Está aqui

Negócios e Empresas

VINEAS - a plataforma que ajuda o setor do vinho diante das alterações climáticas

A VINEAS é uma plataforma para o setor do vinho promover o desenvolvimento de estratégias e soluções de adaptação às alterações climáticas e que surge por iniciativa da NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA.

A VINEAS é resultado do projeto MEDCLIV liderado em Portugal pela NOVA School of Science and Technology | FCT NOVA e que conta com outros agentes de cooperação como a Universidade de Évora, a Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA), e a Associação Técnica dos Viticultores do Alentejo (ATEVA).

Central fotovoltaica em Santiago do Cacém é contestada por população

O projeto que prevê uma central solar fotovoltaica no concelho de Santiago do Cacém, num investimento de mil milhões de euros, está a ser contestado pela população, através de uma petição pública.

Segundo a agência Lusa, a empresa Prosolia Energy quer construir a central solar “The Happy Sun is Shining” (THSiS) na freguesia de São Domingos e Vale de Água, e o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) do projeto esteve em consulta pública até dia 18 de março.

O Alentejo tem de ir a Bruxelas!

Há já vários anos, no «Terreiro do Paço» de Bruxelas, um conjunto de finos pensadores europeus, descobriram, na ânsia de afirmação da qualidade e diferenciação da sua sábia e bem preparada linha de pensamento, que os fundos europeus já tinham dado o que havia a dar para as chamadas obras do «betão»! Era chegada a vez das etéreas obras do saber, da investigação e do desenvolvimento.

Brasil já absorve 21,4% das exportações de vinho alentejano

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) juntou ontem, quarta-feira, 31 de março, um painel de especialistas do mundo vitivinícola para discutir os desafios e potencialidades do Brasil para o vinho alentejano, bem como as tendências que vão marcar o ano de 2021 do mercado sul-americano que representa já 21,4% do volume de vinho exportado pelo Alentejo.  

Vendas de borrego do Alentejo “estão melhores” nesta Páscoa

As vendas de borrego produzido no Alentejo, nesta Páscoa, estão a superar as do ano passado em quantidade e preço, anunciou à Lusa a coordenadora do Agrupamento de Produtores Pecuários do Norte Alentejano – Natur-al-Carnes, Maria Vacas de Carvalho.

Contudo, ainda há produtores que se queixam de “marcas” no setor, devido à pandemia de covid-19. “As vendas estão melhores em relação ao ano passado, mas não está a ser um ano espetacular, não está fantástico. Não está como era normal”, assegurou a responsável.

Governo com 15 milhões para ajudar agricultores a comprar novos tratores

O objetivo é renovar o parque de máquinas, de forma a promover principalmente a segurança e o fundo criado pelo governo para o efeito dispõe de 15 milhões de euros. O montante máximo de investimento por projeto será de 50 mil euros e haverá discriminação positiva para detentores do Estatuto de Agricultura Familiar e para atividades em zonas desfavorecidas e de montanha como é o caso de grande parte do Alentejo.

Viana do Alentejo celebra a Páscoa com "Sabores do Borrego"

Chega a Páscoa e já se sabe que o borrego é o protagonista principal da gastronomia alentejana. Borreguinhos de azeite, cabeça de borrego assada, ensopado à antiga, caldeirada de borrego ou borrego na púcara, são alguns dos pratos desta rica tradição gastronómica alentejana e que Viana do Alentejo homenageia durante o período da Páscoa, entre 1 e 5 de abril, com o Ciclo Gastronómico “Sabores do Borrego”, que terá lugar nos restaurantes aderentes do concelho.

Santiago do Cacém vê nascer novo ecohotel de luxo

Um novo complexo hoteleiro que combina o luxo com a sustentabilidade vai ser construído em São Francisco da Serra, no município de Santiago do Cacém, com a ajuda do EEA Grants, um mecanismo financeiro da Islândia, Liechtenstein e Noruega que apoia projetos europeus com o objetivo de reduzir disparidades sociais e económicas.

Santiago do Cacém queixa-se de falta de cobertura na rede de internet

A falta de cobertura de rede de internet e telemóvel em vários pontos do Concelho de Santiago do Cacém é uma situação que continua a causar constrangimentos no dia a dia das populações, sobretudo neste momento de pandemia da COVID-19 onde predomina o teletrabalho e as aulas online, queixa-se aquela autarquia alentejana.  Um problema que tem sido denunciado pelo Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, que até à data não teve qualquer resposta ou solução por parte da Administração da Altice.

Ervideira fecha 2020 com lucro de 130 mil euros e aposta em novos projetos

A Adega Ervideira, em Vendinha, no concelho de Évora, anunciou que fechou o ano de 2020 com 130 mil euros de lucro, apesar do ano “em que tudo parou e vimos projetos ficarem em ‘standby’”.

Em comunicado, citado pela agência Lusa, a empresa refere que o “sucesso de 2020” se deveu ao “grande exercício de gestão e contenção de custos levado a cabo pela empresa”, que viu “uma queda de 32% das vendas” devido à pandemia, uma vez que a sua grande parte do negócio depende do canal Horeca (hotéis, restauração e cafés) e das lojas próprias, na adega e abertas em Monsaraz, Évora e Lisboa.

Páginas