Está aqui

Ambiente

BEJA: RALLY SOLIDÁRIO AJUDA VÍTIMAS DOS INCÊNDIOS

Decorre hoje e amanhã – sábado 11 e domingo 12 - em Beja, no Estádio Dr. Flávio dos Santos, o evento “Diverte-te a ser solidário” e que visa apoiar as vítimas dos incêndios, do mês passado, em Portugal.

O “Diverte-te a ser solidário” consiste em permitir aos interessados em ajudar serem copiloto de um piloto de rally.

A ideia desta iniciativa pertence a Alfredo Riscado e José Alvito e para participar neste evento só precisa inscrever-se e participar das 09.00 horas às 13.00 horas e das 14.00 horas às 17.00 horas.

PREVISTO NOVO ABATE DE FREIXOS NA "ESTRADA MAIS BONITA DO ALENTEJO"

A estrada nacional 246-1, que liga Marvão a Castelo de Vide, considerada como a mais bonita do Alentejo e um dos trajetos mais belos do país, vai perder mais quatro árvores do seu conjunto de Freixos, classificados de interesse público desde 1997, durante a próxima semana.

Os trabalhos são da responsabilidade da Infraestruturas de Portugal e visam "assegurar as condições de segurança de pessoas e bens", conforme adianta a Infraestruturas de Portugal em comunicado.

VENDAS NOVAS DISTINGUIDA COM SELO DE QUALIDADE EXEMPLAR DA ÁGUA

O Município de Vendas Novas foi distinguido com o “Selo de Qualidade Exemplar da Água para Consumo Humano”, um galardão atribuído pela ERSAR (Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos), que distingue as entidades gestoras de serviços de abastecimento de água que asseguraram uma qualidade exemplar da água fornecida para consumo humano.

SERPA INVESTE MEIO MILHÃO EM PASSADIÇO NO GUADIANA

Os caminhos que davam ao famoso Pulo do Lobo, em pleno Parque Natural do Vale do Guadiana, no concelho de Serpa, Baixo Alentejo, deixaram de ser acessíveis apenas aos mais aventureiros, já que eram sinuosos e difíceis e brevemente a sua paisagem magnífica vai estar ao alcance de todos.

PCP DE NISA DENUNCIA CATÁSTROFE AMBIENTAL NO TEJO E APONTA DEDO A ESPANHA

O PCP de Nisa denunciou esta tarde em comunicado que o rio Tejo, particularmente entre as Portas de Ródão e a Barragem do Fratel é palco de uma catástrofe ambiental com uma "dimensão da mortandade brutal" de peixes nunca vista.

ALENTEJO: EMPRESA DE PROSPECÇÃO DE PETRÓLEO FOI SUBCONTRATADA ANTES DE CONSULTA PÚBLICA

A denúncia partiu ontem da Plataforma Algarve Livre de Petróleo (PALP) que descobriu que antes mesmo da consulta pública acerca da exploração de petróleo na Costa Alentejana e no Algarve, já o consórcio que detém a licença de exploração, composto pela ENI-Galp havia contratado uma empresa que se instalou no Porto de Sines e cuja missão é apoiar a prospecção de petróleo.

PRODUÇÃO DE ARROZ NO ALENTEJO COM QUEBRAS DE 20 A 30%

Caso a seca se prolongue os produtores de arroz de Alcácer de Sal, Montemor-o-Novo, Grândola e Santiago do Cacém temem não poder vir a cultivar arroz em 2018.

As quebras de produção de arroz foram em 2016 de 10 a 15% e este ano variam já entre os 20 e os 30% e a quantidade de água armazenada nas barragens que abastecem as produções de arroz daquela região anunciam o pior, neste momento a cerca de 8% da sua capacidade.

LICENÇA DE EXPLORAÇÃO DE PETRÓLEO NA BACIA DO ALENTEJO FOI SUSPENSA POR TRIBUNAL

O Tribunal de Loulé aceitou uma Providência Cautelar interposta por associações ambientalistas para suspender a licença do governo ao consórcio ENI/GALP, para exploração de petróleo na bacia do Alentejo.

A Providência Cautelar, pedida pela Almargem, Quercus e Scianena, surgiu na sequência da licença emitida pelo governo e que permitia à ENI/Galp iniciasse sondagens no "deep offshore" da Bacia do Alentejo.

6 MIL AGRICULTORES CONVIDADOS PARA MODELO PARTICIPATIVO DE ALQUEVA

A Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas de Alqueva (EDIA) iniciou esta semana a apresentação junto de cerca de 6 mil agricultores do Modelo Participativo dos Perímetros de Rega de Alqueva.

Ao todo são 9 sessões agendadas onde se debaterão os apoios aos agricultores, qualidade do serviço prestado e novo tarifário de água de Alqueva.

VIANA DO ALENTEJO COMBATE A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Autarquia e entidades publicas e privadas juntaram-se me Viana do Alentejo para dizer basta à violência doméstica e assinaram um protocolo que visa melhorar a resposta a esta problemática social.

Páginas