Está aqui

Exposições

Três mil euros em prémios em concurso de fotografia da Universidade de Évora

As Alterações Climáticas são o tema que propõe a Universidade de Évora para o concurso de fotografia, cujas inscrições decorrem até 31 de janeiro de 2019. PHENOMENA remete para o olhar sobre os fenómenos ambientais extremos que nos interpelam cada vez mais.

Feira Ibérica da Infância e Juventude aqui ao lado, em Badajoz

Há 28 anos que acontece anualmente e por esta altura uma feira inteiramente dedicada à infância e à juventude. Falamos XXVIII edição da Iberocio, Feira Ibérica da Infância e Juventude da Extremadura, está de portas abertas até domingo 30, em Badajoz, para que as crianças e jovens desfrutem de cinco dias de lazer, diversão e entretenimento.

8 das 100 melhores fotografias do norte-americano Space.com são do Alentejo

Das 100 melhores fotografias do espaço de 2018 selecionadas pelo portal norte-americano Space.com, 10 são de Miguel Claro, o conhecido fotógrafo do céu de Alqueva e 8 delas são mesmo do Dark Sky Alqueva, classificado pela UNESCO como "Starlight Tourism Destination".

Estela funerária da Idade do Bronze entregue a Aljustrel após batalha jurídica

A estela funerária da Idade do Bronze, detida indevidamente por um arqueólogo a quem o Estado intentou uma ação judicial e venceu, vai ser entregue à guarda do Museu Municipal de Ajustrel e apresentada publicamente no dia 10 de janeiro de 2019, pelas 18h30, com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Aljustrel, da Diretora Regional de Cultura do Alentejo e do responsável pelo achado.

Sugestão Tribuna Alentejo: “Soleil de Méditerranée’ de Pierre Farel

Em Ponte de Sor, a exposição “Soleil Mediterranée”, de Pierre Farel, já está patente no Centro de Artes e Cultura (CAC).

Até 21 de janeiro, obras de Pierre Farel estarão em exposição na localidade alentejana. O artista francês – natural de Orange – foi antigo aluno de Belas Artes em Avignon e aos vinte anos foi para a ilha de Córsega, onde vive até hoje.

O que andaram Gregos, Egípcios e Fenícios a fazer em Beja?

O que andaram Gregos, Egípcios e Fenícios a fazer em Beja é uma pergunta a que a EDIA- Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas de Alqueva, pode ajudar a responder com a exposição patente no Núcleo Museológico da Rua do Sembrano, em Beja.

Inserida no ciclo de exposições da EDIA, a exposição “Gregos, Egípcios e Fenícios em Beja?” surge com base no espolio descoberto durante as intervenções arqueológicas realizadas na construção de Alqueva e é uma medida de salvaguarda e de minimização dos impactes no Património Arqueológico.

145 Presépios de toda a Europa para ver em Évora

Será na Igreja de São Francisco, em Évora, que estarão expostos 145 presépios da coleção Canha da Silva, provenientes de 24 países diferentes e que são o reflexo da vida e cultura desses povos.

Estarão em exposição o presépio provençal francês, o italiano, o napolitano ou os alemães; mais contemporâneas, mais antigos, com materiais dos mais tradicionais aos mais invulgares, há presépios para todos os gostos.

De Moura para o mundo, numa exposição de Santiago Macias em Évora

Santiago Augusto Ferreira Macias nasceu em Moura em 1963, licenciou-se em História de Arte em 1985, Mestre em História Medieval em 1995 e doutorou-se em História em 1995. Foi assessor na Câmara Municipal de Mértola, investigador do Campo Arqueológico de Mértola e Professor de Arqueologia Medieval na Universidade do Algarve. Dirigiu escavações em Mértola e Moura, foi comissário científico das exposições “Portugal Islâmico” em 1998 e “Marrocos-Portugal” em 1999.

2019 é ano de "afirmação da candidatura" Évora Capital Europeia da Cultura 2027

Apesar de em 2018 já ter sido notória a quantidade (23 grandes eventos) de espectáculos, festivais e feiras promovidas na cidade de Évora, com os olhos postos na candidatura a Capital Europeia da Cultura em 2027, 2019 vai ser, segundo a autarquia alentejana, o ano da "afirmação" da candidatura.
 

Évora é Património Mundial há 32 anos

Évora comemora no próximo domingo, 25 de novembro, o 32.º aniversário sobre a inscrição do seu centro histórico na lista das cidades classificadas como Património Mundial pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). 

Páginas