4 Novembro 2014      00:00

Está aqui

Apatia Social ou quê?

Vivemos hoje em dia numa grande cultura de apatia. Somos apáticos! É verdade, pois quantos de nós já não queremos saber da política que gere as nossas vidas, sendo que só de pensar no assunto até ficamos com raiva… Como chegámos a este ponto?? Mas além disso, chegamos ao ponto de nem querermos sequer saber daquilo que se passa à nossa volta. Apontamos o dedo, sabemos que está mal, mas nada fazemos para mudar… Confesso que também sou um bocado assim, mas neste momento sinto que tenho que intervir! Quer pareça bem, quer pareça mal…

Enquanto cidadão temos que ser mais activos, para podermos viver melhor! Quantos de nós não vimos já o vizinho do lado a deitar o lixo no sítio errado e não dissemos nada, quantos buracos há na nossa rua mas preferimos desviar-nos, quantos idosos conhecemos que vivem em situações precárias e em isolamento e em nada contribuímos para ajudar. Poderemos pensar que estes problemas não são nossos… Mas não serão mesmo? Não podemos fazer a diferença? Ajudar? Cooperar? Denunciar? Lutar? Mas não fazemos, porque vivemos em pura apatia social!

Quantas pessoas fumadoras, já detectaram que se estiverem no centro histórico de Évora não há um cinzeiro? O que fazem? Apagam e deitam no lixo, correndo o risco de pegar fogo ao caixote do lixo? Ou simplesmente deitam para o chão e quem vier atrás que apanhe? É “um pau de dois bicos”, na verdade! Fica a reflexão! Esta causa é minha e estou em acção!

O acesso à minha casa faz-se através de uma estrada de terra batida, estrada que permite acesso à habitação de cerca de 10 famílias, no entanto só vi uma pessoa a tapar os buracos, da mesma – o meu pai! Confesso que já o desmotivei de o fazer, mas hoje acho que a atitude dele fez a diferença, pois já há mais um vizinho que também tem a mesma preocupação. E espero que a boa vizinhança seja um motor para fazer a diferença, pelo menos naquilo que nos afecta todos os dias.

São pequenas atitudes que podem mudar o mundo. Não podemos pensar “vou mudar o mundo amanhã”, mas podemos já hoje começar a mudar a nossa atitude, a pensar que o buraco na rua é de todos os que a utilizam. Não podemos esperar que alguém venha resolver os problemas que nos afectam directamente ou mesmo indirectamente. Se identificámos o problema, vamos arranjar uma solução… Podemos tentar resolver o problema sozinhos, se estiver ao nosso alcance, mas também podemos falar com o vizinho, com o padre, com a Câmara Municipal, com quem poderá colaborar, mas está nas nossas mãos fazer alguma coisa…

A apatia social foi identificada através de um inquérito feito pelo Instituto de Empreendedorismo Social como o 5.º problema social mais grave do Alentejo! Como podemos nós deixar que esta apatia afecte as nossas vidas todos os dias?

Eu quero fazer a diferença, quero mudar e quero viver melhor? Não vivo em cultura de apatia!

E vocês?

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.