Está aqui

Cultura

Alentejo e Ribatejo Film Commission pede suspensão de rodagens no território

A Alentejo e Ribatejo Film Commission está a pedir a suspensão de todas as produções cinematográficas a decorrer nas regiões do Alentejo e Ribatejo, perante o cenário de pandemia do Covid-19.

Na sequência do Plano Nacional de Contenção da pandemia Covid-19 e em linha com as orientações da DGS e as directivas do Governo, aquela associação está a aconselhar todos os parceiros, produtores e profissionais do sector audiovisual, a suspensão de rodagens, visitas para reperages e/ou scouting na região do Alentejo e Ribatejo, pelo menos até ao dia 3 de Abril.

Covid 19 - Festival Internacional de Teatro do Alentejo cancelado

Contrariamente ao que foi veiculado, o Festival Internacional de Teatro do Alentejo foi mesmo cancelado devido à pandemia de Covid-19.

O anúncio foi feito em comunicado pela organização, a Companhia de Teatro Lendias d’Encantar, de Beja.

A 7ª edição do festival tinha o seu início para hoje e decorreria até dia 21. Contemplava 40 espetáculos de 19 companhias de oriundas de 11 países: Argentina, Brasil, Chile, Cuba, Espanha, Colômbia, Costa Rica, Moçambique, México, Portugal e Uruguai.

Semana Santa no Crato

O Crato, no Alto Alentejo, tem um calendário único da semana santa, convidativo a passar por lá uma santa semana.

Apesar de religioso o programa celebrativo da Quaresma e Semana Santa no Crato inclui ao mesmo tempo um conjunto de iniciativas de carácter cultural.

O herói alentejano Salgueiro Maia vai ter filme biográfico este ano

Nascido em Castelo de Vide, foi um dos capitães que protagonizaram a revolução de Abril de 1974 e terá agora um filme biográfico, realizado por Sérgio Graciano, de seu nome: “Salgueiro Maia – O implicado”, está a avançar a comunidadeculturaearte.com.

Música Clássica para os mais novos em Évora

Évora prepara-se para receber mais um ciclo de Concertos Promenade, um formato lúdico-pedagógico adequado a miúdos e graúdos, com a proposta de um domingo musical e muita animação.

“Notas do Mundo” é o tema do primeiro de três concertos que preenchem a edição de 2020. O barítono Rui Baeta vai assumir o lugar do apresentador, contador de histórias e, por vezes, intérprete, num concerto dirigido pelo maestro Élio Leal. Carl Nielsen, Piotr Tchaikovsky e Bela Bartók são alguns dos nomes que inspiram o programa deste concerto.

Fafá de Belém em concerto em Estremoz

A diva da música brasileira Fafá de Belém tem agendada uma tourné nacional em conjunto com o fadista estremocence José Gonçalez e juntos, atuam em Estremoz a 4 de julho, no Parque de Feiras e Exposições daquela cidade alentejana.

A notícia é avançada hoje pelo diário Ardina do Alentejo, que refere que os músicos têm 12 espectáculos agendados por todo o país e também no Brasil, num projeto a que chamaram de "Cumplicidades" e que marca os 30 anos de carreira do fadista alentejano.

Moura abre concurso de Curtas-Metragens sobre o Contrabando

O Concurso de Curtas-Metragens, organizado pela Câmara Municipal de Moura, está de regresso para a sua segunda edição.

O tema central deste ano é “O Contrabando na Raia”, com o intuito de promover o debate à volta desta temática e contribuir para a preservação da memória.

Praso, Holly Hood, Môce dum Cabréste e outras coisas em Sines

Sines organiza em março mais uma edição da Quinzena da Juventude. O programa inclui concertos por duas figuras do hip hop nacional (Praso e Holly Hood), stand-up comedy (pelo humorista Môce dum Cabréste), arte urbana, sessões informativas e outras atividades.

Entre os destaques do programa, está, já a 8 de março, a pintura de um mural no Pavilhão Desportivo da Escola Vasco da Gama pela artista Tamara Alves, iniciativa de dá continuidade ao projeto de arte urbana Walls Project.

Os jardins não nascem de um dia para o outro

Na minha cabeça já só andaria para frente; mas virei as costas. Foi mais forte que eu. Algo me puxou. Caí, de novo. Numa lama suja que me embrulha de uma forma, (in)felizmente, familiar.
Jamais pensaria que os meus passos se enganassem, e regressassem anos atrás. Percebi isso quando senti os meus pés a queimarem, ao mesmo tempo que o vento embalava os meus fios longos de cabelo numa balada desajeitada.

Março

Os primeiros dias do mês passaram-se calmamente. Apesar de as noites ainda parecerem de inverno, os dias eram maioritariamente cheios de sol, com algumas nuvens à mistura, tanto em Beja como na Madeira. Nesta última, o tempo esteve mais quente.

A segunda semana do mês foi atípica e os campos ficaram ensopados com a quantidade de chuva que caiu. As barragens ficaram cheias e as primeiras sementeiras estavam a ser planeadas. Lá para meio do mês a primavera chegaria, sem timidez. As primeiras flores iam aparecer e tudo voltaria a nascer. O ciclo da vida assim o determinava.

Páginas