixos que contrariam os altos e os sorrisos de vitória, de alcance, de realização.

Reflexões

Amanhã, aqui nos Estados Unidos, comemora-se o Halloween, a noite das almas, a noite das bruxas. Este é o último dia antes do dia dos finados e do Dia de todos os Santos. Dizem que no dia do Halloween as almas saem à rua e caminham pelos campos e pelas cidades… dizem que tudo se torna assustador. Assustadoras nesta altura do ano são também atitudes e ações diversas que, não correspondendo a uma atitude complacente com a candura da queda das folhas, se tornam quase como uma caça às bruxas.

Este chumbo do Orçamento do Estado para 2022 cheira a esturro!

O chumbo do Orçamento do Estado para 2022 ´´cheira a pântano´´, cheira a ´´abandono´´ do País, cheira a ´´contas descontroladas´´. Um deja vu da governação socialista!

O Parlamento chumbou na última quarta-feira a proposta de Orçamento do Estado para 2022. O documento foi inviabilizado com 117 votos contra, 108 a favor e cinco abstenções.

Tem havido uma enorme discussão sobre quem quis efetivamente ´´matar´´ o Orçamento do Estado para 2022.

Dieta alentejana

Ao pequeno-almoço como uma popia

ao lanche uma arrufada

antes de chegar o fim do dia

só tenho ganas para uma torrada.

 

Aconselhado pelo senhor doutor

sigo a dieta com muita cautela

não vá a consciência me impor

mais uma sopa de beldroegas.

 

Querem que evite o pão,

o vinho, a batata e o queijo;

quem me tira tanta emoção

tira-me o sabor do Alentejo.

 

Mas o sabor é só um sentido

os restantes continuo a apurar

felizmente tenho conseguido

76 anos de ONU - “a todos, em todo o lado, que se unam”

“Nós, os povos das Nações Unidas” é a frase que dá que há 75 anos o mundo se modificava para sempre quando a 25 de abril de 1945, representantes de 51 países, reunidos em São Francisco, nos Estados Unidos, realizaram uma conferência que mudaria aquilo que era o mundo até então.

Páginas