Está aqui

Feiras

Inspiração, paixão e tradição no Vidigueira Vinho em Abril

Inspiração, paixão e tradição são o mote para o evento municipal que pretende promover os vinhos e a gastronomia da célebre Vidigueira. Falamos do Vidigueira Vinho, que vai decorrer entre 10 e 12 de abril e integra a Mostra Gastronómica da Sopa de Espinafres, exposição e venda de produtos agroalimentares, conferências, provas de vinho, espetáculos musicais, animação de rua e festas temáticas.

Viana do Alentejo vai promover a romaria a cavalo mais antiga do país em Lisboa

O Município de Viana do Alentejo volta a marcar presença na  BTL – Bolsa de Turismo de Lisboa que irá decorrer de 11 a 15 de março, na FIL, em Lisboa.

Santiago do Cacém tem um festival de sopas que é um aconchego

Sopas de cação, de coentros, da pedra, de tomate, de peixe, de legumes, de abóbora ou de ervilha. Também podemos arrojar e degustar um creme de coentros com nozes ou de couve-flor, uma sopa de bacalhau com grão, de beterraba, de mandioca ou de porco preto. Ou uma canja, o caldo verde e claro a sopa da Avó.

Eis algumas das propostas da 8.ª edição do Festival de Sopas, num evento solidário que envolve restaurantes locais, empresas, coletividades, associações e movimentos paroquiais e que conta servir mais de 3500 doses de 40 variedades de sopa.

Resgatar o passado islâmico em Mértola

O fim-de-semana Terras sem Sombra de 15 e 16 de Fevereiro, em Mértola, propõe um regresso ao passado, com os pés bem assentes no presente e o olhar no futuro. O programa de música apresenta a excelência ímpar do Canto Gregoriano interpretado a solo a cappella pelo contratenor espanhol José Hernández Pastor. A acção de Património convida a olhar o território através do legado do Islão e, no âmbito da Salvaguarda da Biodiversidade, redescobrem-se práticas agrícolas sustentáveis. 

O melhor da gastronomia alentejana com porco em Reguengos de Monsaraz

Fevereiro é um bom mês para pratos fortes e substanciais até porque estamos em pleno inverno. Entre 14 e 23 de fevereiro Reguengos de Monsaraz propõe uma semana gastronómica regional dedicada aos pratos com porco.

Feira em Serpa é o paraíso para os amantes de queijo

O queijo é um vício e o impacto que tem nos apreciadores é particularmente potente por causa da caseína, uma substância põe os recetores opióides do cérebro (ligados ao vício) em alerta. Fica a perceber porque não consegue parar de comer queijo.

Festival da enguia da Lagoa de Santo André termina este fim de semana

O 6.º Festival da Enguia da Lagoa Santo André termina este fim de semana, dia 9 de fevereiro, mas ainda vai a tempo de degustar os mais variados pratos confecionados com esta iguaria única.

Marvão é "Comidas d'Azeite" em fevereiro

Açorda de ovas feita com azeite de azeitona galega e sável frito, couvada de polvo com azeite cru à portuguesa, lombo de bacalhau em azeite de Marvão e alho, miolo de camarão e espargos selvagens, arroz de línguas de bacalhau com azeite de azeitona galega, são alguns dos pratos que vão coroar a 15ª edição a iniciativa gastronómica de Marvão, “Comidas d'Azeite”.

A quinzena dedicada à gastronomia alentejana com o inseparável azeite decorre naquele concelho alentejano entre 9 e 23 de fevereiro e conta com os restaurantes aderentes, que lhe dedicam mais atenção por esta altura.

Torrão de Alcácer do Sal com festival de 3 dias dedicado aos doces

Bolo raiva, pinhoadas, bolo fidalgo, hóstia real, tartes e tortas variadas, a par de licores, compotas e bombons são algumas das guloseimas tradicionais que vão poder ser degustadas no “Torrão Doce”, uma mostra de doçaria que o Município de Alcácer do Sal promove a 3, 4 e 5 de abril para "valorizar e dinamizar a economia local na área da doçaria conventual, tradicional e popular", na vila do Torrão.

Não há migas como as de Mora

Já o dissemos o ano passado e voltamos a defender. Não há migas como as de Mora.

Acompanhadas com carne ou de porco frita, usualmente toucinho, entrecosto ou ambos, por vezes de figos ou uvas, as migas são um dos pratos mais emblemáticos do Alentejo, eventualmente criadas por pastores e que podem ser de pão, de batata, espargos ou coentros. E agora é tempo delas, particularmente em Mora, que lhe dedica um mês inteiro, em jeito de festival e para atrair à vila alentejana sobretudo "forasteiros", como refere a autarquia, que as dinamiza.

Páginas