14 Dezembro 2019      11:47

Está aqui

Um Natal Pobrezinho Também Por Estes Lados!

1 - A Crónica Falta de Enfermeiros no Distrito de Évora 

 

Segundo a Secção Regional Sul da Ordem dos Enfermeiros, quase todas as unidades de saúde do distrito de Évora têm falta de enfermeiros.  Um dos casos denunciado é referente ao serviço de Urgência Básico de Montemor-o-Novo que tem apenas um médico e uma enfermeira.

Situação, esta, que denunciei há quase dois anos atrás. Tudo na mesma!

A degradação do Serviço Nacional de Saúde no Distrito de Évora é uma realidade extremamente preocupante!

O número de enfermeiros no distrito de Évora é metade da média da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). Segundo a Ordem dos Enfermeiros, no distrito de Évora, ao todo, são 1.140 enfermeiros para uma população de 168 mil habitantes distribuída pelos 14 municípios. Valores dos mais baixos da OCDE. 

Estes dados são elucidativos!

 

2 - As Escolas do Distrito de Évora com Amianto “Desaparecidas”

A listagem dos edifícios públicos com amianto apresentada pelo Governo está claramente desatualizada. Também é sabido que foi feita de forma deficiente. Numa parte significativa de edifícios, nomeadamente escolas e hospitais, apenas foi verificado se existiam placas de fibrocimento, não foram verificados outros materiais que pudessem ter amianto.

No mapa nacional de Escolas com amianto apresentado pelo Governo (nomeadamente aquele que vinha na Comunicação Social), não existe nenhuma no distrito de Évora.

Esta situação é muito estranha, porque todos sabemos da existência de algumas Escolas (ex: Escola Secundária André de Gouveia em Évora, Escola Básica e Secundária de Vendas Novas, Escola Secundária Isidoro de Sousa em Viana do Alentejo, etc) que contêm amianto.

É estranho este mágico  “desaparecimento”!

 

3 - A “Decoração” de Natal em Évora.

Não se compreende o atraso da execução da decoração de Natal em Évora. Olhando para o que tivemos nos últimos anos também não tinha grandes expectativas para o que pudesse ser feito. Ainda sou do tempo em que a Praça do Geraldo tinha uma iluminação (em todas as janelas). Iluminação essa, que nos orgulhava. 

Os eborenses tinham orgulho na decoração que era proporcionada a quem nos visitava. E agora, alguém se orgulha?

Apesar de tudo, este é um problema menor. Apenas simbólico!

Desejos de um excelente Natal, sobretudo cheio de alegria e saúde, e na companhia da família.

CAPTCHA
Image CAPTCHA
Escreva o caracteres que vê na imagem do lado direito.