Está aqui

Cultura

CANTE ALENTEJANO ESTREIA-SE EM MADRID

O cante alentejano vai fazer ouvir-se pela primeira vez em Madrid, no próximo dia 13 de fevereiro, no Teatro do Círculo de Bellas Artes. Em representação da nobre arte alentejana estarão os cantadores de Vila Nova de São Bento e Os Ganhões de Castro Verde.
 
Além dos grupos dos concelhos de Serpa e Castro Verde brilhará a viola campaniça, interpretada pelos Moços D`uma Cana.
 

PAULO GONZO EM PORTALEGRE

Paulo Gonzo comemora este ano os seus 40 anos de carreira e para o efeito tem agendado uma série de concertos que incluem uma passagem no próximo dia 30 de janeiro, pelo Centro de Artes do Espectáculo de Portalegre, que comemora curiosamente o seu 10 aniversário.

Os 30 anos de carreira de Paulo Gonzo fazem dele um ícone da música portuguesa, não apenas para toda uma geração que cresceu a ouvi-lo mas também para uma nova vaga de fãs e artistas que nele se inspiram e escutam com admiração.

FORAIS MANUELINOS EXPOSTOS EM ÉVORA

Está patente - até dia 29 de fevereiro - no Museu de Évora, uma exposição comemorativa dos 500 anos dos forais manuelinos das localidades centro-alentejanas de Juromenha, Alandroal e Terena, todas do concelho de Alandroal.

A mostra é organizada conjuntamente pela Direção Regional de Cultura do Alentejo - Museu de Évora e Câmara de Alandroal.

TARA PERDIDA EM ÉVORA

Os Tara Perdida, uma das melhores bandas de punk rock portuguesa, acabaram de anunciar os primeiros concertos para o início de 2016 e onde, pasme-se, Évora surge como uma das felizes localidades que os irão receber.

ALENTEJO GANHA ASSOCIAÇÃO DE ESCRITORES

O próximo dia 23 de janeiro marca a apresentação pública da ASSESTA, uma Associação de Escritores do Alentejo, que reúne autores alentejanos ou com fortes laços à região e que pretende promover a literatura alentejana através da promoção de autores, obras, organização de tertúlias, oficinas de escrita criativa, apoio a projectos literários que defendam e preservem a cultura alentejana e concursos literários que encontrem novos valores da escrita, entre outras iniciativas.

ÉVORA: PRÉMIO VERGÍLIO FERREIRA ENTREGUE A AÇOREANO

O jurí do Prémio Literário Vergílio Ferreira atribuiu hoje em Évora o 20.º galardão ao escritor açoreano João de Melo.
 
O júri do Prémiofoi composto este ano ano pelos Professores António Sáez Delgado (Presidente), Elisa Esteves, Gustavo Rubim, Carlos Reis e pela escritora Lídia Jorge.

HÁ CULTURA NOS REMÉDIOS

Não se deixe enganar pelo título. “Há cultura nos Remédios” é o nome do ciclo de conferências que terão lugar no Convento dos Remédios, em Évora, este mês.

Como mecanismo de promoção do Convento dos Remédios como espaço de cultura surge este ciclo de conferências sobre o património artístico de Évora, promovido pela Câmara Municipal de Évora.

FESTA DO AZULEJO EM BEJA

A Associação de Defesa do Património de Beja (ADPB) vai levar a efeito mais uma edição dos prémios SOS Azulejo.

Com o objetivo de mostrar e alertar a população para a importância e riqueza do património azulejar do concelho.

As inscrições para os prémios SOS Azulejo decorrem até ao final de março.

A Festa do Azulejo acontecerá a 4 de maio e o prazo para as inscrições terminará no final de março.

CONCERTO DE ANO NOVO NA SÉ DE ÉVORA

Hoje, sábado, o grupo Capella Patriarchal realizar o seu Concerto de Ano Novo na Sé Catedral de Évora.

No concerto “Vésperas de Natal” serão interpretadas obras do compositor português de música sacra João Rodrigues Esteves (1700-1751) - um dos bolseiros enviados por D. João V para estudar em Itália com os grandes mestres do seu tempo -  e será dirigido pelo maestro João Vaz.

O evento é uma organização da editora Althum.com e do Cabido da Sé de Évora, com o apoio da Direção Regional de Cultura do Alentejo.

JAZZFEST EM PORTALEGRE

Em março, a 13º edição do Festival Internacional de Jazz de Portalegre vai voltar.

Entre 11 e 19 de março, com concertos às sextas-feiras e sábados, o festival irá associar-se à celebração dos 10 anos de Centro de Artes e Espetáculos de Portalegre (CAEP).

No dia 11 de março, a dupla norueguesa Mari Kvien Brunvoll e Stein Urheim, dão início ao 13º festival, no Grande Auditório do CAEP; e no dia 12 é a vez do Carlos Martins Quarteto, onde o saxofonista português se faz acompanhar de Mário Delgado (guitarra), Carlos Barretto (contrabaixo) e Alexandre Frazão (bateria).

Páginas