13 Fevereiro 2015      00:00

Está aqui

O correr dos dias | 13 fev "Exemplo de Coragem"

A mítica frase "obviamente demito-o" denuncia-o logo à partida. O General Humberto Delgado foi assassinado faz hoje 50 anos, na localidade fronteiriça espanhola de Villanueva del Fresno.

O “general sem medo” deixa um legado de coragem na luta pelos valores da Liberdade e da Democracia e por enfrentar a ditadura instalada da época - “Eu estou pronto a morrer pela Liberdade!” . Enfrentou o sistema nas urnas, o único sítio legítimo da luta política, e candidatou-se a Presidente da República contra o candidato do sistema, Américo Tomás. Américo Tomás viria a ser o vencedor numas eleições em que muitos historiadores revelam que o vencedor havia sido, na realidade, Humberto Delgado, a quem atribuído 25% dos votos segundo os resultados oficiais.

Pelo seu exemplo na luta democrática, hoje, doze deputados (de PS, PSD, CDS, PSP e Bloco de Esquerda) entregaram ao Governo um documento onde apelam que Humberto Delgado seja o nome do aeroporto da Portela, em Lisboa, pois além de todo o exemplo, foi também ele o fundador da TAP enquanto governante.

No passado dia 11, a Câmara de Lisboa já havia realizado o mesmo pedido ao Governo, numa moção que foi aprovada por unanimidade na autarquia.

É com gente de coragem, que tem valores e ideais, que são marcadas posições. O Eurogrupo e a Grécia chegaram ontem a um primeiro entendimento: irão pedir à “troika” que comece a trabalhar com os gregos de modo a atingir nova base de entendimento sobre o programa de assistência e as pretensões do governo grego.

No final desta mesma cimeira, Tsipras, o primeiro-ministro grego, disse "A troika acabou"! Poucas horas, mais tarde, os juros da dívida grega desceram para perto de 9% e a bolsa de Atenas ganhava mais de 4% no final desta manhã. Também as bolsas da zona Euro beneficiaram por contágio.

Com quem Tsipras ainda não falou foi com Passos. Quando Louçã diz que Portugal tem finalmente um governo que o defende na Europa, o grego, Passos revela que não tem “antipatia” pelo Governo grego e que, segundo o “Expresso” tem "simpatia pelo problema (…) "Mas não é um problema que eu possa resolver".

Mas Passos terá ficado contente com as notícias que dão a economia portuguesa a crescer. O PIB registou, segundo o INE, um aumento homólogo de 0,7% no quarto trimestre de 2014.

No total do ano passado, terá crescido 0,9% no conjunto do ano passado, ainda assim, abaixo das previsões do Governo que eram de 1%.

O “caso” dos submarinos está longe de ir ao fundo, e surge agora com o nome de Duarte Lima associado. Segundo “O Sol”, o ex-deputado terá recebido, cerca de um milhão de euros do contra-almirante Rogério d’Oliveira, em 2002.

Mais uma razão para os portugueses se envergonharem são os jihadistas portugueses que, de acordo com o dinamarquês Ahmad Walid Rashidi – em entrevista ao Expresso - na prisão em Manbij, a pior das três em que esteve detido, os dois eram carcereiros e a sua função era torturar.

Mas é Carnaval, e são precisas boas notícias como a que o Tribuna trouxe ontem (http://tribunaalentejo.pt/index.php/sociedade/ultimas-sociedade/sociedade/1914-seniores-de-viana-do-alentejo-realizam-sonho-de-aprender-a-ler-e-escrever). Em Viana do Alentejo, pessoas com mais de cinquenta anos do concelho de Viana do Alentejo vão, finalmente, realizar o sonho de aprenderem a ler e a escrever.

A prática de não saber ler nem escrever é comum nalguns locais do Alentejo entre a população mais envelhecida devido ao facto de enquanto jovens não puderem ter tido a oportunidade de estudar, dada a necessidade de trabalhar para ajudar a família.

Tudo o que é feito para esmagar a analfabetização é bem-vindo; saber escrever o nosso nome é como que a realização numa folha daquilo que somos!

Pedimos desculpa, mas ontem não foi possível a realização deste editorial.

Bom fim-de-semana, e não esqueça, a vida são dois dias, e o Carnaval são três!

Luís Carapinha, editor   

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.