3 Março 2015      00:00

Está aqui

Sra. Ministra, lamento mas não consigo desvalorizar

Pode ser falha minha, mas não consigo desvalorizar o facto de mais uma pessoa próxima ser forçada a emigrar pelo facto de não existirem oportunidades no seu País que reconheçam o seu valor enquanto profissional.

Uma pessoa que afirma que um jovem recém-licenciado em Portugal tem muitas janelas abertas, decerto não tem passado muito tempo no País de que fala.

Ponto número um: actualmente, um jovem recém-licenciado quase que é forçado a tirar mestrado para poder sequer pensar em ser aceite no mercado laboral.

Ponto número dois: caso consiga escapar à obrigação de tirar um mestrado para poder ingressar na profissão, muito provavelmente terá de gastar rios de dinheiro em exames e provas numa qualquer ordem profissional.

Ponto número três: passados todos estes obsctáculos das duas uma: ou aceita um estágio mal pago, ou nem sequer remunerado, ou procura alternativas noutras áreas para que, pelo menos durante uns anos, consiga reunir condições para se estabelecer.

Ponto número quatro: Entrando no mercado laboral dentro da sua área, provavelmente não poderá concorrer por não ter a experiência necessária para o cargo.

Ponto número cinco: Entrando no mercado laboral numa área distinta da sua área de formação, muito provavelmente será obrigado a esconder as suas qualificações sob pena de ver ser-lhe recusado um emprego por ter qualificações a mais.

É fácil mascarar a realidade para troika ver. Difícil é tentar iludir os portugueses com números escondidos atrás de estágios e formações precárias.

Por isso Sra. Ministra, uma vez que parece que anda a perder o rumo ao que se passa no seu próprio País, o que sucede é o seguinte:

Actualmente, um recém-licenciado em Portugal só encontra portas fechadas sem possibilidade de encontrar uma janela por abrir.

Enquanto a Sra. e os membros do seu Governo continuarem a impingir ilusões e números disfarçados, jovens e menos jovens continuarão a partir para outros Países em busca de um País que invista neles em vez de os convidar a sair.

Esta semana vi mais uma pessoa próxima partir porque o seu País não lhe abriu nenhuma janela de oportunidades.

Até quando Sra. Ministra? Até quando?

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.